Anúncios
Sua Página
Fullscreen

Fraudes online em veículos: enorme prejuízo

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Dentro do território brasileiro, ao longo do ano de 2023, aproximadamente 91 mil golpes foram realizados na compra e venda de veículos online. Segundo estudo da OLX, os brasileiros perderam R$2,7 bilhões em negócios com pessoas mal intencionadas. Ainda segundo a pesquisa, no comparativo com 2022, foi registrada uma queda de 60% nos golpes. O segmento mais atingido pelos falsos vendedores foi o carro, com 64% das fraudes, seguido pelas motos, com 31% dos crimes e caminhões com apenas 5%.

Com o elevado índice de golpes no mercado de modelos usados ou seminovos, somado à alta demanda, é natural que dúvidas e inseguranças surjam para os consumidores quando buscam comprar um carro ou uma moto usada, ainda mais com números tão preocupantes de fraudes. Pensando justamente nisso, a Olho no Carro, maior plataforma de consulta veicular para pessoas físicas do país, separou algumas dicas para garantir uma compra mais segura, principalmente considerando as vendas realizadas em plataformas virtuais ou por pessoas físicas. A compra de um veículo é um investimento alto, as possibilidades são múltiplas e as chances de sofrer golpes ou prejuízos financeiros não devem ser deixadas de lado. Dessa forma, como saber qual negócio é o melhor para você?

Marcas e modelos com mais golpes na praça

O levantamento da OLX mostra que as marcas mais visadas por fraudadores no ano passado foram Chevrolet, Volkswagen, Fiat e Toyota. Tendo como modelos mais cobiçados: Celta e Gol (9%), Palio (6%), Corsa (5%), Uno e Corolla (4%), Hilux, Onix e Civic (3%) e HB20, Saveiro, Strada e Ka (2%). Saber quais modelos são mais frequentemente alvo de golpes pode ajudar a redobrar a atenção ao considerar esses veículos.

Anúncios

1. Fique atento aos preços anunciados

Ao analisar as ofertas disponíveis no mercado, é natural que a maioria dos anúncios apresentem preços numa mesma margem. Muitas vezes, ofertas com valores abaixo do esperado podem parecer tentadoras, mas elas também podem ser um sinal ruim para o comprador. Pensando nisso, tome cuidado! Anúncios com valores muito baixos podem ser sinônimo de golpes ou, até mesmo, de veículos em mau estado de conservação.

Quando um preço parece bom demais para ser verdade, isso geralmente indica que há algo errado. Pode ser um golpe clássico onde o vendedor tenta atrair compradores rapidamente e depois desaparece com o dinheiro. Portanto, sempre compare os preços dos veículos similares no mercado e desconfie de valores muito abaixo da média.

2. Pesquise sobre o vendedor

Para garantir uma compra mais segura, é importante que você faça uma pesquisa prévia sobre o vendedor do veículo que você quer comprar. Especialmente nas vendas realizadas de forma online, sempre existe a chance de que o anunciante esteja falsificando sua identidade. Por isso, fazer uma pesquisa na internet pode ser essencial para entender a credibilidade do anúncio.

Verifique se o vendedor possui um histórico confiável. Use ferramentas de busca para procurar por avaliações ou comentários de outros compradores. Em plataformas de vendas online, veja as avaliações do vendedor. Uma reputação sólida pode indicar um vendedor confiável, enquanto a falta de informações ou avaliações negativas pode ser um sinal de alerta.

Anúncios

3. Não pague nada adiantado

Você pode se deparar com a situação de o vendedor te pedir algum pagamento adiantado, como uma forma de sinal e de garantia do seu interesse em comprar o veículo anunciado. No entanto, é sempre recomendável que não seja efetuada nenhuma movimentação financeira antecipadamente, afinal, isso pode ser um golpe e o suposto vendedor pode sumir com o seu dinheiro sem que o veículo seja de fato vendido para você.

Sempre insista em ver o veículo pessoalmente e nunca envie dinheiro antes de ter certeza da autenticidade da venda. Pagar adiantado pode ser arriscado e é uma prática comum entre golpistas que se aproveitam da confiança dos compradores.

4. Conheça o veículo pessoalmente

Muitas vezes, os vendedores te pressionam a fechar logo o negócio, alegando, por exemplo, que existem outros clientes interessados no mesmo anúncio. No entanto, busque conhecer o veículo pessoalmente antes de comprá-lo. Dessa forma, você poderá ter uma melhor noção do estado de conservação dele, conferindo se não existem arranhões, marcas de batidas e reparos ou sinais de má conservação.

Leia ou ouça também:  Bruno Garboci fala sobre os objetivos da Empresta

Além disso, quando for conferir presencialmente o produto, peça para fazer um test drive. É nesse momento em que você conseguirá ter um melhor parâmetro em relação ao funcionamento do veículo, desde o motor e os freios até a suspensão. Dessa forma, você poderá evitar futuras dores de cabeça e gastos.

5. Verifique o histórico do veículo

Antes de finalizar a compra, não deixe de verificar informações referentes ao histórico do veículo. É nessa etapa em que você conseguirá saber de forma mais certeira se existe algum problema maior por trás daquele anúncio, tal como passagens por leilão, roubos ou problemas legais. Ter a documentação em dia e um bom histórico são cruciais para que a compra seja segura.

A verificação do histórico do veículo pode incluir checar se ele já foi envolvido em acidentes graves, se há multas pendentes, se o veículo é legalmente registrado, entre outros detalhes importantes. Utilizar serviços especializados que fornecem relatórios detalhados pode ser uma medida eficiente para evitar surpresas desagradáveis.

6. Use plataformas de consulta veicular

A Olho no Carro pode te ajudar a ter mais segurança na hora de procurar e comprar um veículo seminovo ou usado. Através da placa ou do número do chassi, a plataforma é capaz de levantar cerca de 30 informações sobre o veículo, como o preço-médio de sua venda, a opinião de donos do mesmo modelo, se o carro/moto em questão passou por alguma situação de roubo ou leilão, se já participou de algum recall e muito mais. Também é possível saber preços de peças e revisões e a opinião de outros donos que possuem o mesmo modelo. Alguns desses serviços são oferecidos de forma gratuita, sendo que o pacote completo de informações custa R$59,90.

Anúncios

7. Faça a negociação em locais públicos e seguros

Por último, mas não menos importante, ao marcar encontros para ver o veículo e possivelmente fechar negócio, sempre escolha locais públicos e movimentados. Isso pode incluir estacionamentos de shoppings, postos de gasolina ou qualquer outro lugar onde haja a presença de outras pessoas. Essa prática pode ajudar a evitar situações de risco e garantir a segurança tanto do comprador quanto do vendedor.

Realizar a negociação em locais seguros minimiza a chance de você ser enganado ou sofrer algum tipo de assalto. Além disso, leve um amigo ou familiar para o encontro, o que pode servir como uma camada extra de segurança.

Conscientização e informação

A compra de veículos usados ou seminovos pela internet tem se tornado cada vez mais comum, mas é fundamental adotar medidas preventivas para evitar golpes. Com os números alarmantes de fraudes registrados no Brasil, todo cuidado é pouco. Seguir as dicas mencionadas, como ficar atento aos preços, pesquisar sobre o vendedor, não pagar nada adiantado, conhecer o veículo pessoalmente, verificar o histórico, usar plataformas de consulta veicular e fazer a negociação em locais públicos e seguros, pode fazer a diferença entre uma compra segura e uma dor de cabeça futura.

A conscientização e a informação são suas melhores aliadas para garantir que você faça um bom negócio, sem surpresas desagradáveis. Portanto, não deixe de ser cauteloso e de seguir as orientações mencionadas para que a sua experiência de compra seja positiva e livre de fraudes.


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights