Martin Ferrari: “Continuamos com o nosso desenvolvimento tecnológico”

Os sócios

Fundada em 2010, a 123Seguro é a empresa Insurtech com maior presença operativa na América Latina. Oferece serviços como broker digital em países como Argentina, Chile e Colômbia. Em 2020 foi eleita pela CB Insights uma das 70 empresas que estão transformando a distribuição de seguros no mundo. Entre seus investidores figuram MeLi Fund (Mercado Livre), NXTP Ventures e Alaya Capital Partners. Com 10 anos de experiência no setor de seguros, a empresa Insurtech, que lidera seu segmento na Argentina, Colômbia e Chile, desembarca no território de maior mercado da região e se consolida como a Insurtech com maior projeção na América Latina. “Chegar ao Brasil sempre foi um desafio para nós, visto que é um mercado com grande potencial e oportunidades para o setor de seguros. Encerramos o ano de consolidação do setor de Insurtech na região e entramos no ano de expansão definitiva”, afirmou Martin Ferrari, CEO e cofundador da 123Seguro. Dessa forma, a 123Seguro ampliará sua oferta de seguros de vida, comercial e de automóveis, além de sua capacidade de trabalhar com as maiores seguradoras do mercado brasileiro. Outro detalhe: com a aquisição da Seguro.com.vc, empresa com sede na cidade de São Paulo, a 123Seguro entra no mercado brasileiro, onde o setor de seguros gerou 45 bilhões de dólares em 2019, segundo o estudo “O mercado de seguros da América Latina” da MAPFRE Economics.

Martin, quais foram os principais ingredientes que tornaram a 123Seguro a empresa Insurtech com maior presença na América Latina?

O principal ingrediente é que desde o início, há 10 anos, sempre colocamos o cliente em primeiro lugar na lista entre todos os players do setor. Além disso, o desenvolvimento tecnológico, a cultura corporativa e o talento humano são ingredientes que nos permitem focar na oferta de um produto e atendimento de qualidade. Desde o processo de cotação e comparação de apólices, até o reporte e resolução de reclamações.

Como se encontra o mercado de Insurtechs na região?

Na região, uma característica muito interessante do ecossistema Insurtech é o seu espírito colaborativo, ao contrário do que pode ser observado em outras fintechs verticais.

Segundo informações da Digital Insurance Latam, o ecossistema da Insurtech na América Latina é formado por 281 empresas, das quais 37% estão localizadas no Brasil. Durante 2020, apesar do contexto global, observou-se um processo de amadurecimento do setor, em que as empresas tradicionais já começaram a investir e onde surgiram os primeiros unicórnios nos mercados europeu e norte-americano.

Quais os maiores desafios desse setor?

O principal desafio das empresas Insurtechs na região é a possibilidade de atingir mais usuários através da criação de alianças estratégicas com seguradoras tradicionais. Enquanto, para estas, as alianças permitiriam enfrentar desafios tecnológicos e a redução de margens através do desenvolvimento de novos negócios.

Liderar um mercado como esse requer o quanto de inovação?

A principal inovação das Insurtechs é que abandonaram o modelo anterior de colocar o cliente por último para colocá-lo no centro de suas operações. Por sua vez, as Insurtechs utilizam avanços tecnológicos e adotam plataformas digitais para oferecer novas experiências aos nossos clientes. Nesse sentido, a capacidade dos atores tradicionais do setor em reconhecer essas novas possibilidades e trabalhar em conjunto com as Insurtechs vai gerar novas oportunidades.

O que foi fundamental para vinda da 123Seguro para o Brasil?

Alcançar um mercado de 210 milhões de habitantes, que representa 32% da América Latina, sempre representou para nós um desafio, mas também uma excelente oportunidade. O fundamental foi a confiança no nosso desenvolvimento tecnológico e no nosso talento humano para enfrentar este desafio. Além disso, nossa chegada se dá no contexto de um processo de expansão regional que iniciamos em 2016 na Colômbia, depois no Chile em 2019 e finalmente agora no Brasil, onde poderemos operar em todo o território e esperamos poder aproximar nossos produtos e atendimento ao cliente dos usuários em todo o país.

A 123Seguro é líder na Argentina, na Colômbia e no Chile. Liderar o maior país da região é o próximo passo?

Liderar nosso segmento nos mercados em que atuamos é resultado de um processo que iniciamos há 10 anos e no qual trabalhamos todos os dias para aprimorá-lo. Claro que nosso objetivo também é liderar no Brasil, mas dentro desse trabalho diário.

Como a experiência do cliente molda os serviços oferecidos pela empresa?

A influência da experiência do cliente é fundamental para nós. Na 123Seguro colocamos o cliente final no centro, o que nos permite conhecer a sua realidade, as suas necessidades e aprender constantemente. Com a experiência deles, usamos os dados para otimizar nossa plataforma, que usa o machine learning para ajudar o usuário a selecionar a política apropriada. Além disso, melhorar continuamente o atendimento ao cliente por meio de um sistema NPS (Net Promoter Score) com o qual medimos a satisfação do usuário em cada uma das interações. A experiência dos clientes com a nossa plataforma, graças à combinação do nosso desenvolvimento tecnológico e talento humano, é o que nos permite continuar a liderar o segmento.

O que não pode faltar nessa experiência?

O principal da nossa proposta na experiência do usuário é o atendimento ao cliente na ocorrência de sinistro, desde a possibilidade de denúncia por múltiplos canais até a sua resolução. Outro eixo fundamental é que nossos assessores acompanhem o usuário em todo o processo de seleção, cotação, contratação e ativação de uma apólice de seguro, para dirimir suas dúvidas e questionamentos.

A 123Seguro pretende ampliar sua oferta de seguros de vida, comercial e de automóveis aqui no Brasil?

A princípio vamos oferecer a possibilidade de adquirir produtos de seguro de automóveis e depois esperamos chegar com a proposta de seguro comercial e de vida.

Como a empresa tem passado pela pandemia?

Como empresa, apesar da pandemia, continuamos com o nosso desenvolvimento tecnológico, naturalmente nos adaptando aos protocolos estabelecidos pelas autoridades governamentais. Quando a pandemia começou, já tínhamos tecnologias como Inteligência Artificial e Chatbots para nos comunicarmos com os usuários durante os meses de bloqueio. Além do atendimento ao cliente, também aprofundamos nossos desenvolvimentos em termos de segurança cibernética.

Atento ao contexto, em agosto de 2020 lançamos no mercado argentino, em aliança com a Chubb, nosso produto de seguro comercial com foco especial em PMEs, para acompanhar empresários que passaram por momentos muito difíceis durante a quarentena.

Por outro lado, como organização, em março de 2020 fizemos a transição para trabalho remoto em todos os mercados onde atuamos e, como já tínhamos os processos internos digitalizados, conseguimos sustentar nossa operação sem problemas.

Quais os planos da 123Seguro para 2021 (além do foco no mercado brasileiro)?

Além de iniciar as operações no mercado brasileiro, em 2021 pretendemos levar à Colômbia e ao Chile – os demais mercados onde atuamos – nossa oferta comercial e de seguros de vida, e ampliar a base de clientes em 75% por meio do crescimento orgânico.

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content