Sua Página
Fullscreen

Eletron Energia faz IPO para entrar na BEE4

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

A Eletron Energia está prestes a se tornar a quarta empresa a abrir capital na BEE4, o primeiro mercado regulado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que viabiliza a negociação de ações de empresas brasileiras que faturam entre R$10 e R$300 milhões por ano. Sua oferta pública já está aberta na Beegin, plataforma de investimentos conectada à BEE4, com valor-alvo de captação em R$5 milhões. Uma vez encerrada a oferta, a empresa será listada, e suas ações poderão ser compradas e vendidas por investidores no ambiente de negociações da BEE4.

“No desenvolvimento desse novo mercado, nosso desafio é atrair PMEs com potencial de crescimento, posicionadas em setores que se beneficiem de tendências locais e globais, que sejam atrativas para os investidores que querem diversificar sua carteira e antes não encontravam empresas nesse estágio de maturidade quando buscavam as ações já disponíveis no mercado de capitais”, comenta Patrícia Stille, CEO da BEE4.

“A Eletron Energia se enquadra nesse modelo à medida que o Brasil se posiciona como referência em eficiência energética e energia renovável, se destaca nos critérios ESG e tem se mostrado uma alternativa de investimento atraente. De 2019 a 2022, por exemplo, o faturamento da empresa aumentou cerca de 590%”, finaliza a executiva.

Os interessados em participar do IPO devem acessar a página da oferta em https://beegin.com.br/oportunidades/eletron-energia para investir e analisar as condições essenciais da oferta. O investimento mínimo durante o IPO é de R$2.013,00.

Eletron Energia ampliou seu faturamento de R$2,7 milhões para R$18,6 milhões em três anos (+590%); e projeta fechar 2023 com R$ 22 milhões.

Fundada em 2015, a Eletron Energia entendeu que poderia aproveitar as janelas de oportunidade do segmento de energia, iniciando suas atividades em projetos relevantes de iluminação LED, passando para o setor de energia renovável e, hoje, tendo como foco eficiência energética e automação.

Com modelo de negócio rentável e alinhado às demandas do mercado, implementou mais de 150 projetos de eficiência energética até o último ano, seguindo os mais altos padrões internacionais de medição, somando mais de R$160 milhões em projetos. Até 2024, já há mais sete para implementação, adicionando mais R$ 6 milhões ao montante.

Para o cliente, o payback de cada projeto se dá em média em até 3 anos e meio, já tendo economia de energia garantida. Assim, além de permitir que empresas de diferentes portes e setores se tornem mais lucrativas e competitivas, a Eletron Energia contribui para que se adequem às melhores práticas de governança e ESG.

Em razão do atendimento a padrões de qualidade, critérios exigentes, bem como de atuação estratégica no Brasil, entre 2019 e 2022, a companhia foi no sentido oposto das demais empresas durante a pandemia de Covid-19, e teve 590% de aumento em seu faturamento saltando de R$2,7 milhões para R$18,6 milhões. Até junho de 2023, a margem EBITDA é de 29% e a perspectiva é encerrar o ano com faturamento de R$ 22 milhões. Até 2028, a expectativa é elevar sua receita bruta aos mais de R$100 milhões.

Leia ou ouça também:  Nomus é certificada GPTW por boas práticas de gestão de pessoas

“Estima-se que, até 2030, os projetos de eficiência energética correspondam a cerca de 5% de toda matriz energética brasileira, conforme a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). Um cenário ainda muito promissor de desenvolvimento, em que certamente continuaremos a crescer e a gerar valor para os nossos investidores”, explica Ricardo Kenji Wojitani, CEO da Eletron Energia, executivo com mais de 100 projetos de eficiência aprovados e experiência profissional em mais de 10 países, além de certificação CEM (Certified Energy Manager) e CMVP (Certified Measurement and Verification Professional).

Entre 2013 e 2020, o governo brasileiro investiu mais de R$2 bilhões em pesquisa, desenvolvimento e demonstração em projetos de eficiência energética – cerca de R$250 milhões por ano, segundo dados do Atlas da Eficiência Energética Brasil 2022 e da inova-e. “Com o IPO, oferecemos a oportunidade para os investidores pessoa física também participarem dos avanços desse setor e da lucratividade intrínseca ao nosso modelo de negócio”, conclui o executivo.

Como funciona a oferta pública

Para uma empresa ser listada na BEE4, ela precisa primeiro realizar uma oferta pública na Beegin. Após o encerramento da oferta, quando o valor alvo estabelecido for atingido, as ações investidas são tokenizadas e disponibilizadas para negociação dos investidores no mercado organizado administrado pela BEE4.

As ações das empresas listadas na BEE4 são negociadas em pregões semanais, realizados às quartas-feiras, das 12h às 20h, e a experiência é parecida com as operações em bolsas tradicionais, com matching de ordens e cotações em tela. O objetivo de restringir a negociação para apenas um dia na semana foi concentrar operações (e liquidez), e a medida que esse novo mercado for se desenvolvendo as janelas poderão ser expandidas.

Última atualização da matéria foi há 5 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content