Gustavo Pozzato: “Estamos vivendo a era da transformação digital”

 Gustavo Pozzato

Segundo dados da SamyRoad, agência global de influencer marketing e social media para grandes marcas, o Brasil conta 920 mil influenciadores com mais de cinco mil seguidores, que hoje estão reclusos, e precisam de um espaço para a produção do seu conteúdo. E é nesse momento que o lar doce lar pode virar um pesadelo por não ter a luz adequada ou uma decoração adequada para seu público-alvo. E é visando atender este público que o empreendedor Gustavo Pozzato criou o 1comodo, startup especializada em transformar espaços em instagramáveis em 10 dias ou devolve o dinheiro para o cliente. “80% da população brasileira não possui acesso a profissionais capacitados para reformarem seus lares, o que os leva à prejuízos absurdos e muitas frustrações. E com a 1comodo vou quebrar esse paradigma, mostrando que com gestão de processos é possível transformar seu sonho em realidade dentro do prazo”, pontua. Como funciona – O processo conta com três etapas. Na primeira, o cliente acessa o site e informa o que deseja reformar e com o suporte de uma equipe de arquitetos chega ao valor de investimento ideal para transformar seu sonho em realidade. O segundo é a elaboração do projeto em 7 dias úteis que, com o sinal verde, inicia a terceira fase, de execução da obra e entrega da reforma em 10 dias úteis ou o dinheiro será devolvido.

Gustavo, como enxerga a arquitetura num mundo cada vez mais conectado?

Há quatro anos falo que cada vez mais as casas vão ficar inteligentes e nos últimos dois anos está vindo uma enxurrada de gadgets para tornarem a rotina e dinâmicas em nossas residências mais fáceis. Um exemplo disso é a Amazon, líder neste setor no mercado brasileiro, e que está se tornando isso acessível e alavancando a era das casas conectadas e inteligentes em nosso país.

Por que a criatividade é essencial para o seu ofício?

A criatividade é essencial porque cada vez mais as tecnologias vão nos permitir fazer coisas incríveis dentro de nossas casas e isso vai impactar diretamente na forma de usar os espaços.

Qual o papel das experiências nos trabalhos formulados por você?

Tornar os ambientes funcionais, bonitos e com entrega extremamente rápida para reduzir desperdícios e retrabalhos e, como consequência, o cliente não ter dor de cabeça.

O ecossistema das construtechs no Brasil está crescendo ano a ano. Quais os pontos mais interessantes desse crescimento?

A profissionalização de um setor arcaico que não evoluiu na mesma velocidade que a indústria. Mas, nos últimos quatro anos, vem se aprimorando com a aplicação da tecnologia.

Considera esse movimento como uma revolução?

Sim, estamos vivendo a era da transformação digital do setor que está cada vez mais buscando racionalização e produtividade com a aplicação da tecnologia.

Quando surge a 1comodo?

Surgiu da minha vivência de mercado, depois de constatar, após 14 anos atuando como arquiteto, que mais de 80% da população brasileira sofre com o sonho de reformar seu lar, que muitas vezes vira um verdadeiro pesadelo.

Quais os principais pilares da sua construtech?

Industrialização e modulação dos processos construtivos para ganhar produtividade.

Como funciona a operação da 1comodo na prática?

Usamos a palavra planejamento na veia. Aqui, acordamos todos os dias pensando em como podemos ser mais produtivos e ter menos atrito entre o cliente e sua reforma.

Qual o maior desafio que o projeto Mansão AutoHaus lhe impôs?

Os seguintes pontos: o projeto ser realizado num período de dois meses, entre o projeto e a obra, com budget fixado e que fosse instagramável.

O que essencial quando um projeto impactante é feito com o menor custo possível?

Usar a criatividade para se ter o melhor resultado estético gastando o mínimo possível.

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content