Bianca Setin: “O mercado imobiliário se adaptou rapidamente”

Setin

O mercado imobiliário foi um dos setores que reagiu a uma velocidade surpreendente durante a pandemia de Covid-19. Não à toa, a Setin Incorporadora lançou quatro empreendimentos ao longo de 2020 e vendeu aproximadamente os R$ 500 milhões que lançou. “O início da pandemia causou retração no setor, mas com o mercado imobiliário impulsionado pela queda na taxa de juros, percebemos um aumento da demanda do consumidor a partir de junho e vendemos muito acima do que esperávamos em menos meses do ano”, explica Bianca Setin, diretora de operações da Setin Incorporadora. A executiva ressalta que o investimento na variedade de produtos foi iniciada ainda em 2020 com o lançamento do Setin Downtown Nova República, empreendimento localizado na praça da República com studios e apartamentos de 1, 2 e 3 dormitórios de até 117 m² e investimentos de R$ 250 mil a R$ 1,5 milhão, atendendo diversos públicos. Em apenas 30 dias, a incorporadora superou 80% das vendas das unidades de uma torre de 25 andares. Com essa aposta na diversificação, a Setin vai comercializar, em 2021, imóveis de R$ 500 mil a R$ 5 milhões, predominantemente apartamentos de dois e três dormitórios, consolidando a presença da companhia em mais regiões da capital paulista. “Antes, ocupamos espaços nas áreas metropolitanas no entorno do centro da capital, e agora faremos o caminho inverso”, explica Bianca.

Bianca, o que mudou no mercado imobiliário durante a pandemia?

O mercado imobiliário se adaptou rapidamente às novas necessidades perante a pandemia – uma das mais significativas foi a digitalização do processo de compra: hoje, o cliente pode, se desejar, conhecer e comprar o seu imóvel de forma 100% digital.

Quais os hábitos dos clientes que foram remodelados no mesmo período?

Neste período, as pessoas mudaram a relação com a moradia, o que aumentou a procura por imóveis mais amplos e com espaços para home office, varandas, cômodos mais confortáveis, e áreas mais verdes e arejadas, além do crescimento na busca pelo atendimento online e pela pesquisa de imóveis por meio das plataformas digitais.

Por onde passa o bom momento desse mercado atualmente?

Sem dúvida, passa pela baixa taxa de juros. Desse modo, o melhor e mais seguro investimento continua sendo o imóvel. Outro fator importante é a redução das taxas de financiamento, que permite a mais pessoas terem acesso a crédito para compra do seu imóvel.

Quais devem ser as tendências para este ano?

Entre as principais tendências para 2021 está o espaço de home office – modelo de trabalho que deve permanecer mesmo no pós-pandemia. Por isso, já desenvolvemos produtos pensando especificamente nesse espaço físico. Outra tecnologia que já estamos aplicando em nossos empreendimentos é a portaria virtual integrada no celular do morador, que é desenvolvida com a administração do condomínio – o cliente consegue entrar e acessar a unidade apenas com seu smartphone. Nossos empreendimentos também contam com espaços dedicados ao delivery com tecnologia embarcada, incluindo lockers inteligentes nas áreas comuns – uma tendência que cresceu bastante durante a pandemia.

A Selic em queda também favorece o mercado, não?

Sim, a queda da Selic e a redução das taxas de financiamento habitacional estão favorecendo o mercado imobiliário, uma vez que a queda de juros torna o mercado financeiro menos atrativo e, ao mesmo tempo, traz liquidez para investidores que optam pelo setor imobiliário. De acordo com a Abrainc, a associação do setor, nos últimos 10 anos, o investimento que mais rendeu no país foi o imóvel.

Como a Setin está alinhada nesse setor atualmente?

Presente no mercado imobiliário há mais de 41 anos, a Setin é uma incorporadora especializada em empreendimentos de médio e alto padrão na cidade de São Paulo. Portanto, somos uma marca bastante sólida e reconhecida no mercado. Atualmente, estamos focados em desenvolver empreendimentos residenciais, sempre buscando ouvir e atender as necessidades dos clientes.

Ao longo de 2020 a Setin lançou 4 empreendimentos. Como isso se sucedeu?

Em 2020, lançamos, devido à pandemia, 50% do que havíamos previsto inicialmente. Em junho do ano passado, decidimos lançar nosso primeiro empreendimento daquele ano e vendemos 80% em 30 dias – um grande sucesso – e devido seguimos nos lançamentos dos demais produtos. Fechamos 2020 de forma positiva, vendendo mais do que lançamos.

A longevidade da incorporadora faz com que oportunidades sejam vistas mesmo no meio de grandes turbulências?

Geralmente, em momentos de turbulência é que surgem as melhores oportunidades, por isso estamos atentos diariamente às mudanças de consumo e do nosso mercado.

Como a inovação é tratada pela Setin?

A inovação na Setin é um pilar importante em todas as frentes dos negócios, portanto olhamos diariamente para esse tema. Para os nossos empreendimentos procuramos trazer inovações que tornem a experiência do morador mais prática e segura, como a portaria virtual integrada dentro do celular do morador – o cliente consegue entrar e acessar a unidade apenas com seu smartphone. Também procuramos inovar no atendimento com o uso de plataformas virtuais que permitem ao cliente conhecer os empreendimentos, negociar e fechar negócios sem precisar se locomover.

2021 será um ano de mais lançamentos?

Projetamos lançar neste ano seis empreendimentos, totalizando um volume de vendas (VGV) de R$ 900 milhões – este valor é quase o dobro do VGV de lançamentos de 2020, que ficou na ordem de R$ 500 milhões.

A palavra de ordem em todos os mercados é experiência. Como as experiências estão colocadas nos empreendimentos imobiliários da incorporadora?

A experiência está relacionada diretamente com as tendências e o comportamento do consumidor. Como citado acima, a pandemia forçou as pessoas a olharem mais para a própria casa, então a procura por apartamentos maiores e confortáveis aumentou. Por isso, a Setin já tem empreendimentos com opções de espaços físicos para home office. Já nos nossos apartamentos menores, os studios, desenhamos um espaço de coworking nas áreas comuns.

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content