Aroldo Jorge: “Estratégia é a condução de todo processo”

Bem Seguros e Créditos

Criada em 2018, a Bem Seguros e Créditos, franquia especializada em soluções financeiras, encerrou o ano de 2020 com 160 novas unidades e projeta 240 novas operações para 2021. A estratégia da marca, que agora conta com 260 franquias, é expandir em todo o território nacional. Para Aroldo Jorge, sócio-fundador da empresa, o crescimento se deve, em grande parte, ao suporte e excelência no atendimento ao cliente. “Os nossos franqueados, ainda que não tenham experiência na área, contam com o suporte de profissionais com muitos anos de mercado. Isso contribui demais para os resultados”, explica Aroldo. Na prática, a Bem Seguros e Créditos é uma franquia que oferece serviços financeiros como empréstimos, consórcios e seguros. Com dois anos de mercado, a empresa quer chegar a 240 novas operações em 2021 totalizando 500. Para isso, Aroldo destaca a importância de uma marca pró-ativa. “Estamos sempre em busca de melhorias e fortalecimento para a marca. Investimos muito forte na comunicação tanto com o franqueado quanto com o cliente. Além disso, faz parte dos nossos planos participar dos eventos do setor de franquias, que ajudam muito na credibilidade e crescimento da empresa”, comenta. Em 2020, mesmo com a crise, o negócio alcançou um faturamento da ordem de R$62 milhões. Para 2021, a meta é chegar a R$120 milhões. “Ano passado mesmo com os desafios, fomos muito mais longe do que esperávamos”, finaliza.

Aroldo, qual a sua visão do setor de seguros antes da pandemia?

Em 2019 o mercado de seguros voltou a crescer dois dígitos. Comemoramos uma taxa de crescimento da arrecadação de 12,6% no setor entre janeiro e outubro de 2019, muito superior à inflação do período e a maior dos últimos seis anos. Os desafios de 2018 foram superados e abrimos espaço para uma previsão muito otimista para 2020. Alguns acontecimentos importantes impulsionaram o mercado em 2019, como a votação da Reforma da Previdência e os novos marcos regulatórios, que vão desde a Lei da Liberdade Econômica até a prioridade dada, no Congresso Nacional, aos temas reformistas e a desregulamentação da economia.

Como foi 2020 para esse setor?

Em 2020, mesmo com a crise da pandemia, o desempenho ainda é positivo, de 3,4% em 12 meses móveis até setembro de 2020. Uma caraterística do mercado segurador é a resiliência, o que explica o crescimento real do setor de 2,8% até setembro de 2020 sobre o PIB negativo de 4,8%. O mercado segurador trabalha na adversidade. É nesse cenário que a proteção age. Quanto mais vulnerabilidade, mais necessidade de proteção. Nos seguros de pessoas, temos que falar que cumprimos uma missão muito importante, que foi desconsiderar a cláusula de exclusão de pandemia no seguro de vida. No terceiro trimestre de 2020, foram pagos R$3,4 bilhões de indenizações no vida, 26% superior a igual período de 2019.

Quais as projeções para 2021?

A expectativa de todos é que a pandemia fez com que os brasileiros pensassem mais no futuro, o que cria uma demanda positiva para seguro de pessoas. Ao mesmo tempo, torna o gerenciamento de risco a maior especialidade dos players do setor. A pauta diária da vida das pessoas. Como andam dizendo por aí, o seguro é equivalente à máscara: um item necessário para se proteger de infortúnios. Para se ajustar a essa nova realidade, o mercado de seguradoras vem disponibilizando atualmente seguros intermitentes, modalidade na qual o cliente paga somente pelo tempo que realmente precisa do produto. Ou seja, se antes era possível apenas personalizar as apólices de seguro conforme as coberturas desejadas, hoje pode-se customizar o tempo de contrato.

É preciso lembrar que os seguros intermitentes, ou seguro pay per use, já são uma opção no mercado de seguros de outros países, como os Estados Unidos. Com um seguro auto intermitente, é possível, por exemplo, contratar a proteção do seu veículo por algumas horas, dias, meses, ou, até mesmo, por determinados trechos, ou viagens.

É o cliente quem escolhe o tipo de proteção e por quanto tempo. Independente do cenário que será encontrado em 2021 e dos novos desafios que vierem pela frente, é preciso ter em mente que o consumidor está cada vez mais empoderado e consciente de suas escolhas, inclusive, no mercado de seguros.

Como a Bem Seguros e Créditos está colocada nesse cenário?

2021 promete ser um excelente ano para o mercado de seguros no Brasil. Entre os anos de 2018 e 2019, o Brasil ocupou o 14º lugar no ranking dos maiores mercados de seguros do mundo, mas a expectativa é de subir para a 8º posição, neste ano.

Para não deixar de aproveitar a onda, a Bem está se preparando para este novo mercado dentro do novo perfil do corretor de seguros baseada em 4 fatores que acreditamos serem primordiais:

Primeiro: LGPD. Embora o mundo digital permita uma comunicação mais fluida, em 2021 as empresas precisarão cada vez mais justificar como realizam o tratamento dos dados de seus usuários. Isto ocorre porque, sendo negado o consentimento pelos usuários, o tratamento dessas informações passa a ser ilegal. Seja você um corretor autônomo ou uma franquia de corretoras, é fundamental estar dentro da lei.

Portanto, um ponto de atenção, caso você ainda não tenha implementado em sua empresa é a adição de políticas de privacidade, além de um sistema de gestão que tenha o módulo de LGPD, que possibilita a entrada de leads autorizados.

Segundo: Inteligência Artificial para propostas. Temos o multicálculo que realiza a cotação e faz a transmissão da proposta de seguro diretamente com as seguradoras. O sistema responde de maneira automatizada para facilitar e trazer maior agilidade para o corretor de seguros, que pode focar no tempo disponível em prospectar outros clientes ou fazer atendimento da sua carteira.

Terceiro: Corretora em nuvem. Essa é uma tendência cada vez mais forte e mesmo com a aceleração da pandemia no começo de 2020, em 2021 veremos mais processos sendo realizados digitalmente.

Quarto: Transações 100% Online. Possuímos um software de gestão e ganhamos destaque por oferecer tudo o que é necessário para quem quer contratar um seguro, sem sair de casa. Essa é a principal tendência e os gestores usarão cada vez mais plataformas digitais para atrair clientes e fechar vendas, enquanto os clientes dão preferência para corretoras que realizam todo o processo de maneira digital, sem necessitar se deslocar até o escritório para assinatura de contrato ou encaminhamento de algum documento.

Quais os pilares da rede?

A Bem Seguros e Créditos conta hoje com um leque de proteções e soluções completo e atuamos em três pilares principais que é atuar com seguros de todos os ramos, seja no mercado nacional ou internacional. Consórcios de todas as modalidades, soluções financeiras, créditos pessoais, consignados, financiamentos e outros, sempre trabalhando com o maior número de agentes financeiros possível.

Em 2021 queremos oferecer aos nossos franqueados e clientes o quarto pilar: Planos de Saúde com as principais instituições do mercado. Assim vamos blindando nossos clientes com o que há de melhor em proteção e solução.

Por que você acredita que esses pilares trouxeram consistência para o negócio até aqui?

Em primeiro lugar somos a única franquia do mercado que oferece todos esses segmentos financeiros em um só lugar. Temos mais de 150 produtos diferentes na prateleira. Acreditamos que a nossa missão de proteger pessoas e bens é o nosso diferencial. Pensamos em todas as soluções possíveis para o cliente com uma visão humanizada e responsável.

Como as franquias da rede se conectam com esses pilares?

São muitos produtos e um conteúdo denso de informações. Seria desumano especializar nossa rede em todos os produtos de uma só vez. Por isso pensamos em um plano de ação comercial com 5 campeões de vendas e especializamos primeiramente nosso franqueado nesses produtos. São produtos que tem como principal característica a alta rentabilidade, a recorrência financeira e o baixo custo operacional para o franqueado que inicia. Dessa forma nosso franqueado entrante cria um colchão financeiro que possibilita a sua especialização planejada e tranquila nos outros produtos.

O que uma pessoa deve fazer para ser um franqueado da rede?

Pesquise a franquia que condiz com seu perfil de negócio. Planeje os investimentos e tenha o capital disponível para o negócio em questão. Faça a análise de lucratividade, avalie a experiência do franqueador e o suporte oferecido. Verifique a saúde financeira da franquia e o cumprimento às exigências legais.

Em que estados estão essas franquias?

Hoje em todo o território nacional.

O foco é expandir ainda mais?

Já estamos presentes em todo o território nacional e o objetivo de expansão é aumentar cada vez mais o nosso market share nessas localidades.

A meta para 2021 é chegar num faturamento de 120 milhões de reais. Como a estratégia influirá nesse plano?

A estratégia é a condução de todo processo para alcançarmos tal faturamento, com uma expansão muito forte onde participaremos de várias feiras de franquias, divulgação fortíssima nas redes sociais, palestras online para investidores de todo Brasil. Outra estratégia muito forte para atingirmos essa meta são os mais de 300 franqueados da rede, que atualmente contam com suporte de especialistas em cada um dos serviços que a Bem Seguros e Créditos oferece ao seu cliente. Com isso, aumentamos o faturamento do franqueado na ponta e alavancamos o faturamento geral da rede.

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content