Sua Página
Fullscreen

Franchising: modelo de negócio cresce em pequenas cidades

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Franchising ou franquia empresarial é um modelo de empreendimento com estrutura e operação padronizadas, em que uma empresa (o franqueador) concede a alguém (o franqueado) o direito de uso de sua marca e de distribuição exclusiva ou semiexclusiva de seus produtos ou serviços em um ponto comercial próprio.

Segundo a ABF (Associação Brasileira de Franchising), em 2022, o setor de franquias obteve crescimento de 8,8% no faturamento, se comparado com o mesmo período do ano anterior. O setor de Saúde, Beleza e Bem-Estar foi o que apresentou maior crescimento, alcançando 13,4%. De acordo com a pesquisa, 47% dos novos franqueados são investidores e empresários procurando novas oportunidades.

A expansão de redes de franquias tem se destacado em pequenas cidades, que, de acordo com a classificação do IBGE, são aquelas com até 50 mil habitantes. Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), mais de 50% das cidades brasileiras possuem alguma unidade de franquia.

João Eustáquio, Diretor de Expansão, Desenvolvimento e Relacionamento da Odontoclinic Franquias, afirma que “o franchising tem se expandido para esses locais, de modo geral, oferecendo oportunidades de negócio interessantes”.

O especialista pondera também que o panorama do setor de franchising varia de acordo com a região e as características específicas de cada localidade. Por isso, se você quer investir em franquia, deve considerar o crescimento econômico e a estabilidade financeira do município, além de contar com um estudo de mercado detalhado, identificando as prioridades e preferências dos habitantes. 

“Franquias que valorizam a cultura local e oferecem produtos ou serviços específicos para a região ou de necessidade primária, como tratamentos odontológicos, por exemplo, podem atrair um público mais engajado e criar um diferencial competitivo”, ressalta.

Eustáquio salienta que uma das principais vantagens de abrir uma franquia em cidades pequenas é o investimento inicial menor, pois os custos e as despesas operacionais, como aluguel de imóveis e salários, tendem a ser mais baixos. 

Leia ou ouça também:  Mulheres são essenciais para a Pilkington

“Outra vantagem significativa é que as pequenas cidades geralmente apresentam menos concorrência em comparação com os grandes centros urbanos, o que pode facilitar a penetração de mercado.”

O diretor da Odontoclinic Franquias alerta os interessados de que há alguns desafios aos quais precisam estar atentos. Ele pontua que cidades menores “podem ter infraestrutura limitada em termos de transporte, logística e tecnologia”, o que pode dificultar as operações comerciais. Além disso, é possível que haja “alguma dificuldade de contratação de mão de obra qualificada”, ressalta.

Por isso, a recomendação é que o empreendedor busque apoio em todos esses desafios. No modelo de franquias, a marca franqueadora faz a análise de mercado detalhada, considerando riscos e oportunidades específicas de cada situação e orienta o franqueado na tomada das melhores decisões.

Para saber mais, basta acessar: www.franquiaodontoclinic.com.br

Última atualização da matéria foi há 10 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights