Rafael Barroso: “A adaptação é obrigatória”

Evento realizado

Rafael Barroso abriu a Pronto! em uma sala comercial de Fortaleza (CE), em 2014. No ano seguinte nascia a Pronto! São Paulo em uma bancada de coworking, em Pinheiros. Com o aumento na demanda na capital paulista, em 2016 a agência mudou-se para uma sala no empreendimento que já ocupava. O ano de 2017 trouxe mais crescimento e a equipe precisou se transferir para uma casa na Vila Leopoldina. Já em 2018 apresentou mudanças no mercado e levou a Pronto! a repensar sua estrutura e posicionamento. Neste ano, contratou a Energia das Marcas para criar uma identidade (visual e discurso) que traduzisse com precisão o propósito da Pronto! “Fizemos um trabalho bacana de consultoria de marketing para alinhar as expectativas do negócio e do cliente à experiência da marca”, explica Barroso. “Passamos a focar nossa comunicação nos valores e atributos que são os nossos diferenciais: somos uma agência boutique, amigável e próxima do cliente, composta por jovens experientes que pensam fora da caixa e estão preparados para tudo”. O passo seguinte foi desenvolver um logo moderno, que chamasse atenção por sua ousadia e energia e refletisse a intensidade do trabalho necessário para montar um evento de excelência. A nova marca, uma escrita cheia de atitude, customizada e desenhada à mão, traduz fielmente o que é a Pronto!: experiências personalizadas, marcantes e encantadoras.

Rafael, quando você vislumbrou a oportunidade de investir no mercado em que atua?

Depois de alguns anos trabalhando em agências de grande porte, fui trabalhar como diretor de produção em uma pequena, e percebi que faltavam processos em todas as áreas – produção, financeiro, criação – e precisei organizar tudo. Quando tirei férias, já cansado da rotina de São Paulo, e querendo voltar para Fortaleza para ficar perto da família e ter menos estresse no dia a dia, parei para pensar o que faria por lá. E a resposta acabou sendo simples: gosto e tenho muita experiência com marketing promocional, principalmente eventos, então se posso estruturar uma agência para alguém por que não fazer para mim?

Em que momento surge a ideia da Pronto!?

Pouco tempo depois que retornei de férias, pedi demissão e voltei para Fortaleza decidido a criar uma agência. Em 2014, a Pronto! surgiu com o propósito de ser a extensão da equipe (coligada) de outras agências na implantação de qualquer atividade de marketing promocional: ativação, PDV, ação de inventivo e endomarketing; eventos proprietários, corporativos, esportivos e culturais; convenções; feiras & congressos; cerimonial. O que a gente vendia? “Tem alguma ideia relacionada a promoções ou eventos? A Pronto! coloca em prática para a sua agência. A sede é em Fortaleza (CE) – “logo ali” – e o atendimento, em todo o Brasil”.

Quais os maiores pilares da Pronto! em sua visão?

Atendimento/Proximidade – por ser uma agência pequena conseguimos estar sempre muito mais próximos do cliente para entender o que de fato ele quer e do que precisa.

Autonomia – as pessoas que compõem a equipe da Pronto! têm de estar engajadas no propósito da agência, para que elas tenham autonomia para atender o cliente e resolver qualquer questão.

Criação – pensar fora da caixa para otimizar a verba do cliente.

A Pronto! nasceu em Fortaleza. Quais os principais aprendizados daquele começo?

Cheguei a Fortaleza acreditando que conseguiria trabalhar a Pronto! da mesma forma que nas agências de São Paulo, mas logo percebi que trabalhar na capital paulista era fácil, pois, tínhamos fornecedores para qualquer demanda. No Nordeste, a mão de obra para determinados serviços é mais difícil. A partir dessa percepção, precisei me desapegar do que vivi em São Paulo e começar do zero e me adaptar à nova realidade em todos os sentidos: processos, verba de cliente (mínima), mão de obra.

Hoje, por exemplo, clientes que a Pronto! atende desde sua fundação também mudaram a percepção e a relação com a agência: eles confiam mais e investem mais porque viram uma boa entrega e ótimos resultados. E não é que ele não podia investir antes, porém, ninguém tinha apresentado a eles algo que custasse e entregasse mais. Acredito que as palavras-chave nesse momento foram: autoconfiança, paciência e acima de tudo flexibilidade.

Você fala muito sobre adaptação. Por que essa palavra é tão importante para você?

Porque em um cenário de mudanças econômicas e políticas quase que diárias é primordial que nos adaptemos rapidamente às situações apresentadas. Os clientes são afetados pela economia, acabam se retraindo um pouco, e disponibilizam menos verba para os projetos. Se queremos nos manter no mercado, precisamos nos adaptar à nova realidade. E é aí que entra nossa expertise para que a entrega de conteúdo seja a mesma, apesar do orçamento menor. A adaptação é obrigatória para continuarmos competitivos no mercado.

A proximidade com o cliente é fundamental para a Pronto! Por que esse fator é considerado um ponto-chave da sua empresa?

Para mim, proximidade está ligada à confiança. Desde o primeiro contato, quando vou apresentar a Pronto! procuro, de uma forma sutil, um ponto de proximidade com o cliente que vai aumentando com os jobs. Nós não somos um fornecedor que executa e emite NF, estamos no dia a dia do cliente. Pequeno, médio ou grande atendemos com o mesmo carinho e atenção, procurando diariamente conhecer as suas necessidades e desafios. Por exemplo: um cliente confiava tanto na Pronto! que quando a responsável por eventos internos saiu de licença-maternidade, nós cobrimos essa licença. E todos na empresa ficaram muito confortáveis e satisfeitos de ter a Pronto! “gerenciando” a área durante aquele período.

Outro fator dito por vocês na Pronto! é o pensar fora da caixa. Por que pensar fora da caixa é tão importante num mundo empresarial tão mutável como atual?

Pensar fora da caixa é buscar soluções inovadoras que atendam o cliente, deem resultado e tenham custo baixo. Quando recebemos o briefing para um projeto, seja qual for, queremos entender todos os porquês, para que a Ponto! apresente um evento que tenha conexão com o produto/serviço do cliente. Pensar dentro da caixa é ficar preso ao briefing; pensar fora da caixa é ir além da necessidade do cliente. E estar atento ao que acontece ao redor é uma das formas de aprender a pensar fora da caixa. Quando viajo de férias presto atenção a tudo que está acontecendo: se tem evento, uma ação de ativação, chego perto e acompanho a movimentação para entender como a ação é produzida, e arquivo as informações mentalmente para, quem sabe, utilizá-las no futuro.

Por que nesse momento o reposicionamento se fez necessário?

A Pronto! abriu para trabalhar no Nordeste como coligada de agências de São Paulo. Tanto que foi batizada com uma interjeição utilizada em diversas cidades do Nordeste como uma conclusão após combinar, decidir ou concordar com algo. ‘Pronto’ também significa estar preparado para qualquer situação, prevista ou não. É estar apto ou disponível para aquele momento específico a fim de evitar desperdício de tempo. Só que no ano seguinte já marcávamos posição em São Paulo – era uma bancada de coworking e continuamos crescendo e conquistando clientes. Com o aumento na demanda na capital paulista, em 2016 a agência mudou-se para uma sala no empreendimento que já ocupava.

O ano de 2017 trouxe mais crescimento e a equipe precisou se transferir para uma casa na Vila Leopoldina. Já 2018 apresentou mudanças no mercado e levou a Pronto! a repensar sua estrutura e posicionamento. Foi quando parei e pensei: “será que estou no caminho certo? Como o mercado me vê?” E a resposta foi: “como uma agência do Nordeste”. Só que já estávamos aqui há anos! Passamos então por uma consultoria de marca para alinhar as expectativas do negócio e do cliente à experiência da marca e passamos a focar nossa comunicação nos valores e atributos que são nossos principais diferenciais: somos uma agência boutique, amigável, próxima do cliente, composta por jovens experientes que pensam fora da caixa e estão preparados para tudo.

O que gostaria de destacar desse reposicionamento?

Gosto da logomarca, moderna, vibrante, com uma escrita cheia de atitude, customizada e desenhada à mão, que traduz fielmente o que a Pronto! coloca a serviço de cada cliente: experiências personalizadas, marcantes e encantadoras. As cores não são limitadas, mas misturadas, assim a Pronto! pode se misturar com a marca do cliente e trabalhar em sintonia com a identidade de cada projeto. E nas duas letras “O”, os dois corações da Pronto!, um em Fortaleza e outro em São Paulo. Aliás, o ponto de exclamação permanece como símbolo que reforça a maneira de sentir e de se expressar da agência: “estamos sempre prontos!”.

Como enxerga o futuro da Pronto! nos próximos anos?

Colhendo os frutos das sementes que estamos plantando (e que vamos continuar a plantar, pois, é um movimento contínuo). A Pronto! se transformou em 2019 e a ideia é continuar atentos ao que podemos melhorar, porque isso é sempre possível. O mercado melhorou um pouco, mas ainda está difícil, porém, participamos de uma concorrência nacional com agências de todos os portes e ganhamos um contrato de três anos, o que mostra que temos maturidade de entrega e comprova que esse reposicionamento foi necessário. Daqui para a frente, pretendemos investir a colheita em ampliação de estrutura, pessoal e faturamento.

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content