Anúncios
Sua Página
Fullscreen

Radio Break revoluciona o setor radiofônico

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Em uma entrevista exclusiva concedida ao portal Panorama Mercantil, Amaury Martins Jr., sócio-proprietário da startup Radio Break, compartilha insights sobre a transformação em curso no mercado de compra de mídia para rádio no Brasil. Recentemente, tem havido um aumento significativo na viabilidade da compra de mídia offline em grandes veículos, algo semelhante à dinâmica da publicidade online. A Radio Break é uma peça-chave nesse movimento, simplificando e digitalizando o processo de compra de anúncios em rádios, oferecendo eficiência e transparência. A entrevista destaca a missão da Radio Break de valorizar as emissoras locais, conectando-as a grandes anunciantes e fortalecendo, assim, as regiões atendidas. A plataforma, desenvolvida por Amaury Martins Jr. e Valério Guimarães, visa oferecer uma experiência de compra semelhante às mídias programáticas, otimizando campanhas e superando desafios tradicionais. Ao abordar os benefícios da Radio Break em comparação com métodos convencionais de compra de mídia offline, Amaury destaca a eficiência, transparência e otimização de campanhas proporcionadas pela plataforma. Com quase 30 anos de experiência em comunicação e marketing, Amaury e Valério unem seus conhecimentos para liderar a transformação digital no setor comercial de rádios no Brasil. A ambição da Radio Break é notável, planejando expandir para 2.500 emissoras até 2024.

Amaury, ultimamente, tem se falado sobre a compra de mídia em grandes veículos de forma similar à publicidade online. Isso se tornou mais viável no Brasil recentemente? O que motivou essa mudança?

O desafio em comprar mídia offline (rádio) em escala nacional ou mesmo regional reside primeiramente em encontrar as melhores emissoras para seu público e depois em negociar com cada emissora individualmente. Isso resulta em muitas transações, faturas, pagamentos e comprovações que devem ser gerenciados pela agência ou anunciante, tornando o processo lento e custoso.

Anúncios

A Radio Break visa eliminar esses obstáculos, oferecendo uma maneira eficiente e transparente de negociar, transformando uma campanha nacional de rádio em um processo simplificado e online.

A ferramenta de vocês pode expandir a visibilidade de emissoras locais?

Exatamente, o principal objetivo da Radio Break é valorizar as emissoras locais perante grandes anunciantes. Isso fortalece as regiões e oferece um retorno significativo para os anunciantes. A cada campanha, obtemos um grande volume de dados, que ajuda a otimizar o ecossistema de rádios.

Como funciona a plataforma?

A Radio Break é uma plataforma totalmente digital, onde agências de publicidade e anunciantes fazem o planejamento de campanhas de rádio de forma simples, rápida e muito mais assertiva, pois, cada ajuste na campanha atualiza, em tempo real, indicadores como: número de habitantes, segmentação por sexo e idade e exibe um mapa de calor do potencial de atuação da campanha.

Anúncios

Estamos falando de campanhas com grande alcance, servindo como uma ponte para os principais anunciantes do mercado?

Sim, a Radio Break visa ampliar a influência das rádios, atraindo grandes anunciantes interessados em campanhas eficientes, econômicas e de amplo alcance.

Quem está envolvido no projeto?

A Radio Break foi criada por mim, Amaury Martins, e Valério Guimarães. Tenho quase 30 anos de experiência em comunicação e marketing, enquanto Valério possui uma sólida carreira baseada em tecnologia e empreendedorismo, criando soluções de software há mais de 20 anos. Juntos, buscamos transformar digitalmente o setor comercial das rádios, oferecendo uma experiência de compra semelhante às mídias programáticas.

Como a Radio Break pretende enfrentar a concorrência no mercado de compra de mídia para rádio?

A Radio Break busca se destacar através da sua abordagem digital e eficiente, simplificando o processo de compra de mídia para rádio. Ao oferecer uma plataforma online e transparente, a empresa visa superar os desafios tradicionais associados à compra de anúncios em emissoras, proporcionando uma experiência mais ágil e econômica para agências e anunciantes.

Anúncios
Leia ou ouça também:  Espaços de eventos investem em atividades diferenciadas e contato com a natureza

Quais são os principais benefícios que a Radio Break oferece aos anunciantes em comparação com métodos convencionais de compra de mídia offline?

A Radio Break oferece benefícios como eficiência, transparência e otimização de campanhas. Ao simplificar o processo de compra de mídia para rádio, a plataforma permite ajustes em tempo real, fornecendo dados detalhados sobre o público-alvo, segmentação demográfica e um mapa de calor do potencial de alcance da campanha. Esses elementos visam tornar as campanhas mais assertivas e econômicas para os anunciantes.

Como a Radio Break pretende contribuir para o fortalecimento das emissoras locais e das regiões atendidas?

A Radio Break busca valorizar as emissoras locais, proporcionando uma ponte entre essas emissoras e grandes anunciantes. Ao atrair investimentos de grandes marcas para campanhas regionais, a plataforma contribui para o fortalecimento das emissoras locais, gerando retorno significativo para os anunciantes e promovendo o crescimento econômico nas regiões atendidas.

Quais são os principais desafios que a Radio Break enfrenta ao tentar transformar digitalmente o setor comercial das rádios no Brasil?

A transformação digital do setor comercial das rádios envolve desafios como a adoção de novas tecnologias, a mudança de mentalidade e a integração de emissoras locais em uma plataforma unificada. A empresa precisa superar esses desafios para alcançar seu objetivo de oferecer uma experiência de compra semelhante às mídias programáticas no mercado de rádio.

Como a Radio Break planeja alcançar a meta de expandir para 2.500 emissoras até o final do ano?

A Radio Break planeja expandir sua presença trabalhando ativamente para atrair novas emissoras parceiras. Além disso, a empresa provavelmente buscará parcerias estratégicas e investimentos para impulsionar seu crescimento. O plano de expansão envolverá abordagens específicas para agregar valor aos anunciantes e às emissoras, consolidando sua posição no mercado de compra de mídia para rádio no Brasil.

Quais são os planos para os anos vindouros?

Anúncios

O Brasil possui mais de 5 mil emissoras de rádio, gerando um potencial enorme para ser explorado. Segundo pesquisa da Kantar IBOPE Media, 83% da população ouve rádio contando com um aumento de 3% em comparação ao último ano. Estes números são extremamente animadores, pois, a Radio Break possibilita anunciantes criarem campanhas de alto alcance e ainda assim extremamente assertivas.

Última atualização da matéria foi há 5 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights