Ricardo Dantas: “Cada criptomoeda tem uma finalidade específica”

Ricardo Dantas

O ano de 2021 vem se mostrando muito promissor para quem investe ou pretende investir nas famosas moedas digitais. O Bitcoin, por exemplo, chegou ao valor de mais de R$300 mil nos últimos dias, uma marca histórica para a criptomoeda. Com isso, grandes empresas estão investindo e atuando no mercado de criptoativos. Nomes como PayPal, Microstrategy, Square, MasterCard e, mais recentemente, a Tesla, do multimilionário Elon Musk, passaram a investir parte do seu patrimônio em Bitcoin como uma estratégia de longo prazo, buscando inovação e diversificação de ativos com alta liquidez em um mercado de escala global e que funciona 24 horas. Pensando nessas empresas e em como elas podem diversificar os seus investimentos, a Foxbit, uma das maiores e mais antigas exchange de criptomoedas do mundo, criou o Foxbit Business, um serviço exclusivo para grandes empresas que oferece todo suporte para que elas tenham toda a segurança para investir nesse ativo. “Com a entrada de grandes players no mercado de criptos, é natural que empresas comecem a se interessar mais por criptoativos. Grandes empresas estão procurando nossa ajuda para entrar neste mercado. A cada dia estamos mais preparados para dar todo o suporte, oferecendo a elas a tecnologia e conhecimento necessários para que se sintam seguras para esse mercado”, revela Ricardo Dantas, Co-CEO da Foxbit.

Ricardo, o autor e analista de riscos Nassim Nicholas Taleb, afirmou recentemente que o Bitcoin é um Ponzi especulativo e que não passa de uma falácia. Como enxerga essa análise?

O Bitcoin já foi chamado de Ponzi diversas vezes. Vejo isso como normal quando falta conhecimento sobre os conceitos por trás da criptomoeda. Entendo que o Bitcoin ainda tem muito para se provar em diversas áreas como reserva de valor ou meio de pagamento. Porém, se for realmente comparado a um esquema de Ponzi, deve ser a Ponzi mais líquida da história, pois, hoje se consegue sair e retornar ao sistema FIAT em qualquer lugar. Basta ir até um dos 12 mil caixas eletrônicos ao redor do mundo, por exemplo.

Analistas disseram que o mercado de criptomoedas poderá subir 200% nos próximos meses. Como vê essa estimativa?

Existem grandes especulações sobre o valor do Bitcoin para este ano. Desde o último halving (redução da recompensa de mineração) era esperada uma valorização da moeda. A entrada dos investidores institucionais tem ajudado muito neste processo. Acho difícil prever um valor no curto prazo, mas certamente no médio e longo prazo a moeda vem se valorizando muito.

Qual é a criptomoeda mais promissora em 2021?

O Ether é uma das moedas que podem valorizar bastante ainda esse ano. Existem muitos projetos sendo construídos na rede Ethereum, o que faz com que a moeda se valorize muito.

Existem mais de 6 mil criptomoedas. O que se deve considerar na hora de escolher uma?

Para analisar uma criptomoeda sempre se deve considerar algumas premissas como o projeto ao qual se refere a criptomoeda, qual o problema que ela quer resolver, qual o tamanho do mercado dela, quem são os desenvolvedores e parceiros por trás. Se estudar e souber parte dessas informações, já terá uma boa referência sobre a criptomoeda.

Uma criptomoeda deve ser analisada como ações de uma empresa?

Cada criptomoeda tem uma finalidade específica. Algumas delas podem se assemelhar a uma ação, porém, as pessoas comparam com uma ação, pois, veem as criptomoedas para investimento. O importante é conhecer bem a finalidade da criptomoeda.

O que influencia a cotação de uma criptomoeda?

Diversos fatores influenciam na cotação, como as parcerias, início da utilização da criptomoeda, tamanho de mercado e especulações como notícias e influenciadores.

Como a Foxbit está situada nesse mercado?

A Foxbit é uma das pioneiras no mercado de criptomoedas no Brasil. Auxiliamos e nos colocamos como uma porta de entrada para as criptomoedas e blockchain. Existem diversos serviços e possibilidades deste mercado em que as pessoas precisam estudar muito para ter acesso. Temos uma preocupação muito grande em ensinar as pessoas e empresas sobre o mundo de criptomoedas.

Quantas criptomoedas são negociadas pela Foxbit em nosso país?

Atualmente estamos trabalhando com 10 criptomoedas que estão entre as 50 maiores do mundo. A ideia é acrescentar novos mercados conforme a demanda dos clientes sobre novos projetos.

A criação do Foxbit Business é um estímulo pelo crescente interesse das empresas por criptoativos?

Sim. Muitas empresas têm nos procurado para entender o mundo de cripto. A Foxbit entende a dificuldade dos seus clientes institucionais em entrar nesse mercado, por isso estamos estruturando os produtos e serviços de uma forma que cada vez fique mais simples a entrada e participação das grandes empresas neste mercado.

Quais os grandes diferenciais desse serviço?

A Foxbit tem como grande diferencial seu conhecimento e referência cripto no Brasil. Criamos diferenciais de atendimento, suporte e taxas para estes clientes visando facilitar o dia a dia junto às criptomoedas. Entendemos que ainda existem barreiras para estas empresas para realmente adentrar neste mercado.

Esses diferenciais serão fundamentais na hora das empresas escolherem os melhores caminhos nesse mercado?

Como em qualquer mercado, precisamos sempre pesquisar e criar confiança com quem trabalhamos. Durante estes quase 7 anos de existência da Foxbit, vimos muitas coisas acontecerem no mercado de criptomoedas e, ao mesmo tempo, poucas empresas se mantêm confiáveis e seguras para seus clientes. Acreditamos que a história que a Foxbit pensando em fazer o melhor para seus clientes serão um grande diferencial para estes novos serviços.

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content