Sua Página
Fullscreen

Paulo Nobre: o piloto que ressuscitou o Verdão

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Paulo Nobre, uma figura multifacetada, traz uma história notável que abrange o mundo do esporte, finanças e adrenalina nas pistas de rali. Com uma fortuna avaliada em incríveis 4 bilhões de reais, Nobre é muito mais do que um ex-presidente do Palmeiras; ele é um investidor talentoso e um piloto apaixonado pelas corridas.

A história de Paulo Nobre no Palmeiras é repleta de desafios e conquistas. Em 2013, ele assumiu a presidência do clube com a promessa de trazer um “choque de gestão” que modernizaria o clube e o libertaria de dívidas significativas. Com o apoio dos ex-presidentes Mustafá Contursi e Carlos Bernardo Facchina Nunes, ele venceu uma eleição acirrada e se tornou o mais jovem presidente do Palmeiras desde 1932.

Uma das principais iniciativas de Nobre foi revolucionar o marketing do Palmeiras, focando no sistema de sócio-torcedor e profissionalizando o departamento de futebol. Contratou José Carlos Brunoro para gerenciar o futebol do clube, o que permitiu não apenas melhorar o desempenho esportivo, mas também sanar uma dívida de cerca de 293 milhões de reais. Nobre estava empenhado em levar o Palmeiras para o século XXI, com uma gestão eficaz e moderna.

No entanto, o caminho não foi isento de obstáculos. Paulo Nobre teve que lidar com críticas no início de sua gestão, tanto da imprensa quanto da torcida, quando negociou Hernán Barcos com o Grêmio sem um plano claro de quais jogadores viriam em troca. Isso gerou controvérsias e descontentamento entre os torcedores.

Outro desafio surgiu quando a delegação palmeirense foi agredida após uma derrota na Libertadores. Nobre declarou que só retomaria relações com a torcida organizada Mancha Verde se os agressores fossem entregues, mas a resposta da torcida foi irônica, enfatizando a necessidade de um clube “forte, digno, vencedor e com espírito nobre”.

Nobre também se destacou pela gestão financeira do Palmeiras, afirmando que “vende o almoço para pagar a janta”. Recusou a contratação do meia argentino Riquelme devido à falta de recursos no marketing. Sua abordagem prudente era necessária para reverter a situação financeira do clube e garantir sua estabilidade.

Além de sua carreira no Palmeiras, Paulo Nobre é conhecido no mundo do rali como “Palmeirinha”. Ele montou a equipe “Palmeirinha Off-Road” e participou de várias competições. Sua paixão pelas pistas o levou a disputar o Rally Internacional dos Sertões, a principal prova off-road do Brasil, onde conquistou posições respeitáveis.

Nobre também teve sucesso como piloto de rali em competições nacionais e internacionais. Em 2002, ele foi vice-campeão do Mitsubishi Cup na categoria L200 Light, além de ter se destacado no Campeonato Paranaense de Velocidade. Em 2003, ele estreou no Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade e foi campeão do Mitsubishi Cup na categoria TR4 R.

Leia ou ouça também:  Bill Ackman: magnata derrubou Claudine Gay

No ano seguinte, ele fundou a equipe “Palmeirinha Rally”, competindo em várias competições, incluindo o Rally Internacional dos Sertões e o Campeonato Brasileiro de Cross Country. Em 2005, a equipe conquistou o título do Campeonato Sulamericano de Rally de Velocidade, demonstrando o compromisso de Nobre com o esporte.

Em 2006, Paulo Nobre enfrentou o maior desafio de sua carreira como piloto de rali ao participar do Rally Lisboa-Dakar, a maior competição off-road do mundo. Embora tenha enfrentado problemas mecânicos, sua coragem e determinação impressionaram a comunidade automobilística.

Após um breve afastamento do rali devido a desentendimentos com a equipe BMW, Nobre voltou às pistas em 2009. Ele disputou campeonatos regionais e o campeonato mundial, marcando sua presença no Rally da Grã-Bretanha. Em 2010, ele se tornou o primeiro piloto a disputar uma temporada completa do WRC, conquistando a 15ª posição no campeonato.

Nobre também marcou seu retorno ao Rally Internacional dos Sertões em 2010, conquistando o 3º lugar na classificação geral e a vitória na categoria T1 FIA. Em 2014, ele participou de sua nona edição do Rally Internacional dos Sertões, consolidando sua reputação como um piloto apaixonado e dedicado.

Paulo Nobre é um exemplo de determinação e versatilidade. Sua trajetória como presidente do Palmeiras e como piloto de rali demonstra sua capacidade de enfrentar desafios e alcançar o sucesso em diferentes áreas. Sua paixão pelo esporte e sua gestão responsável fizeram dele uma figura notável no cenário esportivo e financeiro do Brasil.

Última atualização da matéria foi há 4 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content