André Patrocinio: “Nossas perspectivas são excelentes”

 André Patrocínio

Em abril aconteceu a 4ª edição do World Creativity Day (WCD), maior festival colaborativo de criatividade do mundo. André Patrocinio, CEO da Etus e diretor da Locaweb, esteve entre os palestrantes convidados. O tema escolhido para ser ministrado simultaneamente para 121 cidades de 15 países – 98 delas só no Brasil, foi, “Martech: Como Aliar Tecnologia ao Marketing Usando a Criatividade”. Na ocasião o CEO da Etus explicou que a tecnologia precisa ser desbravada, pois, ela está apenas no começo. “A pandemia acelerou o processo de digitalização, mas ainda temos muito que aprender com a tecnologia, e é a criatividade atrelada ao marketing que vai nos ajudar nesse processo. Isso irá permitir a criação de formatos e estratégias cada vez mais diferentes para chegar no público final, que é a intenção de qualquer tecnologia ou atividade direcionada ao mercado publicitário”, disse. De acordo com Patrocinio, 80% das empresas estão apenas iniciando no Marketing Digital, entretanto, é extremamente importante que a marca não só comece, mas que evolua o seu marketing como um todo, para passar a ser a parte ativa, trabalhando todas as suas operações. “O marketing tem como uma de suas principais funções disponibilizar aos consumidores uma comunicação que não só aborde as especificações de um produto, mas que evidencie como aquilo é capaz, de fato, de agregar valor em sua vida”, relatou.

André, qual a sua visão pessoal sobre a criatividade?

Criatividade é pensar fora da caixa. É buscar alternativas diferentes e inusitadas para solucionar um problema ou simplesmente procurar uma maneira de fazer algo que todo mundo faz, mas de forma distinta e até melhor, criatividade não é um dom, você aperfeiçoa, testando e experimentando coisas diferentes a todo o tempo, criando uma bagagem de informações no seu cérebro que podem ser usadas a qualquer momento com uma adaptação à necessidade.

Como as observações externas podem ser o grande condutor para que essa criatividade aconteça?

A partir do momento que você avalia as necessidades de um determinado mercado, analisa o comportamento dos consumidores ou observa os concorrentes, novas ideias podem nascer dessas experiências.

Participar de eventos ou encontros com outros profissionais também podem impulsionar a criatividade. Assistir um filme diferente do que está acostumado a assistir, fazer um caminho diferente na volta do trabalho, experimentar sabores e sensações diferentes, tudo que fizer fora da sua zona de conforto estará alimentando automaticamente sua criatividade.

Aliar tecnologia ao marketing usando a criatividade é um fator diferencial para as empresas que atuam num mundo cada vez mais complexo?

Com certeza! Os recursos tecnológicos estão aí para ajudar as pessoas e principalmente as empresas. Com a pandemia vimos empreendedores adaptarem seus trabalhos do dia para noite, e as companhias que já estavam inseridas e acostumadas com as ferramentas e estratégias saíram na frente e se destacaram. Seja em um momento de crise ou para conquistar novos clientes, a tecnologia precisa estar em sintonia com a rotina e estratégia de uma empresa.

Como avalia as martechs na atual conjuntura?

As martechs exercem um papel fundamental no atual cenário. As soluções apresentadas por elas tornaram as atividades das empresas mais eficientes. O que provocou uma verdadeira inovação tecnológica com redução de desperdícios, tempo e muitas vezes até a fidelização de clientes. Devido à possibilidade da criação de produtos de alto impacto e baixo investimento, as martechs podem ajudar todo o setor de empreendedores a passarem melhor pela crise e crescer.

Quais os principais desafios desse setor durante a pandemia?

Os principais desafios desse setor estão relacionados a sua implementação e gestão de pessoas. Para integrar um certo software em uma empresa, é necessário treinamento e qualificação daqueles que vão operá-la. A integração com as informações que a empresa já obtém também é um fator importante. Com dados e métricas confiáveis é possível guiar as atividades e principalmente as estratégias que serão desenvolvidas.

Como esses desafios moldarão as empresas desse setor pós-Covid?

Com o isolamento social provocado pela pandemia muitas empresas precisaram se adaptar e as martechs também passaram por esse processo. Muitas delas enxergaram novas oportunidades de crescimento através de necessidades que estavam passando internamente ou que perceberam no mercado.

Quais as principais tendências desse mercado?

Personalização e respeito aos dados dos usuários com certeza será um tema com grande importância no desenvolvimento de novas soluções tecnológicas. E as produções em áudio, assistentes virtuais ou pesquisa por voz também devem ter destaque em 2021. Principalmente pelo crescimento de público ouvinte que aumentou 33% em 2020 e promete manter um bom crescimento neste ano.

A Etus tem passado por esse período turbulento com tranquilidade?

Sim. Conseguimos nos adaptar bem, sendo uma das primeiras empresas a entrar em home office. Estamos em constante evolução, mantendo os times unidos e oferecendo as melhores soluções para os clientes.

Ela tem crescido durante a pandemia?

Sim. A Etus, que já possui um crescimento orgânico substancial nos últimos anos, acelerou ainda mais esse processo oferecendo uma plataforma cada vez mais robusta aos usuários.

O grande pulo do gato foi o desenvolvimento de um sistema próprio?

Com certeza! Criar um sistema próprio em um primeiro momento ajudou a solucionar uma dor que tínhamos, e que com o tempo foi se desenvolvendo cada vez mais para atingir um mercado que necessitava desse tipo de ferramenta. Hoje, além dessa demanda, estamos à frente de outras empresas, desenvolvendo novidades, com o relatório mais robusto do mercado e com as tantas inovações que vamos ter este ano.

Como a Etus vislumbra o ano vigente?

Nossas perspectivas são excelentes. Estamos preparando novidades para os usuários, ganhando autoridade no mercado e abrindo novas oportunidades através do grupo Locaweb e de eventos que estamos organizando. Temos certeza que este ano promete!

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content