Sua Página
Fullscreen

Frete Pós-Pago é nova opção para despesas com frete

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

De acordo com dados do Anuário da CNT (Confederação Nacional dos Transportes), mais de 60% de tudo o que é produzido e consumido no Brasil chega ao seu destino por rodovias, o que indica a relevância das empresas de transportes e gestores de frota para o mercado e a economia do país. Ademais, de acordo com projeção da Veloe, o mercado nacional de frota e frete movimenta mais de R$ 365 bilhões por ano. Dessa maneira, soluções financeiras para que estas companhias possam desenvolver suas atividades são imprescindíveis. 

Isso se dá pelo fato de que, como todas as companhias que atuam na área de serviços no país, as empresas de transportes e gestores de frota enfrentam uma série de desafios financeiros. Para manter seus negócios em funcionamento, é preciso, por exemplo, pagar salários de motoristas e realizar reparos e manutenções regulares. Além disso, há ainda a necessidade de conservar reservas financeiras para lidar com situações de emergência ou imprevistos.

Uma das principais soluções oferecidas por empresas especializadas em resolver as dores de transportadoras e gestoras de frota no que tange à questão financeira é o chamado Frete Pós-Pago. 

Para Laura Vasques, gerente comercial do Banco Randon, instituição financeira da Vertical de Serviços Financeiros e Digitais da Randoncorp, empresas do ramo podem contratar este tipo de serviço, que soluciona problemas com despesas como manutenção da frota, combustível e de alimentação ou alojamento dos motoristas. 

O Banco Randon atua há mais de uma década com empresas do ramo de serviços financeiros e digitais e possui expertise no segmento de transporte e logística. 

“Além da solução com despesas de frete, também é possível rentabilizar o negócio com soluções como capital de giro, ou até mesmo, a antecipação de duplicatas, operação de crédito onde o cliente antecipa o valor de uma nota a receber e utiliza o recurso recebido para dar fluxo ao caixa”, complementa. 

“Linhas de crédito, como o Frete Pós-Pago, atendem principalmente transportadoras e gestores de frota que precisam de uma solução para as despesas com frete”, pontua Vasques. “Ao contratar uma solução como o Frete Pós-Pago, o cliente pode adiantar uma parte do valor dos fretes que irá realizar e, assim, rentabilizar e capitalizar o seu negócio, as taxas de juros são competitivas e o pagamento do empréstimo é feito direto ao banco cedente ao encerrar o frete”, complementa. 

Leia ou ouça também:  Pratos quentes de inverno podem ser harmonizados com vinhos

Vasques também pontua, ainda, que as empresas do setor de transporte e gestores de frota podem contar com soluções financeiras para renovar a frota a partir de linhas de financiamento, como o FINAME BNDES, que utiliza recursos federais para facilitar a aquisição de implementos rodoviários e o CDC – Crédito Direto ao Consumidor, que usa o capital do próprio banco para facilitar a aquisição de caminhões comerciais leves, acessórios e implementos rodoviários.

Há, por fim, a questão do gerenciamento do capital de giro, que “é uma linha de crédito parcelada, ideal para cobrir a necessidade de curto prazo de empresas do setor de transporte e logística”, explica Laura. “Algumas das principais vantagens do crédito empresarial incluem taxas de juros adequadas ao perfil de cada cliente”.

A gerente comercial do Banco Randon,  pontua, ainda, que, além das linhas de financiamento e crédito, os empresários e gestores de frota podem ofertar aos seus funcionários o Crédito Consignado, através de parceria com o banco. “Já para empresários e empresas que estejam procurando mais do que soluções de crédito, é possível rentabilizar seus negócios através de investimentos”, comenta. 

“Os investimentos em renda fixa, como CDB, são seguros e apresentam rentabilidade atrelada ao CDI. Agora, se o caso é como garantir a segurança do patrimônio, o indicado é procurar um portfólio completo de soluções em seguros, para garantir a proteção de frotas, cargas, empresas e outros”, finaliza.

Para saber mais, basta acessar: https://bancorandon.com/

Última atualização da matéria foi há 10 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights