Vidalink lança o plano Vidalink Fit no mercado

Luis González

Para entender a relação do brasileiro com à prática de atividades físicas, o Google Trends realizou, entre maio de 2020 e maio de 2021, um estudo que mostrou o registro de 370 milhões de buscas de vídeos de exercícios com os termos “casa” ou “sem equipamento” no título. Já a influente plataforma YouTube apontou que pesquisas sobre “exercícios para fazer em casa iniciantes” cresceram mais de 2.900%, entre março de 2020 e junho de 2021. Em contrapartida, mais de 80% das adesões às academias não são utilizadas, e outro estudo realizado pela Fiocruz mostrou que o problema do brasileiro é se manter firme na prática, já que 67% dos praticantes abandonam a academia entre o 3º e o 5º mês.

De olho nas tendências, e visando o futuro da prática de atividade física pós-pandemia, a Vidalink lança ao mercado o Vidalink Fit, pilar de atividade física pertencente ao seu Plano de Bem-Estar corporativo que tem como objetivo estimular a prática de atividade física em casa ou na academia, por meio de conteúdos e serviços estimulem os colaboradores a saírem do sedentarismo e atingir seus objetivos de bem-estar.

O principal diferencial do Vidalink Fit é identificar o momento e o contexto do usuário, oferecendo conteúdos que estimulem bons hábitos, na academia e fora dela. Já para o usuário que pretende malhar em casa, o Vidalink Fit oferece ao colaborador mais de 30 programas de treinamento online, em 15 modalidades e mais de 1200 videoaulas, como exercícios funcionais, corrida, dança fitness, yoga, pilates etc. Todos criados por grandes professores e coaches do mercado, como Camila Sachs, a queridinha das mulheres que querem entrar em forma.

Atividade física e bem-estar

O pilar de atividade física faz parte do nosso Plano de Bem-Estar e, com o Vidalink Fit, os colaboradores e seus dependentes, maiores de 18 anos, podem deixar o sedentarismo de lado e ter mais qualidade de vida e produtividade em suas atividades diárias. “O Plano de Bem-Estar Vidalink tem como objetivo aumentar a satisfação e retenção de talentos a partir do impacto positivo no bem-estar geral do colaborador. Para isso, a atividade física é um pilar fundamental. O objetivo da Vidalink é facilitar a vida dos RH’s com a oferta de serviços que apoiam os colaboradores e, como consequência, ajude a aumentar a produtividade e a queda do absenteísmo e dos custos de saúde das empresas”, enfatiza Luis González, CEO e cofundador da Vidalink.

Marcelo Capelazo, especialista em educação física e parceiro da Vidalink na construção dos conteúdos de bem-estar do Vidalink Fit, ressalta sobre a importância de implantar um programa de atividade física nas organizações. “Os benefícios na vida dos colaboradores são inúmeros. A prática regular ajuda o nosso corpo e mente a estarem equilibrados, sendo possível encarar os desafios corporativos de uma maneira mais saudável.”

Capelazo reforça que ao praticar exercícios, o corpo fica livre das tensões do cotidiano. A serotonina, um dos hormônios da felicidade, é liberada no organismo e diminui o estresse. Desta forma, quanto menos exaustão maior o desempenho do colaborador. Além dos exercícios de alto impacto, a prática de atividades mais relaxantes como ioga, ajudam a liberar substâncias capazes de aumentar a oxigenação sanguínea, o relaxamento muscular e a sensação de prazer.

Dicas práticas – saúde física e mental

Segundo o estudo do Google, dois em cada três brasileiros não estão satisfeitos com suas práticas atuais de exercícios. Para os entrevistados, as principais barreiras são a falta de tempo (25%) e o cansaço (21%). Na pandemia, 24% dizem praticar menos esportes e apenas 11% está mais ativo. Com as restrições da quarentena, boa parte da população teve que adaptar os treinos para dentro de suas casas, por isso é fundamental termos bons profissionais que nos conduzam a ter o melhor condicionamento físico. Para não desmotivar, pela falta do convívio social, a dica é preparar o cantinho de treino com carinho, abusar de lembretes em lugares visíveis e escolher a atividade que mais dê prazer. Comece devagar, condicione o seu corpo a um novo estímulo e progrida gradualmente, evitando qualquer tipo de lesão ou cansaço extremo”, orienta Capelazo.

O especialista em Educação física e bem-estar ainda complementa com dicas para que os colaboradores tenham atenção durante a sua rotina corporativa: “Faça alongamentos antes, entre os intervalos e depois do trabalho”, diz. Para ele, muitas dessas dicas são negligenciadas pelos praticantes, o que pode provocar lesões no futuro. Por isso, os lembretes de estímulo às boas práticas nunca é demais. “Lembrar de respirar profundamente, se espreguiçar, alongar as costas, movimentar as pernas para melhorar a circulação. Essas são algumas dicas que fazem parte do conteúdo de estímulo à prática de atividade física que a Vida – wellbot de bem-estar da Vidalink dará ao colaborador durante o uso do app”, complementa.

“Acreditamos que com o Vidalink Fit – pilar de atividade física do Plano de Bem-Estar Vidalink, nos mantemos firmes no propósito de semear a cultura de bem-estar corporativo que tanto acreditamos para cada vez mais empresas de todo o Brasil”, diz o CEO da Vidalink.

Sobre a VidaLink:

Fundada no ano 2000, a companhia possui mais de 200 clientes corporativos, entre empresas nacionais e multinacionais, como IBM, iFood, Johnson & Johnson, Nestlé e Vivo. Unindo tecnologia e bem-estar, a Vidalink se consolidou com a maior WellTech do Brasil, sendo a única a oferecer o “Plano de Bem-Estar”, benefício corporativo com coberturas que incluem alimentação saudável, saúde mental, atividade física e subsídio em medicamentos. Tudo isso amparado por uma de suas grandes acionistas, a CVS Health, maior empresa mundial de saúde.

*Com participação do jornalista Renato Lopes.

Compartilhar:
Tags:
Voltar ao Topo
Skip to content