Sua Página
Fullscreen

Mercado de multipropriedade cresce no Brasil

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

A Multipropriedade, bastante conhecida na Europa e nos EUA, vem se desenvolvendo no Brasil e apresentando crescimento expressivo nos últimos anos. O modelo consiste na divisão do imóvel entre diversos “sócios”, que têm direito de propriedade e uso por um determinado período do ano, em dias subsequentes ou alternados.

Segundo dados do estudo “Cenário do Desenvolvimento de Multipropriedades no Brasil”, publicado pela Caio Calfat Real Estate Consulting, existem atualmente 180 empreendimentos nesse modelo em todas as regiões do país, aumento de mais de 15% em relação aos 156 registrados em 2022.  No período entre abril de 2022 e abril de 2023, o Valor Geral de Vendas (VGV) do mercado da Multipropriedade no Brasil alcançou R$ 59,9 bilhões, uma alta de 43,3%.

Para Lucas Fiuza,  CEO do Grupo WAM, o setor de multipropriedade tem expandido para outras áreas, como o turismo. Nesse caso, uma das principais características da multipropriedade é que o usuário tem acesso a hotéis e condomínios de lazer de acordo com seu poder aquisitivo. “Caso o proprietário não consiga usar sua estadia ou queira conhecer outros destinos, é possível intercambiar esse período com outros multiproprietários, seja no próprio empreendimento ou em empreendimentos diferentes”, explica Fiuza.

Ainda segundo o estudo, entre os empreendimentos em desenvolvimento no país, 54 estão concentrados na região Sul e 50 na região Nordeste, em cidades como Caldas Novas (GO), Gramado (RS), Canela (RS), Aquiraz (CE) e Maceió (AL). “É interessante notar que grande parte desses empreendimentos fica fora do eixo Rio-São Paulo”, comenta Lucas Fiuza, CEO do Grupo WAM.

Fator para o crescimento

Leia ou ouça também:  Grupo Fleury anuncia nova aquisição integral

O CEO do Grupo WAM comenta que um dos fatores que pode explicar o crescimento do setor de multipropriedades no Brasil é o foco no turismo. De acordo com o estudo, dos 81 municípios que já contam com multipropriedades, a maior parte deles possuem pontos e atrações turísticas. “O Brasil está entre os principais destinos turísticos do mundo”, explica Fiuza. “A construção de empreendimentos desse tipo pode atrair ainda mais visitantes”, completa.

Esse direcionamento para o turismo tem sido fomentado principalmente pelo cenário positivo nos últimos anos. Segundo dados do IBGE, as atividades do setor de Turismo foram as principais responsáveis pelo crescimento de 2,9% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2022.

Última atualização da matéria foi há 11 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights