Anúncios
Sua Página
Fullscreen

Cresce o número de mulheres empreendedoras no Brasil

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

O número de mulheres empreendedoras no país cresceu 30% entre os anos de 2021 e 2022. Mas, mesmo com esse aumento, a maioria das gestoras de negócios (87%) continua atuando sozinha em seus empreendimentos. É o que aponta estudo realizado pelo Sebrae a partir de dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), do IBGE. O levantamento cita que ao longo de quatro trimestres consecutivos a proporção de mulheres que geram pelo menos 1 emprego aumentou de forma expressiva, enquanto o percentual de homens empregadores cresceu somente 8%.

Ainda segundo a pesquisa, o Brasil possui 1,3 milhão de mulheres empregadoras em um cenário de 10,3 milhões de proprietárias de negócios. O estudo do Sebrae aponta ainda que, quando possuem empregados, as mulheres têm empreendimentos menores, gerando menos postos de trabalho do que os homens.

De acordo com Astrid Vieira, presidente da Leaders HR, ao exercer o empreendedorismo, toda mulher deve saber que é um caminho de acertos e de erros. “É muito importante que o planejamento a ser feito na atividade desejada leve em consideração as necessidades da empreendedora, isso significa que os momentos de dificuldades se tornem um aprendizado”, ressalta.

Anúncios

Astrid diz ainda, que antes de começar a empreender é necessário avaliar qual o quantia de capital necessário não apenas para o investimento em produtos, equipamentos e contratações, mas também para o sustento da empresária enquanto o negócio vai se desenvolvendo.

Para atingir um ambiente de trabalho distinto e inclusivo, é importante que as empresas apostem nas mulheres em todos os graus de hierarquia, de estagiárias até as posições mais altas da organização. Para Maria Inês Vasconcelos, advogada e fundadora do escritório Vasconcelos Rodrigues Advocacia, “a mulher brasileira é altamente empreendedora. Estamos em todos os segmentos e muitas de nós exercem liderança estratégica no segmento público e privado. Para a mulher que quer empreender a minha principal dica é a informação acerca do negócio. ‘Conhecer é essencial’. Mulheres são altamente práticas, resilientes e criativas, por isso largam em disparada no empreendedorismo”, pontua.

Leia ou ouça também:  Marketing de influência passa por revolução

A ideia da empresária e apresentadora do programa televisivo Saber Viver, Melissa Paula, é valorizar as mulheres no mercado de trabalho. “Com o crescimento da abertura de novos empreendimentos femininos, amplia também a geração de empregos e, consequentemente, a renda da família”, explica.

Última atualização da matéria foi há 11 meses

Anúncios

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
Anúncios
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights