Edu Sani: “Tivemos o nosso melhor ano de faturamento”

AdsPlay Mídia Programática

Edu Sani é cofundador da AdsPlay Mídia Programática, atuando há 16 anos com Marketing Digital e Mídia online. Criador do podcast Programática na Veia e professor na ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), Sani é empreendedor serial – já teve sete empresas, entre elas: Uselink, Nightmap e Vuvuzela do Brasil, todas focadas em aproveitar oportunidades e preencher lacunas de mercado. Também é fundador da Programmatic Everywhere, onde atua como palestrante e professor de cursos de mídia programática. Formado em publicidade e propaganda pela FAM e Pós-Graduado em Gestão de Marketing na FAAP, trabalhou em grandes players de publicidade antes de ingressar no mundo das startups. O profissional elencou as tendências que o empreendedor deve acompanhar para garantir que seu negócio esteja preparado para o que está por vir que são: a Inteligência Artificial, o SEO (Search Engine Optimization), as pesquisas por voz, a integração e-commerce e redes sociais e o WhatsApp. “Levamos um susto em março do ano passado, quando grande parte dos clientes pediu para pausar as campanhas, como aconteceu em quase todo o mercado. Porém, com muito trabalho e educação ao mostrarmos que não era o momento de ficar com medo, mas sim de se posicionar e aumentar o investimento, ao invés de diminuir, muitos clientes aderiram à oportunidade e, como consequência, tiveram ótimos resultados”, afirma.

Edu, como o comportamento do consumidor afetou o marketing digital durante a pandemia?

O consumidor ficou muito mais tempo na internet, principalmente nas redes sociais e sites de notícias, sendo que a maior parte do acesso veio através do celular. Esse aumento de tráfego resultou em consumo e muitas empresas tiveram recordes de vendas online durante a pandemia.

Que resquícios desse comportamento estarão presente pós-pandemia?

Muitos consumidores se adaptaram a comprar online pela facilidade e vão manter esse modo de consumo, além do que, dentro das vendas de 2020, 20% foi composto por usuários que compraram online pela primeira vez, ou seja, existe um público novo consumindo online e acredito que esse comportamento se mantenha pós-pandemia.

A mídia programática tem gerado novos negócios nesse período?

A mídia programática fica atrás apenas do Google, Facebook e Instagram, em relação a investimento em compra de mídia, o que corrobora para a eficácia e a presença em praticamente todos os planos de comunicação e mídia. Nesse período de pandemia, tivemos aqui na AdsPlay um aumento de 152% no investimento em mídia programática por parte dos clientes.

Como a AdsPlay tem passado por essa turbulência?

Levamos um susto em março do ano passado, quando grande parte dos clientes pediu para pausar as campanhas, como aconteceu em quase todo o mercado. Porém, com muito trabalho e educação ao mostrarmos que não era o momento de ficar com medo, mas sim de se posicionar e aumentar o investimento, ao invés de diminuir, muitos clientes aderiram à oportunidade e, como consequência, tiveram ótimos resultados. Com isso, a Adsplay cresceu, contratamos 18 pessoas durante a pandemia e tivemos o nosso melhor ano de faturamento.

É uma vantagem competitiva ser uma startup em períodos como esse?

Sim. Como startup sem amarras com investidor, tomamos decisões rápidas, assim como as executamos. Isso facilita mudar a rota quando necessário, diferentemente de grandes empresas, que para fazer movimentos estratégicos podem levar meses.

Que pilar da sua empresa foi fundamental para nortear um caminho mais seguro durante a pandemia?

Para passar pelos dois meses iniciais e mais críticos, apertamos os cintos, cortamos custos e focamos em recuperar as vendas e investimos muito em conteúdo e marketing.

A pesquisa de voz é uma tendência do marketing digital e que foi elencada por você para 2021. Qual será o impacto desse meio de pesquisa nos negócios digitais?

Nenhuma, pois, tanto pesquisa via texto ou áudio, mostram o mesmo resultado, ou seja, o resultado que o usuário está buscando. Com isso, os anúncios vêm juntos como já ocorre atualmente.

Como as empresas devem se manter alinhadas para tirar o máximo proveito desse meio?

É importante que elas tenham campanhas integradas de Google Ads e Programática, utilizando segmentações contextuais.

O WhatsApp ainda é o rei dos mensageiros nesse cenário?

Sim, hoje é a plataforma mais utilizada pelos brasileiros para troca de mensagem, sendo que também tem um grande potencial de atração de clientes e vendas.

Acredita que o WhatsApp Business é a maior mudança dessa plataforma em 2021?

É difícil dizer, pois, a ferramenta passa por atualizações frequentemente, assim como desenvolve novas features a todo momento.

A Inteligência Artificial deixará algum setor em xeque este ano?

Ouvi recentemente de uma amiga palestrante, o seguinte: se você não quer ser substituído por um robô, não trabalhe como um robô. Sim, a Inteligência Artificial pode deixar setores e profissionais em xeque, talvez eletrônicos seja um dos principais nesta situação, porém, se desenvolvido, pode potencializar ainda mais os negócios e gerar resultados fantásticos.

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content