Anúncios
Sua Página
Fullscreen

Um bilhão de pessoas com artrose até 2050

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

A osteoartrose, também conhecida como artrose, é uma doença degenerativa que desgasta as cartilagens nas articulações, provocando dor, rigidez e limitação de movimentos. Esta condição, que afeta milhões de pessoas em todo o mundo, é um intruso silencioso que se instala gradualmente, prejudicando a qualidade de vida dos afetados. Dados recentes do Institute for Health Metrics and Evaluation (IHME) dos Estados Unidos projetam um futuro preocupante: quase 1 bilhão de pessoas poderão ser afetadas pela artrose até 2050. Em 1990, cerca de 256 milhões de pessoas sofriam dessa doença, número que saltou para 595 milhões em 2020.

Opções atuais de tratamento

Atualmente, as opções de tratamento para a osteoartrite são variadas, mas predominantemente paliativas. Exercícios, fisioterapia, uso de bengalas ou talas, adaptações em casa, analgésicos e cirurgias (incluindo substituição de articulação) são algumas das medidas adotadas para lidar com a doença. Embora essas abordagens ajudem a aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida, a artrose ainda não tem cura. No entanto, medidas preventivas e atividades específicas podem minimizar os riscos e promover o bem-estar dos pacientes.

O papel dos exercícios físicos

Conforme o Dr. Marco Aurélio S. Neves, ortopedista especialista em cirurgia de quadril e joelho, os exercícios físicos desempenham um papel crucial no alívio da dor, aumento da sensação de bem-estar e melhoria da qualidade de vida dos pacientes com artrose. “Exercitar-se por cerca de 30 minutos, cinco vezes por semana, é suficiente para sentir os benefícios e fortalecer a musculatura, o que ajuda a evitar lesões adicionais”, afirma Neves. Fortalecer os músculos ao redor da articulação afetada é essencial para protegê-la e reduzir a dor.

Anúncios

Atividades recomendadas

Para aqueles que praticam esportes sem a devida preparação, sem orientação e com volume e intensidade acima da capacidade, os riscos de acelerar a progressão da doença são significativos. Neves recomenda atividades de baixo impacto, como natação, hidroginástica, pilates e caminhada. Essas atividades são benéficas por protegerem as articulações, prevenirem doenças cardiovasculares e ajudarem no fortalecimento muscular. “É importante realizar exercícios com a orientação de um profissional e evitar exageros”, aconselha o médico.

Identificação precoce e tratamento personalizado

A identificação precoce da artrose é fundamental para um tratamento eficaz e uma melhor qualidade de vida. Cada paciente é único e os medicamentos devem ser prescritos por um ortopedista. Analgésicos e anti-inflamatórios são frequentemente utilizados para aliviar a dor e o inchaço das articulações. Pomadas anti-inflamatórias também podem ser aplicadas diretamente na área dolorida. Além disso, existem medicamentos que contêm substâncias que ajudam na regeneração da cartilagem das articulações, protegendo-as da degeneração.

A importância da fisioterapia

A fisioterapia é uma das principais aliadas no tratamento da artrose, ajudando a diminuir a dor e o desconforto mediante aparelhos, recursos térmicos e exercícios de mobilização e fortalecimento. O tratamento deve ser personalizado, levando em consideração as características específicas da artrose de cada paciente. Quando medicamentos e fisioterapia não são suficientes para aliviar a dor e a limitação funcional, a cirurgia pode ser indicada como última opção.

Leia ou ouça também:  Mercado de afiliação faturará US$15,7 bi

Adotando um estilo de vida saudável

Seguir as recomendações médicas e adotar um estilo de vida saudável são medidas essenciais para minimizar os sintomas da artrose. Dr. Marco Aurélio S. Neves enfatiza a importância de uma abordagem holística que combine exercícios físicos regulares, dieta equilibrada e cuidados médicos contínuos. A prevenção, embora não elimine a possibilidade de desenvolvimento da doença, pode retardar sua progressão e melhorar significativamente a qualidade de vida dos pacientes.

Anúncios

A luta contra a artrose: um desafio global

A previsão de que quase 1 bilhão de pessoas poderão ser afetadas pela artrose até 2050 sublinha a necessidade urgente de ações coordenadas ao nível global. É essencial aumentar a conscientização sobre a doença, investir em pesquisa para encontrar tratamentos mais eficazes e garantir que as pessoas tenham acesso aos cuidados necessários. A luta contra a artrose é um desafio complexo que requer o esforço conjunto de profissionais de saúde, pesquisadores, pacientes e formuladores de políticas.

A artrose é uma doença debilitante que já afeta milhões de pessoas em todo o mundo e pode atingir proporções epidêmicas nas próximas décadas. Embora atualmente não haja cura, estratégias preventivas e tratamentos personalizados podem ajudar a aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida dos pacientes. O compromisso com a pesquisa e a implementação de políticas de saúde pública eficazes são essenciais para enfrentar esse desafio crescente e proporcionar um futuro melhor para aqueles que sofrem de artrose.


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
Anúncios
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights