Sua Página
Fullscreen

FAEP abre inscrições, até 30/06, para jovens e adultos concluírem o ensino médio

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Problema que afeta milhares de crianças e jovens em todo o Brasil, a evasão escolar ainda é um desafio recorrente no país. Infelizmente, muitos estudantes abandonam precocemente os estudos, privando-se de oportunidades essenciais para o seu desenvolvimento pessoal e profissional. De acordo com relatórios da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico, (OCDE), produzidos com suporte técnico do Todos Pela Educação e também do Itaú Social, divulgados em 2021, 47% dos adultos com idade entre 25 e 64 anos não concluíram o ensino médio no Brasil.

Ciente dessa realidade preocupante, a FAEP (Faculdade de Educação Paulistana), situada em São Paulo, desenvolveu o projeto Quebrada Atualizada, cujo objetivo é fornecer o acesso à educação básica para jovens e adultos de baixa renda que não concluíram os estudos no tempo regular. Fruto de uma parceria da FAEP com o Centro de Ensino Educa Nexus, é ofertada a EJA (Educação de Jovens e Adultos) – modalidade destinada a todos aqueles que não completaram, abandonaram ou não tiveram acesso à educação básica. O projeto também conta com o apoio do CIC Oeste (Centro de Integração da Cidadania), programa da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo.

Neste mês de junho de 2023, a instituição já está com inscrições abertas para a 4ª edição do projeto, oferecendo 100 vagas voltadas aos interessados em concluir seus estudos. Para participar, os candidatos devem ter mais de 18 anos e ter concluído o ensino fundamental em escolas públicas. O processo seletivo consistirá em uma análise da situação socioeconômica para seleção de 100 inscritos, com reserva de 10% das vagas para candidatos trans – que optarem por participar da Política de Ações Afirmativas e que preencherem a autodeclaração, conforme consta no formulário de inscrição –pessoas estrangeiras – portadoras de RNE (Registro Nacional de Estrangeiros) – e mulheres vítimas de violência doméstica.

De acordo com Vânia Aparecida da Costa, diretora acadêmica da FAEP, desde a estreia do Quebrada Atualizada, realizada em 2021, a procura por vagas foi muito elevada. “As inscrições aumentam a cada edição. Na mais recente, por exemplo, foram mais de 800 inscritos, totalizando mais de mil inscrições nas três edições”, afirma.

A diretora ainda ressalta que o projeto tem promovido uma grande mudança na realidade de muitos contemplados, por permitir-lhes novas oportunidades de educação e trabalho, as quais consideravam impossíveis de serem alcançadas. “Muitas dessas pessoas não tinham esperança de concluir seus estudos, cursar o ensino superior e conquistar um emprego melhor. Tudo isso porque precisam cuidar dos filhos, enfrentar jornadas exaustivas de trabalho, entre outras questões que dificultavam o concílio com os estudos. Sem contar o tempo e o investimento para se locomoverem até uma instituição escolar.”

Diante desse cenário, uma das grandes vantagens oferecidas pelo projeto é a realização de aulas presenciais com transmissão virtual de maneira simultânea. “É uma forma de usar a tecnologia como ferramenta de inclusão social com aqueles estudantes que não possuem condições de estudar presencialmente e podem acessar as aulas a qualquer momento, de onde estiverem, já que elas ficam gravadas. Assim, os alunos conseguem finalizar seus estudos e dar um passo importante em sua trajetória profissional. Portanto, com o Quebrada Atualizada, eles voltam a sonhar”, conclui.

Leia ou ouça também:  Novembro foi considerado o mês do day Buddha Spa

O estudante Carlos Eduardo Albuquerque Junior é um exemplo de como os estudos podem contribuir para o resgate da autoestima. Com 27 anos, ele conta que já não possuía mais nenhuma expectativa de conclusão do ensino médio até conhecer o Quebrada Atualizada por meio de sua esposa, a secretária Deborah Ramos de Oliveira.

Ao retomar seus estudos e concluir o projeto em 2022, o estudante se sentiu tão renovado que resolveu se matricular em uma graduação e, atualmente, está cursando Análise e Desenvolvimento de Sistemas na FAEP. “Eu só tenho a agradecer aos envolvidos no projeto que contribuíram para que eu pudesse entrar na faculdade. Estou muito empolgado para concluir a graduação e começar a atuar na área de tecnologia, que é tão promissora.” Atualmente ele trabalha com retífica de motores.

O jovem Isaque Rodrigues Vasconcelos Da Silva (22) também viu sua vida se transformar com o projeto. “Conheci o Quebrada Atualizada em um momento delicado para mim, pois minha mulher estava grávida e eu desempregado. Sem o ensino médio concluído, era praticamente impossível arrumar um bom emprego.” No entanto, passados dois meses após concluir o projeto, em julho de 2022, Isaque conseguiu um emprego como promotor de vendas e, atualmente, trabalha em uma grande rede de supermercados. Ele também afirma que pretende cursar uma graduação em artes e acredita que esse sonho está mais perto de se concretizar graças ao projeto Quebrada Atualizada. “Trata-se de uma iniciativa transformadora na vida de muitas pessoas”, conclui.

Para participar do projeto, os interessados deverão preencher o formulário de inscrição.

Última atualização da matéria foi há 10 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights