Fernanda Gazal: “Relacionamentos interferem no nosso comportamento”

Fernanda Gazal

Fernanda Gazal é formada em administração de empresas e especialista em consultoria de imagem, marketing de moda, empreendedorismo, body language e comunicação. Mora desde 2016 em Sydney, na Austrália, onde fundou a The Evolve Company, empresa focada em cursos e especializações de desenvolvimento pessoal, mindset, imagem, comunicação e branding. Criadora do método Superself, uma proposta, única e exclusiva, que vê a Imagem Pessoal por uma perspectiva 360°, auxiliando, com clareza, mulheres a conquistarem seus sonhos, descobrirem suas identidades e propósitos e a assumirem o controle de suas vidas através de seu estilo, imagem pessoal, mindset, postura e comunicação. Ao longo do ano de 2020, a empresária curitibana ajudou mais de 500 mulheres ao redor do mundo trabalhando dentro delas as mudanças necessárias para se tornarem realizadas dentro de suas realidades em seus cursos e mentoria nas redes sociais construindo uma marca de esperança, entusiasmo e novas possibilidades para as pessoas. Em seu Instagram (@fernandagazaloficial), a influenciadora reúne mais de 32 mil seguidores, que buscam conhecimento e acompanham a sua rotina vivendo na Austrália. “Defina quais são as suas prioridades no dia a dia e tire um tempo para refletir e arquitetar essa nova imagem”, afirma a consultora de imagem.

Fernanda, como o mindset pode influenciar no dia a dia de uma pessoa?

O mindset nos influencia desde a hora que a gente acorda até a hora de dormir! Nossa mentalidade direciona as nossas ações, as nossas decisões, o nosso posicionamento, como vamos nos relacionar com as pessoas e, inclusive, a forma com que nos valorizamos. Então, ele é peça essencial no sucesso e no desempenho de tudo que fazemos.

Qual a importância da imagem para as mulheres em especial?

A imagem para as mulheres é muito importante para passar o que realmente ela é. A nossa imagem interfere diretamente na nossa autoestima e na nossa autoconfiança. Quando uma mulher tem alguma distorção de imagem pode prejudicar diretamente seus relacionamentos, tanto pessoais, quanto os profissionais. Nem sempre temos a oportunidade de nos posicionar ou nos comunicar como gostaríamos, e a imagem que elaboramos nos dá essa chance!

Como um mindset negativo pode atrapalhar essa imagem que ela tem de si mesma?

Um mindset negativo pode distorcer qualquer realidade, porque ele nos afasta dos fatos e impacta diretamente nas nossas atitudes e na nossa postura. Pode gerar consequências paralisantes e, principalmente no caso das mulheres, criar histórias que não existem sobre sua própria realidade. As pessoas podem entrar em um looping tão negativo, que muitas vezes podem chegar a um processo de ansiedade e depressão.

Quais as saídas para que ela possa se afastar desse mindset tóxico?

Eu acho que a primeira delas é querer, e, pelo menos ter essa intenção de sair dele. Porque quando a gente não quer, a gente não consegue mudar. E isso vai exigir uma mudança em alguns pequenos padrões, como exercitar a gratidão em todas as situações da nossa vida, desde a hora que a gente acorda e já começa a pensar nas coisas boas e positivas que existem. Deixe de lado o mindset tóxico que já nos acorda dando a sensação de cansaço, que o dia será difícil e que teremos muitos desafios. Outra atividade para começar a fazer é procurar coisas positivas em qualquer situação, assim você vai começar a reprogramar seu mindset e seus padrões mentais. Comece também a trocar palavras, por exemplo, use ‘desafiador’ ao invés de ‘difícil’, ‘possível’ no lugar de ‘impossível’, ‘problema’ por situação’ e ‘preço’ por ‘valor’. As palavras também tem um grande poder no mindset tóxico.

Por último, o que eu acredito ser a mudança mais poderosa, é começar a se aproximar de pessoas que têm o que a gente gostaria, pessoas que já se posicionam, que já tem o comportamento que estamos buscando.

Cercar-se de pessoas com uma visão positiva é essencial para essas mulheres?

Com toda certeza! Os nossos relacionamentos interferem diretamente no nosso comportamento. Então, começar a se aproximar de pessoas que têm visão e atitudes positivas acaba nos contagiando e despertando o desejo de fazer parte, pertencer a esse grupo, e isso, claro, também interfere diretamente no nosso comportamento.

Outro ponto são as distrações. Como se livrar de distrações que não irão enriquecer as suas respectivas vidas?

Acredito que a distração é o maior problema da nossa geração. É muito importante traçar qual o seu objetivo nesse momento e a partir desse ponto fazer uma peneira de tudo o que você consome, tudo o que acessa e descobrir tudo o que está interligado e o que não está contribuindo para que o seu objetivo seja alcançado. É preciso eliminar tudo o que está dificultando o acesso a esse tipo de informação. No Instagram, por exemplo, parar de seguir pessoas que acabam te frustrando, que mostram uma vida muito diferente da sua e que te faz mal, pode ser uma solução. Comece também a dizer ‘não’ para qualquer convite que você sabe que não é bom, que não vai agregar na sua vida. Quando começamos a dizer ‘não’ para as pessoas, começamos a dizer ‘sim’ para nós mesmos!

Como se deu a criação da The Evolve Company?

A Evolve nasceu no comecinho de 2018 de um sonho muito grande que eu tinha de poder trabalhar com consultoria de imagem aqui na Austrália. Naquela época eu tinha acabado de sair de um emprego de garçonete e bartender e eu tinha me mudado para uma cidadezinha do interior do país e realmente, as possibilidades de trabalhar com consultoria de imagem, eram quase nulas. E foi aí que eu decidi me desafiar e começar a oferecer esse tipo de serviço de forma online, já que era um serviço que praticamente não existia. Então por não ter opção, eu comecei a usar a criatividade para desenvolver novos métodos. E, aos poucos, isso foi acontecendo, foi crescendo e eu comecei a juntar não só consultoria de imagem, como inúmeras outras referências de relacionamentos, comunicação e sonhos que eu acreditava demais. E aos poucos comecei a desenvolver a minha própria metodologia e a Evolve foi acontecendo e se concretizando. Começou na Austrália e hoje a gente atende clientes no mundo inteiro.

Qual o principal norte da sua empresa?

O nosso maior objetivo é trazer, de uma forma simples e muito acessível, a possibilidade das mulheres em encontrar clareza no que elas são e no que elas realmente querem para suas vidas, dar a oportunidade de sonhar e de transformar esse sonho em realidade. Tornar as mulheres independentes em sua realidade atual por meio de sua imagem pessoal, de seu estilo, da sua comunicação e de todos os seus relacionamentos.

Quais são os pilares que essas mulheres têm para buscar a mudança que almejam?

Pilares são sonhos, imagem pessoal, estilo, comunicação e relacionamento. Acreditamos que todas essas coisas estão interligadas e quando conseguimos trabalhar entre elas de uma forma consistente, a nossa mensagem é passada com muito mais clareza, assim conseguimos viver de uma forma muito mais autêntica e muito mais perto dos resultados que almejamos.

Fale um pouco mais sobre o método Superself.

É um método exclusivo, porque não existe nenhuma outra metodologia no mundo todo que engloba todas essas áreas de uma forma que elas conversem entre si, que a gente comece a sentir resultados desde o começo. Se trabalharmos somente com estilo, imagem pessoal ou com comunicação, por mais que a gente tenha toda a técnica de tudo isso, se o mindset não está alinhado, se os nossos sonhos não estão alinhados, se tudo que a gente espera pra nossa vida não está alinhado, os nossos resultados não vão ser consistentes. Não vamos conseguir sustentar isso por muito tempo, porque uma coisa é fato, a nossa vida vai mudar sempre. E, junto com as mudanças da nossa vida, muda o nosso estilo, mudam os nossos objetivos, mudam as nossas prioridades. E quanto mais a gente conhece de si mesma, mais a gente consegue refletir e caminhar por todas essas áreas de uma forma muito mais leve e muito mais autêntica. Então, o método do Superself traz a liberdade de a mulher conseguir usar todas essas referências em qualquer momento da sua vida, a seu favor, sem necessariamente ter essa dependência da moda, ter essa dependência de muitas técnicas, porque ela vai se conhecer em qualquer que seja o momento da sua vida.

Uma imagem ainda vale mais que mil palavras?

Tem uma frase do Roberto Justus que eu gosto muito, que é “não basta ser, é preciso parecer”. E quando a gente consegue representar na nossa imagem tudo aquilo que a gente é, não precisamos abrir a boca. Eu acredito, sim, que uma imagem vale muito mais do que mil palavras e que quanto conseguirmos dominar a nossa imagem, mais a dominaremos os lugares que a gente frequenta e as oportunidades que a gente é capaz de abrir.

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content