Como é investir hoje diretamente nos EUA

Caio Fasanella é graduado em Engenharia pelo Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia (IMT). Contribuiu como analista de investimentos, fusões e aquisições em instituições americanas como Bank of America e Moelis. Antes de se juntar a Nomad, foi founder & CEO da Balko, uma fintech de investimentos alternativos. Com a conta-corrente da fintech Nomad, é possível fazer transações internacionais de forma simplificada, enviar dinheiro para os Estados Unidos em poucos cliques. O cliente ainda conta com o atendimento em português, como se estivesse usando uma conta brasileira de um banco tradicional. A abertura da conta é feita pelo aplicativo, mediante o preenchimento de dados pessoais e a foto do passaporte brasileiro válido. Mesmo durante a pandemia onde residentes no Brasil não puderam viajar aos EUA, houve benefícios. Uma compra efetuada em qualquer e-commerce americano ou até mesmo uma reserva de hotel no exterior, por exemplo, com um cartão de crédito de banco tradicional brasileiro, gasta-se de 10% a 13% do valor total da compra, somente de spread cambial e IOF. Já com o cartão Nomad, a economia pode chegar a 10% do valor total gasto no cartão, além de ter acesso a produtos e serviços, como compras na Amazon ou Apple Store americana. Já para quem recebe dinheiro em dólares, como free lancers e youtubers, ter um número de conta americana permite que o dinheiro seja recebido sem taxas.

Por que investir no dólar ainda é a melhor forma de se prevenir em tempos de crise?

Em momentos de incertezas e instabilidades geopolíticas como estamos vivendo, é natural que os investidores procurem investimentos mais seguros, que, no jargão do mercado financeiro, são conhecidos como “safe havens”. O dólar acaba sendo um dos ativos mais procurados nesses momentos, dada a maior robustez, diversificação e resiliência da economia dos EUA. A procura por dólares faz com o que a moeda se valorize com relação às demais moedas do mundo. O DXY (US Dollar Index), o índice que mede a força do dólar contra as moedas das principais economias do mundo, está em suas máximas em quase 20 anos. Além disso, o banco central americano está realizando um movimento de aumento de juros para conter a inflação. Com isso, a demanda de investidores globais por dólares aumenta, e a moeda ganha potencial para valorizar-se ainda mais com relação a outras moedas (inclusive com relação ao Real brasileiro).

Você acredita que isso ainda perdurará por muito tempo?

Em geral, a expectativa é que o cenário de juros mais elevados nos EUA deva ser mantido pelo menos até o final de 2023, considerando as informações atuais e a incerteza sobre a gravidade de uma recessão nos EUA. Isto porque, de acordo com as declarações mais recentes do presidente do Fed, Jerome Powell, a autoridade monetária americana vai adotar as medidas necessárias para conter a inflação e trazê-la para um patamar mais usual de 2% ao ano. Então, a previsão é que se mantenha esse cenário de juros mais altos enquanto a inflação não indicar que está recuando em direção a um patamar entendido como saudável, o que só deve ocorrer no final de 2023.

Quais os principais passos para proteger o dinheiro em épocas de crise além da já mencionada?

Montar uma carteira de investimentos bem diversificada, com classes de ativos, moedas e geografias diferentes pode auxiliar na redução da volatilidade desses momentos de crise e estresse na economia global. Além disso, contar com uma parcela do seu patrimônio em investimentos no exterior tende a ser uma forma de mitigação dos riscos internos, principalmente em um ano de eleições presidenciais e de forte acirramento político.

Como a Nomad pode ajudar nesse sentido?

A Nomad tem por objetivo simplificar o acesso dos brasileiros a uma vida financeira global. Isso significa que, por meio do nosso app, você tem acesso a uma conta corrente americana com um cartão de débito, remessa de câmbio e, também, uma conta de investimentos para acessar ativos internacionais negociados nas bolsas de valores dos EUA.

Como funciona a conta Nomad, na prática?

Com o app da Nomad, você tem acesso a uma conta-corrente americana 100% funcional, que pode receber e realizar transferências internas (dentro dos EUA) e internacionais (para fora dos EUA). Em conjunto com a conta-corrente, temos o cartão de débito que é gratuito na versão digital e que também pode ser solicitado no formato físico. Além da conta-corrente, você também tem acesso a uma conta de investimentos para investir diretamente nas principais bolsas americanas. A abertura das contas é feita de forma 100% digital dentro do app, que pode ser realizada tanto com o passaporte quanto com documentos nacionais (como CNH ou RG). No app da Nomad, também é possível realizar as remessas de câmbio diretamente para suas contas, tanto a conta-corrente quanto a de investimentos. Lembrando que a remessa para fins de investimentos tem um IOF reduzido de 0,38%.

Quais transações podem ser economizadas pela conta Nomad?

Com a conta da Nomad, você economiza na hora viajar e realizar suas compras internacionais, com o dólar comercial e taxas mais competitivas que as casas de câmbio e cartões de crédito dos bancos tradicionais. E com o Nomad Pass, quanto mais remessas você faz, menos taxas você paga. Além disso, na hora de investir, você tem acesso à plataforma com os menores custos do mercado, não pagando corretagem e nenhuma taxa de serviço no momento.

Como o banco digital pode ajudar as pessoas a investir em ações nos EUA?

A conta de investimentos da Nomad permite que o brasileiro, mesmo que não seja um expert do mercado financeiro, consiga comprar e vender ações de forma simples e rápida. Tudo isso com o suporte e atendimento especializado totalmente em português.

Qual seria o valor para começar a investir nessa modalidade?

O valor mínimo de remessa para investimentos é de US$100,00.

A fintech lançou em maio uma plataforma de investimentos para compra e venda de ETFs. Fale um pouco mais sobre essa plataforma em específico.

A nova plataforma de investimentos da Nomad oferece acesso direto ao mercado americano. Como já mencionado, pelo app da Nomad você pode realizar a compra e venda de ações e ETFs individuais dentro de uma lista de ativos de curadoria da Nomad. O nosso app se diferencia por ter um sistema rápido e intuitivo, sem a necessidade de preencher aquela lista enorme de informações solicitadas no home broker tradicional. Com a plataforma da Nomad, você precisa digitar apenas o nome ou código da ação/ETF, o valor em dólares que deseja negociar daquele ativo e pronto, em poucos cliques você comprou ou vendeu ações, ou ETFs na Bolsa americana.

Os ETFs são uma boa oportunidade para escapar do chamado Risco Brasil?

Os ETFs são fundos de investimento negociados na bolsa de valores como se fosse uma ação. Em geral, esses fundos acompanham a performance de índices mais amplos, compostos por uma variedade de ativos. Por isso, com os ETFs é possível diversificar os investimentos com um único ativo. Assim, os ETFs negociados nas bolsas americanas podem ser uma forma interessante diversificar seu patrimônio em dólar e, dessa forma, mitigar os riscos internos.

Existem outras novidades que serão lançadas pela Nomad ainda em 2022?

O nosso time está sempre trabalhando em novidades e melhorias em relação aos nossos produtos. Mas, a grande novidade para o segundo semestre de 2022 é a sala VIP no Aeroporto Internacional de Guarulhos. A sala VIP da Nomad vai estar localizada dentro do terminal 3 (embarque internacional) e os clientes da Nomad e público, em geral, poderão usufruir de um lounge moderno e multifuncional que trará a melhor experiência para os viajantes, com a disponibilidade de alimentação, bebidas, áreas de descanso e lazer e a possibilidade de abertura de conta instantânea. A sala contará ainda com a prestação de serviços adicionais relacionados à própria viagem (como roteiro, concierge, dicas de cuidados, reservas), e também suporte in loco para eventuais necessidades.

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content