Sua Página
Fullscreen

Greenn projeta internacionalizar a marca

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Com o objetivo de auxiliar os clientes no mercado internacional, o Greenn, startup especializada em vendas de cursos online, acaba de anunciar o processo de expansão da marca para outros países. Esta nova possibilidade fará com que os usuários da plataforma vendam seus produtos em diversos locais do mundo, e possam receber de acordo com a moeda local, como por exemplo: dólar e libra. A novidade será lançada no dia 30 de julho em evento na Cidade do México.

Para possibilitar este projeto de expansão, o Greenn investiu cerca R$ 2 milhões em tecnologia, processos e estruturas, tanto empresariais, quanto físicas, fazendo com que a empresa se torne a segunda do Brasil a proporcionar aos clientes venderem em diversas moedas e países.

Segundo pesquisa da ABF (Associação Brasileira de Franchising), 2021 registrou um aumento de 12% no número de marcas brasileiras no mercado internacional, que passou de 163 para 183. Para o CMO do Greenn, Gabriel Rockenbach, internacionalizar a marca é dar oportunidade de produtores e compradores nacionais expandirem seus negócios.

“Nosso objetivo com a expansão é também poder auxiliá-los no mercado internacional. Somos uma plataforma construída e pensada para o longo prazo, com diferenciais para os clientes e foco na nova experiência do usuário. Pensamos em proporcionar novidades constantes e de acordo com a evolução do mercado digital também” explica.

Em síntese, a plataforma do Greenn busca de maneira simples disponibilizar cursos e infoprodutos de forma on-line. Além disso, a empresa preza por ter um conceito sustentável enquanto marca, auxiliando na construção de uma sociedade ambientalmente mais saudável para as futuras gerações.

Impacto no mercado e diferenciais

O Greenn é resultado de um planejamento de 10 anos de estudos do mercado de educação online, e construído em paralelo ao desenvolvimento da plataforma, uma forte penetração no ecossistema de infoprodutos (produtos digitais) foi executada.

A estruturação ágil em um mercado competitivo, como o de educação on-line, foi possibilitada pelo investimento para desenvolver a plataforma, e construção de um time para pensar todo o modelo de negócio, que permanece em constante evolução.

“A credibilidade do Greenn não se iniciou no dia que lançamos o sistema para o público. A credibilidade da plataforma vem com o peso de sua irmã mais velha, a G Digital, por onde já passaram mais de 10 mil clientes de mais de 30 países, e também pela inserção dos sócios no mercado de infoprodutos ao longo dos últimos 10 anos.” afirma Rockenbach.

Leia ou ouça também:  Auto: imersão aborda técnicas de vendas e gestão para lojas

Cenário atual e sustentabilidade econômica

A pandemia transformou drasticamente diversos pontos da vida de praticamente todo ser-humano nos últimos dois anos. O ensino foi um dos setores que mais teve de se adaptar durante este período, e os cursos online tiveram aumento significativo de sua procura.

“Atualmente, o mercado está em seu auge e percebemos uma profissionalização cada vez maior. Empresas consolidadas no mercado tradicional estão percebendo que precisam de um braço na educação para prosperar”, afirma Gabriel.

Além de ser uma empresa sustentável no sentido ambiental, o Greenn se norteia pela construção da sustentabilidade econômica da marca. “Nós criamos um ambiente que seja sustentável, com tecnologias e estratégias duradouras. Não só para ter tecnologias que amanhã não funcionarão e, sim, proporcionar uma longevidade aos nossos negócios.” explica Rafael Wisch, CEO Greenn.

Atualmente com 49 colaboradores, a empresa se notabiliza por levar oportunidades para as pessoas, que hoje estão no interior do Paraná, mas com a possibilidade de que clientes espalhados por todo Brasil possam utilizar as diversas soluções que o Greenn oferece.

Sobre a Greenn:

Fundado em 2021, o Greenn é uma plataforma completa de vendas de cursos com pagamentos (cartões, dois cartões, Pix, Boleto), assinatura, coprodução, afiliação, integrações, order-bump, upsell, webhooks e muito mais.

*Com participação do jornalista Vitor Andrade.

Última atualização da matéria foi há 5 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content