Empresa holandesa CM.com chega ao Brasil

Ser atendido por uma marca pelo canal de mensagem que mais gosta de utilizar. É com esse objetivo de auxiliar o consumidor onde e quando ele desejar, no momento mais confortável, sem restrições de local e horário, que a holandesa CM.com, empresa de comércio conversacional (ConvComm), chega ao Brasil. Avaliada em US$ 780 milhões (mais de R$ 4 bilhões) e listada na Bolsa de Valores de Amsterdã desde 2020, a companhia conta a partir de fevereiro com uma sede na cidade de São Paulo para compartilhar sua expertise com as marcas brasileiras.

As soluções oferecidas permitem que as companhias interajam com seus consumidores por meio de múltiplos canais de mensagens e proporcionem um melhor atendimento ao cliente. Com uma comunicação fluida e automatizada, por meio de diferentes canais e aplicativos de mensageria – como SMS, WhatsApp Business, Twitter, Telegram, Instagram e Facebook Messenger-, a companhia auxilia o consumidor a tomar as decisões desde a hora da compra do produto até o pós-venda.

No Brasil, a companhia traz o Mobile Service Cloud, um software completo de atendimento ao cliente para oferecer boas experiências, envolver e aumentar a satisfação do consumidor. Outra novidade é o Mobile Marketing Cloud, uma ferramenta destinada aos profissionais de marketing que ajuda a entender o comportamento digital, além de automatizar e personalizar a mensagem no canal de escolha. E por fim, o Conversational AI Cloud, uma plataforma de chatbot em que as interações se dão por meio de respostas pré-definidas ou com o uso de inteligência artificial. Esse último recurso tem como finalidade automatizar e orientar o cliente em toda a jornada com um diálogo simples, responsivo e instantâneo.

“Com os consumidores cada vez mais presentes nos canais digitais, é estratégico que as marcas os utilizem de forma assertiva para interagir e construir, por meio dessas trocas, uma jornada automatizada e humanizada. Uma pesquisa realizada pelo Facebook em 2019 mostrou que, em vários países, duas em cada três pessoas se comunicam com as marcas por meio de mensagens online. Já no Brasil, 72% disseram que planejam aumentar suas compras no e-commerce. A cada interação com o cliente, os dados ficam mais completos e as mensagens mais assertivas e personalizadas”, explica o Country Manager da CM.com no Brasil, Ronald Bragarbyk.

“Esses canais de mensageria podem ser combinados e usados em uma única plataforma na nuvem, como a da CM.com. Na prática, essas tecnologias são utilizadas para diversas finalidades, como por exemplo, para a emissão de bilhetes aéreos, durante um atendimento do pós-venda, em mensagem promocional com cupom de desconto, no rastreamento de mercadoria no e-commerce e até mesmo no envio de extrato ou 2ª via de boleto. Isso é possível por causa da combinação de todos estes dados na nossa plataforma CDP (Customer Data Platform)”, acrescenta o executivo.

De acordo com o Gerente Geral Internacional, Hodny Benazzi, o lançamento do CM.com na América Latina é estratégico, pois a região oferece uma infinidade de oportunidades de negócios. O Brasil, em específico, é conhecido por ser um dos países mais engajados nas mídias sociais do mundo.

Jeroen van Glabbeek, CEO da CM.com, acrescenta: “Estamos focados em nosso roteiro para expansão global fortalecendo ainda mais nossa força de vendas. Por isso, abrimos recentemente novos hubs no México e Brasil. O mercado latino-americano nos oferece um grande potencial de crescimento e a chance de conquistar participação de mercado nestas novas regiões. Estamos ansiosos para expandir nossa oferta para esses locais”.

Resultados de 2021

Devido ao sucesso de produtos inovadores, a CM.com foi reconhecida em 2021 pela consultoria Juniper Research como líder em Conversational Commerce, CPaaS Vendors e Messaging Platforms.

Outro estudo, realizado pela mesma consultoria, mostrou que as vendas realizadas por meio de canais de mensagens que envolvem chatbots e assistentes de voz crescerão sete vezes até 2025. A projeção para esse mercado, que atualmente é estimado em US$ 41 bilhões, deve chegar a US$ 290 bilhões nos próximos anos.

Dados mais recentes da empresa mostram que a receita principal da CM.com cresceu 97% no primeiro semestre de 2021, totalizando US$ 121 milhões. O lucro bruto principal mais que dobrou e aumentou 129%, com evolução positiva da margem de 22% para 25%. A receita estimada para 2021 atingiu o limite superior da faixa de US$ 270 milhões – US$304 milhões. Depois de ser listada na Euronext Amsterdam, a CM.com investiu em várias aquisições de startups para trazer um alto nível de tecnologia em todo o portfólio de produtos, como RobinHQ (outubro de 2020) e CX Company (maio de 2020), acelerando a escalabilidade do negócio globalmente.

Sobre a CM.com:

CM.com (AMS: CMCOM) é uma empresa global, líder de software em nuvem para comércio de conversacional que permite às empresas oferecer uma experiência superior ao cliente. Nossa plataforma capacita marketing, vendas e suporte ao cliente para automatizar o envolvimento com os usuários dos diversos canais móveis para impulsionar as vendas, ganhar mais público e aumentar a felicidade do consumidor.

*Com participação da jornalista Evelyn Spada.

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content