A r-evolução trazida pelo iPhone

O iPhone revolucionou ou evoluiu o seu mercado de atuação? Impossível responder essa pergunta com a lupa que temos hoje. O que existe de fato é que o mais famoso e desejado celular da história percorreu um caminho glorioso até aqui. Como é de conhecimento público, o desenvolvimento do iPhone começou com o CEO da Apple Inc. Steve Jobs (falecido em 2011). A Apple criou o dispositivo durante uma colaboração sem precedentes e secreta com a AT&T, anteriormente Cingular Wireless.

O custo estimado de desenvolvimento da colaboração foi de 150 milhões de dólares ao longo de um período de trinta meses. A Apple rejeitou o projeto que tinha rendido o Motorola ROKR E1, uma grande colaboração com a Motorola. Em vez disso, a Cingular Wireless deu a Apple a liberdade para desenvolver o iPhone ela mesma.

A primeira geração do Iphone foi lançada em 29 de junho de 2007, apenas nos Estados Unidos e somente podiam ser adquiridos por clientes AT&T (gigante das telecomunicações que no seu auge cobriu 94% dos EUA), sob contrato de 2 anos de duração. Os preços eram bem altos para a época, US$499 pela versão 4GB e US$599 pela versão 8 GB.

A primeira versão do Iphone a chegar em nosso país foi o 3G, que começou a ser vendido por aqui apenas em 2008, mas precisamente no dia 26 de setembro daquele já longínquo ano.

A primeira versão do aparelho não permitia que se instalasse aplicativos. Ele vinha com seus 16 aplicativos que não podiam ser excluídos e, apesar de vir com “apenas isso”, já impressionou os amantes da tecnologia com suas novas funcionalidades. Com o passar dos anos, outras coisas no aparelho também chamaram a atenção do grande público, como é o caso do iPhone 8 que foi lançado em 2017 e que carrega sem fio.

O sistema operacional e o design do aparelho e aplicativos, revolucionaram o mercado e influenciaram todos os concorrentes e seus modelos futuros. Algumas semanas após o lançamento, um jovem hacker (Nicholas Allegra) conseguiu desbloquear o dispositivo através de uma solda na placa, o que permitiu que o aparelho pudesse ser usado fora dos EUA e aceitasse outros aplicativos.

Desde seu lançamento, a Apple já lançou mais de 30 modelos do Iphone, tendo lançado em 2021 a linha 13. Os aparelhos da Apple lideram as vendas em todo planeta. O Iphone 11 64GB foi o smartphone mais vendido no Brasil até a metade de 2021. Já mundialmente, o Iphone ocupa as 4 primeiras posições nas vendas até o meio de 2021, sendo o mais vendido o Iphone 12, seguido do 12 Pro Max, 12 Pro e Iphone 11.

Depois de anos sendo a grande protagonista do mercado, é inevitável dizer que a empresa quebrou paradigmas e trouxe o celular para alça de mira como um bem de consumo comparado talvez com os automóveis. Apenas um detalhe dessa inovação precisa ser desmistificado: não foi Steve Jobs que inventou o tão famoso “touch screen”. A invenção é atribuída a E.A. Johnson em 1965, só tendo sido patenteado em 1969.

Em 2007, a Apple introduziu o iPhone com o ecrã táctil e desenvolveu o sistema multitouch (a Nokia e a Samsung também tinham em desenvolvimento este tipo de ecrã, mas não os comercializaram a tempo). Foi a partir daí que estes tipos de ecrãs foram mais divulgados. Por isso fazemos a pergunta novamente: será que podemos chamar isso de revolução ou seria “apenas” uma evolução natural? Não importa, afinal é impossível classificar um produto que mudou a história dos celulares para todo sempre!

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content