Sua Página
Fullscreen

Marketing de influência passa por revolução

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

A indústria de influenciadores digitais no Brasil está em pleno crescimento, com mais influenciadores do que advogados e médicos, totalizando cerca de 10,5 milhões de pessoas, de acordo com dados da pesquisa desenvolvida pela Nilsen. Nesse cenário, o setor de marketing de influência tem se destacado, movimentando mundialmente quase R$ 80 bilhões em 2022, conforme relatório publicado pela Business Insider. No entanto, apesar do potencial promissor, a CEO da Likefy, Thaís Zacharias, ressalta a necessidade de regulamentação nesse mercado em constante evolução.

O Brasil é o terceiro país do mundo em utilização de redes sociais, com plataformas como YouTube, Instagram, Facebook e TikTok liderando a revolução digital, de acordo com levantamento realizado pela Comscore. Esse cenário de expansão traz consigo desafios, como a falta de padronização nos cachês dos influenciadores e a imprecisão na taxa de conversão do investimento. Thaís Zacharias enfatiza a importância de seu trabalho e da Likefy nesse contexto, destacando que a empresa busca trazer assertividade e segurança nas parcerias entre marcas e influenciadores.

A classificação dos influenciadores com base no número de seguidores é uma prática comum, dividindo-os em nanoinfluenciadores, com até 10 mil seguidores, e celebridades, com mais de um milhão. No entanto, Thaís ressalta que essa abordagem pode levar a discrepâncias significativas no mercado. “Os influenciadores menores, muitas vezes, não têm uma noção precisa de quanto cobrar e podem basear suas decisões na experimentação em vez de análises. Por outro lado, as empresas que não estão familiarizadas com o mercado podem acabar fazendo investimentos muito maiores do que a conversão de vendas do produto justificaria,” diz Thaís.

A Likefy se destaca nesse contexto ao empregar inteligência artificial para mapear influenciadores de acordo com o perfil da marca e o público-alvo. A CEO da empresa destaca que a ferramenta da Likefy já analisou mais de oito milhões de influenciadores em todo o mundo, com mais de 500 mil influenciadores profissionais no Brasil. A análise da Likefy não se limita apenas à produção de conteúdo, mas também considera a periodicidade de postagens e o engajamento, o que permite oferecer métricas mais eficientes.

As parcerias entre marcas e influenciadores podem assumir várias formas, incluindo publicações patrocinadas, produtos licenciados, takeover e UGC (conteúdo gerado pelo usuário), liveshop e colaborações. Nesse contexto, a CEO da Likefy ressalta as vantagens de ter uma empresa especializada para intermediar, monitorar e apresentar resultados. “Cuidamos do planejamento, da estratégia e até da parte contratual da campanha. Além de evitar possíveis conflitos entre as partes durante as negociações, garantimos transparência e preços justos, muitas vezes resultando em até 50% de economia no orçamento,” diz Thaís.

Leia ou ouça também:  Carmen Fonseca abre exposição no Espaço Cultural Mercedes-Benz em Portugal

Um caso exemplar apresentado pela CEO da Likefy envolveu uma marca que solicitou um orçamento a uma nanoinfluenciadora, recebendo uma proposta de R$7 mil. Ao utilizar os serviços da Likefy, o preço fechado foi de R$3 mil, e a marca ainda recebeu uma lista de outros influenciadores na mesma cidade com um engajamento semelhante ou maior. Essa abordagem demonstra a importância de entender a dimensão de cada influenciador para obter resultados satisfatórios dentro de um orçamento específico.

Além de proporcionar economia, a Likefy oferece dados na plataforma que permitem o acompanhamento do desempenho de todas as publicações, fornecendo maior previsibilidade dos resultados e a possibilidade de ajustar o conteúdo durante a campanha. Essa abordagem orientada por dados contribui para a eficácia das campanhas e a satisfação tanto das marcas quanto dos influenciadores.

Em um mercado em constante evolução, a CEO da Likefy, Thaís Zacharias, destaca a importância da regulamentação e da busca por maior transparência e segurança nas parcerias entre marcas e influenciadores. Com um setor de marketing de influência em crescimento exponencial no Brasil, a Likefy se destaca como uma solução que não apenas otimiza a gestão de contratos, mas também oferece uma abordagem baseada em dados para maximizar o impacto das campanhas de influência. Com a visão e a expertise de profissionais como Thaís Zacharias, o mercado de marketing de influência no Brasil tem potencial para se tornar mais profissional e eficiente, beneficiando tanto as marcas quanto os influenciadores e, por fim, os consumidores.

Última atualização da matéria foi há 4 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content