Camila Guzzo: “Sei o que quero e nunca desisto”

 Camila Guzzo

Camila Guzzo viu desde cedo sua mãe conquistar muitos sonhos trabalhando em uma unidade da Euro Colchões. Inspirada, ela decidiu seguir seus passos, mas acabou indo muito além. Após ingressar na rede como vendedora, a jovem cresceu, tornou-se gerente, bateu metas e hoje fatura R$1,4 milhão por ano como franqueada. “Como colaboradora da Euro, vi minha mãe comprar um carro, um apartamento financiado e fazer viagens internacionais, o que não era comum na nossa família. Foi nítida a mudança financeira dela e eu quis seguir o exemplo que, na minha opinião, é de sucesso”, ressalta orgulhosa a empreendedora. Porém, a trajetória empreendedora da Camila não foi das mais fáceis. Com apenas 21 anos, ela participou de um processo seletivo na mesma empresa em que a mãe trabalhava, mas a falta de experiência e de qualificação no currículo foram barreiras. Apesar do revés, a jovem não desanimou. “Passei a estudar o mercado, conhecer os produtos e a me preparar para que em uma próxima oportunidade eles falassem comigo e pensassem: ‘queremos essa menina no time'”, reforça. Com a experiência adquirida, Camila enfim entrou na Euro Colchões em 2015. A partir daí, ela declarou que iria fazer história. Como vendedora, bateu todas as metas da empresa, vendo nisso um investimento para crescer dentro da rede. “Foi um período em que eu me dediquei muito ao trabalho, de fato era algo que eu queria ser a melhor e fazer da melhor forma”, afirma a empresária.

Camila, quais aprendizados trazidos pela sua mãe (e que foram absorvidos por você), são essenciais em sua trajetória pessoal e profissional?

Através da minha mãe conheci a empresa e percebi a oportunidade de ter minha independência financeira e crescimento profissional. Vi de perto o quanto a passagem dela pela Euro foi positiva para que ela alcançasse os seus objetivos e eu também quis apostar na empresa e me desenvolver para alcançar meus objetivos.

Em que momento você decidiu que poderia se tornar uma empreendedora?

Sempre foi meu sonho, mas, eu decidi iniciar minha trajetória empreendedora quando percebi que dominava os processos para fazer com que o negócio desse certo. Estudei muito o mercado para adquirir essa confiança e me dediquei muito desde o início para que eu pudesse ter cada vez mais conhecimento do segmento que eu gostaria de seguir. Acredito que o processo de empreender é muito mais complexo do que imaginamos. Mesmo eu pensando que estava pronta de fato só tive certeza do que eu ainda preciso aprender, na prática, vendo de perto o tamanho da responsabilidade.

O que foi mais inesperado nesse processo?

A pandemia. Sem dúvida desorganizou todos os meus planos. Mas sobreviver a ela é a maior prova de resiliência, de perseverança e de acreditar no meu sonho. Esse momento também me trouxe e está trazendo muitos aprendizados.

A sua entrada na Euro se deu no ano de 2015. Lembra como isso ocorreu?

Sempre quis trabalhar na Euro por que admirava muito a marca. Aos 21 anos fiz um processo seletivo e não passei, mas isso não me impediu de tentar de novo. Estudei o mercado, me especializei no assunto e algum tempo depois fiz outro processo seletivo em que fui aprovada. A partir daí, segui em busca de meus ideais, sempre determinada a fazer sempre o meu melhor em tudo.

Quais os grandes desafios que foram encarados por você até se tornar uma franqueada?

Os maiores desafios até aqui no meu ponto de vista é não desanimar e não desistir do que quero. Sou uma pessoa muito determinada e acredito que isso seja o meu diferencial. Mesmo quando as condições não estão favoráveis, sei o que quero e nunca desisto.

Como esses desafios lhe moldaram para a empreendedora que se tornou?

Aprendi a controlar o emocional, afinal, se desesperar diante de uma adversidade não é uma opção. Você não tem outra escolha a não ser procurar soluções para resolver.

Qual a importância da pesquisa de mercado para encontrar uma lacuna latente?

É muito importante porque conhecendo o mercado posso ter uma noção do todo, principalmente da concorrência e me organizar para desenvolver uma estratégia para neutralizar esses cases de mercado. A pesquisa de mercado me fez chegar até aqui sabendo mostrar os pontos positivos do meu produto e fazendo com que o cliente me escolha na hora de fechar sua compra.

Quais os pilares da Euro Colchões e que vai de encontro com aquilo que você acredita como empreendedora?

Honestidade, transparência e oferecer sempre o melhor. Não escolheria permanecer em uma empresa que não está de acordo com o que acredito como empreendedora e como pessoa.

O que é ser uma empreendedora em um país como o nosso em sua visão?

É ser corajoso, determinado, controlar o emocional e não ter medo de colocar a mão na massa. Não é fácil, mas não é impossível.

Quais os elementos que foram essenciais para a excelência do seu negócio?

O produto excelente, o conhecimento de mercado e a perseverança.

Como vislumbra os próximos meses para a sua operação como franqueadora da marca?

Nesse momento o foco é sobreviver a esse período complicado que o país como um todo está vivendo. Me sinto uma vitoriosa, afinal, estou com as minhas contas em dia, tocando meu negócio de forma positiva. Nesse momento o foco é evitar gastos e reter o máximo de capital.

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content