Renato Sá: “Somos uma empresa muito mais organizada”

Grupo Aliar

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o comércio sofreu uma grande queda na arrecadação de lucros. Entretanto, a partir de junho de 2020, graças à reabertura das lojas, o mercado de tintas aumentou os lucros, o que não tinha acontecido nos primeiros meses do ano. Embora tenha fechado o ano sem lucros consideráveis, a Tintas MC, maior rede de varejo no mercado de tintas do Brasil, prevê aumento da arrecadação neste ano e a abertura de 30 novas lojas pelo território nacional. A empresa conta hoje com mais de 100 lojas localizadas nos Estados de São Paulo, Goiás e Minas Gerais. A expectativa é que a organização fature cerca de R$ 360 milhões em 2021, mais ou menos 50% a mais do que o ano passado. “O líder é espelho e vidraça ao mesmo tempo… e são suas ações que irão determinar como irão te ver. Gostamos de inspirar e fazer mudanças que ajudem o nosso mercado. A Tintas MC tem por característica ajudar o mercado, inúmeros lojistas de tintas citam isto. Isto faz parte da nossa história, tem lojistas grandes que já nos visitaram para trocar experiências ou ver algo novo… e hoje entendemos que temos a possibilidade de repassar conhecimento e boas práticas através das nossas franquias, uma grande parte de nossos franqueados são lojistas já do mercado que trocaram suas marcas e se tornaram Tintas MC”, afirma Renato Sá, CEO do Grupo Aliar, dono da vanguardista Tintas MC.

Renato, ter atendido clientes no balcão, mudou e moldou a sua visão como executivo?

Começar pelo balcão foi a minha melhor entrada na empresa. Meu primeiro dia era dia de abastecimento de loja, tínhamos que descarregar o caminhão, guardar as mercadorias, espelhar o ponto de venda e atender o cliente. É como participar do jogo, pois, é no PDV que tudo acontece! Com o tempo fui conseguindo entender que tínhamos vários grupos de clientes e com demandas diferentes… uso este aprendizado até hoje quando planejamos em como proporcionar uma melhor experiência e aumentar nosso relacionamento com todos… Consumidores, arquitetos, empresas, zeladores e nossos amigos pintores.

Como os erros do começo foram fundamentais para os acertos futuros?

Sinceramente penso que muitas pessoas e empresas tratam o erro como “pecado” e isto distancia o time de buscar melhores soluções e inovar. Acredito que aprendi muito com meus erros e de outros também… então o erro pode ser uma grande ponte para você fazer algo diferente numa próxima oportunidade. E os erros do começo são parecidos com meus futuros erros. Errarei tentando fazer algo melhor e eles irão continuar ajudando… porém, com mais maturidade agora.

Quais os grandes pilares da Tintas MC?

Temos pilares que não são negociáveis, ou seja, eles estão tão solidificados em nossa cultura que um novo CEO ou grande executivo não vai conseguir e nem poderá alterar… Somos uma empresa reconhecida por todos pela ética e um bom relacionamento. E, quando falo todos, significam nossos colaboradores, fornecedores, clientes e concorrentes. Aliás, quando alguém pergunta sobre nossa empresa para um concorrente é uma resposta comum esta… e isto mostra que estamos no caminho certo. Entendo também que nosso fundador plantou uma semente de vanguarda na empresa, algo que me encanta e me faz estar atento sempre para boas mudanças.

Esses pilares foram construídos ao longo do tempo ou estão desde a fundação do negócio?

Com certeza estão desde a fundação! Porém, isto foi consolidado através do Amilcar, nosso atual presidente do Conselho e que liderou a empresa nestes últimos 30 anos. Quando ele deixou o cargo de presidente da Tintas MC repetiu o discurso que faz em todas as convenções… respeitar a todos!

Como o mercado de tintas se encontra na atual conjuntura?

O mercado de tintas é muito pulverizado, temos em cada região um grande “jogador”. Acredito que somos a única empresa a expandir pelo Brasil inteiro, ou com lojas próprias, ou franquias. Ainda considero um mercado amador ao ser comparado com outros segmentos. Porém, temos boas mudanças. Vejo uma segunda geração deste mercado vindo com força e com uma base interessante, muitas vezes de conhecimento do negócio e família somada a outros conhecimentos. Isto vai ajudar nosso mercado a evoluir. Sofremos muito menos que outros na pandemia, isto foi um grande acontecimento para nosso ramo… somos essenciais e a casa virou o foco da família.

O setor estava aquecido antes da pandemia?

Tivemos mais de 5 anos de queda na construção civil, e ela ajuda a impulsionar o PIB. É uma grande geradora de empregos. O ano de 2020 seria o ano da retomada, e começou bastante aquecido… acredito que mesmo sem a pandemia seria um excelente ano para nosso mercado. Aí chegou a pandemia bagunçando tudo, porém, rapidamente nos posicionamos como um setor de crescimento dentro deste contexto lamentável que estamos vivendo.

Ser líder desse ramo traz quais responsabilidades?

Ótimas responsabilidades! O líder é espelho e vidraça ao mesmo tempo… e são suas ações que irão determinar como irão te ver. Gostamos de inspirar e fazer mudanças que ajudem o nosso mercado. A Tintas MC tem por característica ajudar o mercado, inúmeros lojistas de tintas citam isto. Isto faz parte da nossa história, tem lojistas grandes que já nos visitaram para trocar experiências ou ver algo novo… e hoje entendemos que temos a possibilidade de repassar conhecimento e boas práticas através das nossas franquias, uma grande parte de nossos franqueados são lojistas já do mercado que trocaram suas marcas e se tornaram Tintas MC.

Como a empresa lida com a pandemia?

Com muita atenção, responsabilidade e informações constantes. Nos tornamos essenciais bem no começo, então nosso time está na linha de frente faz muito tempo. Estamos diariamente reforçando a importância da segurança no atendimento. Usar máscaras, manter distância, álcool em gel sempre perto e principalmente entender que se cada um cuidar do próximo vai ter muita gente cuidando de você.

Qual a previsão de lucros para as lojas próprias?

Estamos num momento de analisar melhor nossos custos, então acredito que consequentemente nossos lucros irão aumentar. Nossa budget de vendas para 2020 é superar os R$ 200 milhões em 2021. Sair de 71 lojas próprias para 80.

E para as franqueadas?

O faturamento das franquias é exponencial, eles aumentam muito desde que começamos a franquear nosso negócio há 4 anos. Este ano superaremos R$ 100 milhões e mais de 80 lojas franqueadas. A franquia já mostra pro mercado que será o nosso maior negócio em número de lojas, porém, a responsabilidade de se tornar um franqueador é muito maior do que muitos imaginam… somos apaixonados pelo que fazemos e isto nos impulsiona!

O que a Tintas MC vislumbra para o ano de 2021?

Este será meu primeiro ano como CEO. Uma das minhas grandes metas é não perder ninguém da minha equipe para o Covid. Começamos o ano de 2021 muito melhor do que os demais anos, somos uma empresa muito mais organizada e preparada para mais um grande momento de crescimento… neste ano faremos 57 anos e temos um sentimento que ainda estamos aprendendo e nos desenvolvendo, estamos muito longe de estagnar.

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content