Anúncios
Sua Página
Fullscreen

Melhora da autoestima é um dos efeitos da rinoplastia, afirmam especialistas

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

A rinoplastia é um dos cinco procedimentos estéticos mais procurados no Brasil. O desejo de mudar a aparência do nariz de forma permanente, deixando-o mais harmônico com a face, resultou em pelo menos 78.720 operações em 2021 no País, de acordo com o relatório anual da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS, na sigla em inglês), divulgado esse ano.

Mais que uma remodelação para um nariz bonito, a rinoplastia funcional, pode trazer benefícios para a saúde respiratória, melhora na qualidade de vida e no bem-estar emocional, elevando a autoconfiança e autoaceitação dos pacientes, segundo especialistas.

Para orientar a população sobre o assunto, a Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF) e a Academia Brasileira de Cirurgia Plástica da Face (ABCPF), com o apoio da Sociedade Brasileira da Rinoplastia (SBR), promovem a 3ª Semana da Rinoplastia até sexta-feira (16/06).

Anúncios

“Este ano, um dos principais focos é explicar a relação da rinoplastia com aumento da autoestima dos pacientes. Em consultório, ouvimos muitas queixas quanto ao incômodo com o visual do nariz, que prejudica a maneira como a pessoa se enxerga e se relaciona com o mundo a sua volta”, explica o diretor da ABCPF e um dos coordenadores da campanha, Dr. Eduardo Dolci.

Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Psicologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) investigou o impacto da cirurgia plástica na autoestima e constatou que os pacientes que passaram por procedimentos cirúrgicos estéticos relataram melhora nesta área, nas relações interpessoais e na harmonia interna (entre corpo e mente).

“A maior satisfação pessoal após o procedimento é uma característica recorrente de quem passa por essa cirurgia, seja por motivação estética ou funcional”, complementa a Dra. Michelle Lavinsky, diretora da Academia Brasileira de Cirurgia Plástica da Face.

Durante a semana, médicos otorrinolaringologistas intensificam a divulgação de conteúdos informativos nas redes sociais, esclarecendo as razões que motivam a realização da rinoplastia, os tipos dessa cirurgia, os seus benefícios e impactos na autoestima, além de contextualizar sobre os critérios que devem ser levados em conta na hora de escolher um especialista médico.  A ação também ocorre simultaneamente com o 2º Congresso Brasileiro da Rinoplastia, realizado em São Paulo esta semana, nos dias 15 a 17 de junho.

O nariz é uma das partes mais importantes do rosto e influencia na harmonia e na expressão facial. A ABORL-CCF e a SBR alertam: para que os resultados da cirurgia sejam satisfatórios e seguros, é fundamental escolher um profissional reconhecido pelo Conselho de Medicina. Os otorrinolaringologistas têm uma formação dedicada ao entendimento da fisiologia e da funcionalidade do nariz, além do estudo da harmonia facial, o que os habilita para este procedimento cirúrgico.

Anúncios
Leia ou ouça também:  Restrição ao aspartame aumenta debate sobre ultraprocessados

“A rinoplastia exige técnica, precisão e sensibilidade. O objetivo não é criar um nariz padrão, mas sim um formato que combine com o rosto e as características de cada pessoa. O otorrino pode fazer esse procedimento por ser um especialista que trata dos problemas dessa região e tem o conhecimento para avaliar a melhor técnica, preservando a respiração e a beleza da face,” afirma o presidente da Sociedade Brasileira de Rinoplastia, Dr. Caio Soares.

A rinoplastia vem se tornando mais acessível nos últimos anos. Em todo o mundo, em 2021, foram mais de 995.149 procedimentos desse tipo, um aumento de 16,7% quando comparado a 2020, segundo o levantamento da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética

“O surgimento de novas técnicas e a evolução da medicina têm favorecido melhores resultados, trazendo naturalidade e sem transparecer o visual de um nariz operado. Associado a isso, vemos que as pessoas têm se preocupado mais com o autocuidado e a autoimagem, fatores que colaboram para o aumento de rinoplastias”, avalia o Dr. Cezar Berger, diretor da Sociedade Brasileira de Rinoplastia e um dos responsáveis pela coordenação da Semana da Rinoplastia em 2023.

O Brasil é o país que mais realizou esse tipo de procedimento, de acordo com o ranking que avaliou 10 países, entre eles Estados Unidos, Turquia e México, divulgado pela organização internacional ISAPS.

Serviço
3ª Semana da Rinoplastia

Data: de 12 a 16 de junho

Anúncios

Informações: Blog, Instagram e Facebook

Última atualização da matéria foi há 1 ano


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights