Sua Página
Fullscreen

Bizarrices ocorridas em “O Mágico de Oz”

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Enquanto “O Mágico de Oz” encanta o público com sua magia e aventura na tela, por trás das câmeras, a produção do filme foi marcada por uma série de escândalos e controvérsias que adicionam uma camada adicional de estranheza à história. Vamos explorar alguns desses segredos dos bastidores que contribuíram para a aura única e intrigante do filme.

O elenco enfrenta desafios

Embora os atores principais do filme, como Judy Garland (Dorothy) e Ray Bolger (Espantalho), tenham entregue performances icônicas, suas experiências nos bastidores nem sempre foram tão encantadoras quanto as vistas na tela. Garland, em particular, enfrentou uma pressão extrema dos produtores para manter sua forma física e sua energia durante as longas horas de filmagem, levando ao uso de pílulas para dormir e estimulantes. Essa pressão sobre os jovens atores adicionou uma aura sombria ao conto de fadas aparentemente brilhante.

Abusos físicos e assédio

Além dos desafios enfrentados pelos atores, também houve relatos de abusos físicos e assédio nos bastidores de “O Mágico de Oz”. Segundo o ex-marido de Judy Garland, Sid Luft, em seu livro de memórias, “Judy and I: My Life with Judy Garland”, os atores dos munchkins, que eram anões, frequentemente a assediavam, colocando as mãos por baixo do vestido da atriz. Em outro momento, o produtor Pandro Berman revelou que, certa vez, o diretor Victor Fleming puxou Garland de lado e lhe deu um tapa no rosto, apenas para fazê-la parar de rir durante os takes. Esses relatos lançam uma sombra sobre a atmosfera nos bastidores do filme.

Acidentes de trabalho

Margaret Hamilton, intérprete da Bruxa Má do Oeste, também teve motivos para reclamar da produção do filme devido a um acidente de trabalho. Havia uma cena em que ela deveria cair em um alçapão, sendo seguida por faíscas. No entanto, o planejamento falhou e o fogo começou a sair, mas o alçapão não abriu rápido como deveria. Após o acidente, a atriz ficou com queimaduras em seu rosto e mãos. Esse incidente destaca os perigos enfrentados pelos atores durante as filmagens, mesmo em produções aparentemente seguras.

Mais incidentes nos bastidores

Outro caso de acidente nos bastidores envolveu Buddy Ebsen, o ator originalmente escalado para interpretar o Homem de Lata. Após passar duas semanas no hospital e seis de repouso em casa, Ebsen foi substituído por Jack Haley devido a complicações causadas pela tinta metálica usada em seu corpo. A tinta continha pó de alumínio, nocivo quando inalado, levando Ebsen a sofrer graves problemas respiratórios. Esse incidente ressalta os riscos envolvidos nas filmagens, mesmo em produções aparentemente inofensivas.

A luta pela direção

A produção de “O Mágico de Oz” foi marcada por uma série de trocas de diretores, com vários cineastas sendo contratados e demitidos ao longo do processo. Victor Fleming acabou assumindo a direção do filme e é creditado como o diretor principal, mas ele também enfrentou desafios durante a produção, incluindo a gestão de um grande elenco e uma equipe técnica. Essa instabilidade nos bastidores contribuiu para a atmosfera caótica que permeia a história do filme.

Leia ou ouça também:  Lindomar Castilho: ofuscado por assassinato

Os desafios técnicos da produção

Embora hoje em dia a tecnologia permita efeitos especiais elaborados e visuais deslumbrantes, a produção de “O Mágico de Oz” enfrentou desafios técnicos significativos. Desde a criação dos cenários de Oz até os efeitos visuais para trazer personagens como o Homem de Lata e o Leão à vida, a equipe de produção teve que recorrer a métodos criativos e muitas vezes improvisados para alcançar o resultado desejado. Esses desafios técnicos adicionaram uma camada de complexidade aos bastidores do filme.

O Aftermath e a permanência do mito

Apesar dos desafios e controvérsias enfrentados durante sua produção, “O Mágico de Oz” permanece como um dos filmes mais amados e duradouros da história do cinema. Seu impacto cultural continua a ressoar até hoje, inspirando gerações de espectadores e influenciando inúmeras obras de arte e entretenimento. O mito de Oz vive através de sua rica história e personagens memoráveis, mesmo quando os segredos dos bastidores lançam uma sombra sobre sua magia aparente.

Os bastidores de “O Mágico de Oz” são tão fascinantes e complexos quanto a própria história contada na tela. Ao explorar esses segredos e escândalos, obtemos uma compreensão mais profunda da produção do filme e das muitas facetas de sua criação. Esses elementos adicionam uma camada adicional de intriga e fascínio a um dos filmes mais icônicos da história do cinema.


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights