Sua Página
Fullscreen

Projeto de arquitetura aliado aos bons vinhos

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Por trás de uma garrafa de vinho, há um universo de informações gigantesco, e que agora, com as festas de fim de ano principalmente, a curiosidade por saber mais sobre esta bebida e outras, como os espumantes, é aguçada. Beber um bom vinho é, sem dúvida, uma experiência única, diferenciada e multissensorial na qual está se revivendo ou se criando sensações e emoções únicas, inesquecíveis e prezerosas, além de promover um maior convívio em torno (e com) o social. A verdade é que o vinho (que pode ser tinto, rosé, branco ou espumante) é muito apaixonante e sem sombra de dúvidas sedutor. Há toda uma aura em torno deste líquido que foi escolhido por muitos como a sua bebida preferencial e tem o sabor construído através do contato com vários dos nossos sentidos e que muitos consideram como sagrado. As pessoas estão querendo aprender cada vez mais a respeito.

Mas, para se ter uma experiência realmente inesquecível, compartilhando um bom rótulo, é preciso estar atento a algumas questões – que vão desde o armazenamento correto das garrafas, passando pelo ambiente de consumo até a degustação.

Para potencializar esta experiência, um bom projeto de arquitetura consegue aliar beleza, luxo e sofisticação, sem deixar passar todos os itens necessários para que se construa um local harmônico para o armazenamento e o consumo de vinhos e de outras bebidas.

Para a arquiteta Eduarda Correa, do escritório Eduarda Correa Arquitetos Associados, o projeto de um espaço destinado à degustação de vinhos, além de assegurar a comodidade das pessoas que vão consumi-lo, deve atentar-se para a conservação e o armazenamento das garrafas.

Alguns pontos fundamentais na hora de projetar uma adega são umidade, temperatura e luminosidade. “Como regra geral, o vinho deve estar guardado em um lugar ventilado, protegido da luz, das vibrações e a uma temperatura constante. Isso porque, a luz, principalmente solar, pode degradar e envelhecer prematuramente os rótulos”, explica Eduarda. Outra boa dica – caso você não tenha um porão ou ambiente escuro – é dispor de um armário, cuidando para que os quesitos descritos estejam controlados.

Mesmo tendo certas exigências para uma acomodação correta, Eduarda acredita que é possível criar um espaço com muito estilo para compartilhar com as pessoas mais próximas a experiência da degustação de um vinho. “É importante entender o perfil e o desejo do proprietário deste espaço. A partir daí, com a escolha de materiais diferenciados, é possível entregar a essa pessoa um espaço belo, luxuoso e, sobretudo, prático”.

A tendência de se ter um ambiente assim em casa já vem aumentando nos últimos anos, ainda mais com a pandemia e a obrigatoriedade de isolamento social. Ao passar mais tempo em casa, dividindo esses momentos com poucas pessoas, houve uma necessidade de que esses momentos fossem mais divertidos e, assim, os espaços para degustação de vinhos se tornaram virais. Para criar um ambiente adequado, além de todo cuidado sobre como guardar as garrafas, é preciso ter atenção com aqueles que vão degustá-las. Para isso, a arquiteta aconselha lançar mão de materiais que trazem essa sensação de aconchego e conexão com ambientes que remetem às antigas ‘caves’: madeira, pedras, couro e cortiça.

Leia ou ouça também:  Fred Gelli discute design pelo viés da biomimética

Uma vez que a degustação pode demorar algumas horas, é imprescindível apostar no conforto do espaço. “Os móveis escolhidos devem proporcionar um clima agradável para que as pessoas queiram estar ali por um bom tempo. Opte por poltronas macias, cadeiras confortáveis e apoio para as taças. A escolha dos acessórios corretos vai ajudar a compor o clima de sofisticação do ambiente”, completa.

E a dica final é: “esteja atento aos odores. Ao escolher um local para construir seu espaço para degustar um bom vinho ou outra bebida de sua preferência, fuja daqueles que tenham fortes cheiros ou que estejam próximo a ambientes assim. E evite decorar o ambiente com difusores ou similares. Seguindo essas dicas, será possível ter um local adequado a essas experiências inesquecíveis”, conclui Eduarda.

Sobre Eduarda Correa Arquitetos Associados:

O escritório Eduarda Correa Arquitetos Associados, consolidado e reconhecido como um dos mais importantes do Estado, desenvolve projetos de arquitetura e de interiores dentro dos segmentos comerciais, corporativos, residenciais e imobiliários. Além disso, foi o 1º escritório de arquitetura a obter um selo de sustentabilidade internacional (LEED) para um de seus projetos comerciais e recebeu outros importantes prêmios de destaque Nacional.

*Com participação da jornalista Ana Horta.

Última atualização da matéria foi há 5 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Tags:
Voltar ao Topo
Skip to content