Sua Página
Fullscreen

Faturamento de agências de RP e assessoria cresce 31,46%

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

De acordo com o Anuário da Comunicação Corporativa, elaborado pela Mega Brasil, o faturamento das agências de relações públicas e assessoria de imprensa atingiu a cifra de R$ 4,88 bilhões em 2022, um salto de 31,46% – R$ 1,17 bilhão – se comparado ao de 2021.

Ainda segundo o relatório, que anualmente faz um mapeamento completo do setor de relações públicas e comunicação empresarial do país, a perspectiva das agências para este ano é otimista: 67,9% delas têm planos para a expansão de seus negócios em 2023.

O jornalista especializado em assessoria de comunicação Gilclécio Lucena avalia que o alto faturamento desse setor indica que as empresas têm percebido cada vez mais a importância de cuidar de sua imagem institucional. “Em tempos de hiperconexões e multiplicidade de vozes, estabelecer uma comunicação assertiva, que impacte positivamente os consumidores, é primordial para o crescimento e sucesso das marcas”.

Lucena ressalta que o investimento em assessoria de comunicação é imprescindível para as empresas que pretendem ter uma maior visibilidade, para garantir a melhora em seu posicionamento no mercado e para diferenciar-se no nicho em que atuam. 

Além disso, o jornalista destaca que, no cenário atual, no qual o excesso de produção de conteúdo pode pôr em dúvida a credibilidade das corporações, o papel da assessoria é fundamental para construir uma comunicação eficiente entre as empresas e as mídias. “O diferencial não é a quantidade de publicações que se conseguiu ter nos veículos de comunicação, mas sim a qualidade de cada uma dessas inserções”, enfatiza. 

Em matéria do portal Poder 360, Daniel Brunin, presidente da Associação Brasileira das Agências de Comunicação (Abracom) , avaliou que o mercado das agências de RP e assessoria ainda deve crescer até 20% este ano. 

Lucena explica que uma das funções da assessoria de imprensa é desenvolver um plano estratégico que alinha os objetivos da empresa com ações de comunicação adequadas, para que ela alcance o posicionamento desejado no mercado. Para atingir tais objetivos, pode-se apostar, por exemplo, na criação de comunicados, artigos e outros materiais relevantes sobre a empresa, que são distribuídos para jornalistas e veículos de imprensa para divulgação. Uma pesquisa da CB Insights mostrou que um marketing ruim corresponde a 14% dos casos de falência analisados no estudo, sendo o 8º principal motivo de fechamento. 

Leia ou ouça também:  Estudo revela consolidação do podcast no mercado midiático

Na análise do especialista, outra importante função desempenhada pela assessoria é proteger e preservar a reputação de uma empresa, em casos de crise de imagem. Diante desse tipo de situação, alerta ele, o respaldo oferecido por uma assessoria é crucial, “pois ela orienta a comunicação, garantindo que a versão da empresa seja apresentada de maneira clara e consistente, minimizando a propagação de rumores e informações incorretas.”

 Para saber mais, basta acessar https://gilcleciolucena.com/

Última atualização da matéria foi há 11 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights