Nivaldo Amorim: “O crescimento desse mercado é grande”

Nivaldo Amorim

A busca por praticidade se tornou uma necessidade, principalmente no último ano. É fato que as restrições ao funcionamento dos estabelecimentos, dada pela pandemia, fez com que o comércio online se tornasse essencial no ano atípico que foi 2020. Uma pesquisa realizada pela ACI Worldwide, uma empresa global de software, mostrou que as atividades por e-commerce aumentaram em 28% em junho de 2020, o maior aumento já registrado quando tratado de forma global e a tendência é aumentar cada vez mais, justamente por fornecer a praticidade de resolver tudo sem nem sair de casa. Com o desdobramento do mercado como um todo sobre a crise que se vive o país, um grupo de empresários entre especialistas em mercado pet e financeiro, lançaram uma plataforma 100% digital para se tornar o primeiro banco voltado totalmente para o setor pet. De acordo com um levantamento realizado pela Euromonitor International, o Brasil se tornou o segundo maior mercado de produtos pet, com 6,4% de participação global, o que agregou na ideia para a criação da Paws Bank. “Soluções digitais atualmente funcionam como “plug and play” e tornam a prestação de serviços muito mais ágil. Serviços financeiros prestados em agências físicas estão ultrapassados e as pessoas hoje em dia não querem ir até uma agência. Querem agilidade, segurança e confiança tudo que a tecnologia pode entregar”, afirma Nivaldo Amorim, cofundador da Paws Bank.

Nivaldo, qual o insight para a criação da Paws Bank?

Dois sócios são oriundos do mercado pet e têm uma importante participação nesse mercado. A estruturação de uma conta digital foi uma evolução natural, pois, vamos explorar uma cadeia de negócios que já existe. É inteligente, pois, traremos benefícios para o mercado, sinergia na cadeia e ganhos de escala. Os outros dois sócios são do mercado financeiro e de tecnologia.

Quais as grandes vantagens em ser a pioneira desse mercado?

Largamos na frente. Como é uma novidade, fica mais fácil negociar parcerias com participantes do mercado, que possam trazer benefícios e conquistar nosso mercado alvo.

Como os pilares da fintech foram fundamentais para a execução da ideia?

Soluções digitais atualmente funcionam como “plug and play” e tornam a prestação de serviços muito mais ágil. Serviços financeiros prestados em agências físicas estão ultrapassados e as pessoas hoje em dia não querem ir até uma agência. Querem agilidade, segurança e confiança tudo que a tecnologia pode entregar.

Quais os benefícios que a conta traz para quem tem um animal de estimação?

Descontos em serviços, produtos, através das parcerias que firmamos, além de empréstimos e agilidade na utilização.

E os benefícios para o empreendedor do setor pet?

Descontos em serviços, produtos, empréstimos e agilidade na utilização. Possibilidade de oferecer outros serviços, como seguros para clientes. No longo prazo queremos ser mais que uma conta digital, uma plataforma que o empreendedor pode ter acesso a potenciais clientes de produtos e serviços.

Tantos os pequenos que atuam com banho e tosa, como os grandes varejistas têm e terão os mesmos benefícios?

Sim, porém, nosso público alvo são os pequenos e médios varejistas.

Quais os maiores obstáculos que tiveram que ser superados pela Paws Bank nesse negócio?

Negociar parcerias e falta de profissionais de TI. A demanda por esses profissionais está muito alta.

Ser uma plataforma 100% digital num dos momentos mais complexos da história facilita a operação?

Sim. As pessoas já não tinham tempo de ir a uma agência e com a pandemia se tornou ainda mais difícil, pois, o horário de funcionamento de agências ficou restrito a menos horas.

Quais as peculiaridades que o mercado possui que o diferencia de outros setores?

A relação de companheirismo entre os humanos e os bichos. Esses são considerados filhos, por isso, os apelos de cuidado são grandes o que se refletem em boas oportunidades de negócios. O crescimento desse mercado é grande. São 55 milhões de cães e 25 milhões de gatos, sem falar em outros pets.

O que a Paws Bank vislumbra para 2021?

Consolidar nosso pioneirismo e chegar a 50 mil contas abertas por pet shops e tutores.

Esse norte também deve ser seguido nos próximos anos?

Sim, a projeção é o crescimento, entendo as expectativas e necessidades do público-alvo, consumidor final e empresas.

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content