Sua Página
Fullscreen

Ligações ocultas entre Cervantes e Shakespeare

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Miguel de Cervantes e William Shakespeare são dois dos mais renomados escritores da história da literatura. Embora eles nunca tenham se encontrado pessoalmente, há muitas evidências que sugerem que eles tiveram contato indireto e influenciaram um ao outro em suas obras.

Uma das ligações ocultas entre Cervantes e Shakespeare pode ser encontrada em uma das obras mais famosas de Cervantes, Dom Quixote. Embora a obra seja considerada um clássico da literatura espanhola, há muitos elementos nela que sugerem uma influência de Shakespeare.

Por exemplo, a forma como Cervantes constrói a personalidade do protagonista, Dom Quixote, tem muitas semelhanças com personagens shakespearianos como Hamlet e Macbeth. Todos eles são retratados como indivíduos atormentados por questões existenciais e que lutam para encontrar o seu lugar no mundo.

Além disso, a obra de Cervantes apresenta muitas cenas de diálogo que lembram as peças de teatro de Shakespeare. Dom Quixote e seu fiel escudeiro, Sancho Pança, frequentemente discutem sobre questões filosóficas e existenciais de maneira similar às conversas entre personagens em peças como Hamlet e Rei Lear.

Outra possível ligação entre Cervantes e Shakespeare é o fato de que ambos teriam sido expostos às mesmas fontes literárias. Há muitas histórias e lendas que eram populares na Europa do século XVI, e muitas delas teriam sido conhecidas tanto por Cervantes quanto por Shakespeare.

Por exemplo, ambas as obras apresentam personagens que são inspirados em figuras mitológicas, como a deusa Diana em Dom Quixote e Titânia em Sonho de uma noite de verão. Além disso, as duas obras também apresentam personagens que são inspirados em histórias populares da época, como o personagem Falstaff em Henrique IV, de Shakespeare, que se assemelha ao personagem Sancho Pança em Dom Quixote.

Embora essas ligações possam ser interpretadas como meras coincidências, muitos especialistas acreditam que há uma conexão real entre Cervantes e Shakespeare. Um argumento em favor dessa teoria é o fato de que a obra de Cervantes foi publicada em espanhol, mas rapidamente se tornou popular em toda a Europa, incluindo a Inglaterra, onde Shakespeare era ativo como escritor e ator.

Outra evidência de uma possível conexão entre os dois escritores pode ser encontrada nas traduções das obras de Shakespeare para o espanhol. Embora Shakespeare não tenha sido amplamente lido na Espanha durante o século XVII, algumas de suas obras foram traduzidas para o espanhol, o que sugere que ele era pelo menos conhecido na Espanha na época.

Embora não haja uma evidência concreta de que Cervantes e Shakespeare tenham se encontrado pessoalmente ou se comunicado diretamente, há muitos elementos em suas obras que sugerem uma influência mútua. De qualquer forma, a conexão entre os dois escritores é um tópico fascinante para estudos literários e continua a intrigar os pesquisadores até hoje.

Última atualização da matéria foi há 3 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content