Sua Página
Fullscreen

6 dicas de neuromarketing para seu negócio

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

A internet facilitou a abertura de e-commerces e negócios conduzidos via online. O aumento da concorrência tem feito com que seja necessário encontrar maneiras de se sobressair. A utilização do neuromarketing em seu negócio pode ser uma boa saída. A utilização do marketing digital era, até pouco tempo atrás, um privilégio reservado para grandes empresas ou corporações que dispunham de uma verba considerável para a construção de estratégias que criassem um diferencial competitivo relevante.

No entanto, nesta nova era digital, recorrer a esse tipo de técnica publicitária deixou de ser uma opção e se tornou uma indispensabilidade para a sobrevivência e sucesso, de negócios dos mais variados portes ou segmentos.

Isso porque, uma boa gestão de marketing e vendas é fundamental para viabilizar que as instituições comerciais sejam capazes de:

Compreender as necessidades do público; Construir uma relação mais aproximada com os compradores; Garantir a fidelização; Estimular o feedback; Educar o mercado, entre outros.

Assim, não somente a reputação da marca é beneficiada, mas também a lucratividade da instituição e a sua competitividade perante o mercado. Com isso, encontrar novas formas de inovar nessas estratégias pode ser uma das melhores maneiras de alavancar as vendas em 2022.

O que é o neuromarketing?

Dentro do curso gestão de marketing e vendas, o neuromarketing é uma das especializações que mais tem atraído as empresas que desejam melhorar os resultados das vendas e aumentar a lucratividade do negócio.

Isso porque, essa ferramenta que costuma ser muito utilizada dentro do universo da comunicação, é uma ótima aliada para a identificação das necessidades do público consumidor, fazendo com que os clientes tenham sempre a sua marca na memória.

Como ciência, o neuromarketing visa utilizar os estudos relacionados com a neurologia e psicologia, como forma de compreender a fundo as alavancas psicológicas que auxiliem no processo de incentivo ao consumo e ao ato da compra em si.

Desta forma, as empresas são capazes de compreender com maior precisão o que produz maior satisfação dos consumidores, alterando os produtos, o serviço e o atendimento para que eles se tornem muito mais agradáveis e úteis para todos.

Por meio do curso de empreendedorismo ead é possível compreender mais a fundo sobre as melhores formas de aplicar esses conhecimentos no seu negócio, adquirindo os melhores resultados possíveis.

Como essas estratégias são aplicadas nas maiores redes do varejo

O mecanismo do neuromarketing utiliza, em essência, o reconhecimento dos instintos mais básicos das pessoas, como forma de identificar suas reais necessidades, bem como, quais são os estímulos que terão melhores resultados em cada tipo de público.

Assim, através da realização da gestão comercial e marketing ead , os empresários podem se familiarizar com a hipótese dos marcadores somáticos, que explicam como a ligação entre sentimento e as emoções interferem diretamente na tomada de decisões.

Como, por exemplo, a forma com que o nosso cérebro e sistema nervoso central (SNC) reagem aos estímulos visuais ou a outros conjuntos de alavancas sensoriais, e como esses indivíduos tendem a agir perante tais impulsos.

No varejo, o reconhecimento desses padrões por profissionais qualificados – que devem ser muito bem escolhidos pela gestão de pessoas em startups –, é utilizado como forma criar consciência no consumidor, sobre problemas específicos que precisam ser solucionados.

Esse problema – seja ele exposto através das ações de publicitárias ou naturalmente já cultivado pelos compradores –, deve poder ser solucionado com o auxílio do serviço ou produto disponibilizado pela marca.

Assim o neuromarketing torna o processo de decisão de compra mais acertada. Além disso, essas estratégias permitem personalizar o atendimento de acordo com as necessidades específicas de cada perfil, viabiliza a efetuação de ações mais eficientes e possibilita a adaptação das mercadorias para que transmitam as necessidades do mercado.

6 formas de utilizar o neuromarketing para alavancar o seu negócio

O processo de conquista e convencimento da compra é uma tarefa naturalmente desafiadora para qualquer empresa. E fazê-lo de forma sutil e sem que a investida acabe afastando os potenciais compradores pode ser ainda mais complicado.

No entanto, as técnicas estudadas pelo neuromarketing são ideais para a aplicação em qualquer tipo de relação de consumo, seja ela no comércio de produtos ou serviços.

Isso porque, ela é capaz de captar os indicadores neurológicos, psicológicos e fisiológicos provocados por cada uma das ações criadas pela marca, em seus consumidores.

Desta forma, é possível identificar com maior precisão os níveis de aceitação do público em relação a diversos aspectos do negócio – desde reputação da marca, embalagens, mercadorias, entre outros –, otimizando todos os esforços aplicados nas ações publicitárias. Assim, se você deseja encontrar as melhores maneiras de utilizar o marketing neural como forma de alavancar as suas vendas e proporcionar o crescimento do seu negócio, atente-se às seguintes dicas:

Escolha bem as fontes

Quando falamos de marketing digital, as ações voltadas para a produção de conteúdo para os blogs ou sites institucionais se tornam vitais para a realização de uma boa construção de imagem e captação da atenção do público-alvo.

Na faculdade de vendas e marketing, os empresários podem aprender um pouco mais sobre a importância da escolha da tipografia certa para a construção do seu espaço virtual, para o logo do seu produto e para a realização da comunicação direta com o cliente.

Isso porque, no neuromarketing até os menores detalhes são fundamentais para influenciar a forma com que os clientes se relacionam com a sua marca e com os seus produtos.

Leia ou ouça também:  Como as bolsas femininas foram além do funcional

Consequentemente, esses detalhes podem sim serem determinantes durante a jornada de compra e na decisão final de investir ou não no produto.

Neste contexto, o uso de fontes simples auxilia muito no estímulo à ação, facilitando a leitura das informações e o convencimento dos clientes. Enquanto isso, recorrer a fontes completas é uma ótima forma de destacar informações essenciais.

Mas além dessas, muitas outras ações podem ser utilizadas como forma de aprimorar a percepção dos clientes sobre o seu negócio.

Trabalhe a utilização das cores

As cores são importantes estímulos neurais, que possuem efeitos distintos no cérebro de acordo com as suas variações.

Assim, como esses elementos dão início a múltiplos processos comportamentais, a utilização das cores é uma aliada importante para as estratégias de marketing.

Conhecida no mercado publicitário como “núcleos”, as cores escolhidas para a construção da sua página, do logo da empresa, das embalagens e até no próprio produto, são capazes de determinar a precisão da transmissão de uma mensagem.

Por isso, é muito importante saber como aplicá-las de forma organizada e harmônica, construindo uma identidade visual impactante e satisfatória.

Por exemplo, a aplicação da cor vermelha é uma ótima maneira de estimular a ação e a sensação de urgência, enquanto o amarelo é muito útil para o setor de vendas, pois transparece otimismo e juventude.

Design do site

Outro aspecto que influencia na construção da identidade visual de uma marca é a estrutura ou layout do site utilizado pela empresa. As decisões tomadas na construção dessa página vão determinar diretamente a tomada de decisão dos clientes, no momento da compra.

Assim, as otimizações estéticas feitas nos blogs empresariais ou no site da empresa – bem como nas redes sociais e e-mail marketing –, são tão importantes para o curso de gestão financeira online, pois estimulam as novas vendas e a atração de novos consumidores.

Esse aperfeiçoamento das páginas envolve o mapa de calor – o padrão de análise visual realizado pelos consumidores ao abrir a sua página, para onde o olhar é atraído –, estruturação dos conteúdos e direcionamento desses materiais.

Construa bem o conteúdo postado

De nada adianta investir em fontes mais certeiras, na aplicação das cores que melhor combinem com o seu negócio ou na construção de um layout de excelência se o conteúdo publicado nesses sites não for qualificado ou útil para o mercado e consumidores.

Essa é uma das principais formas de garantir o engajamento, atrair pessoas que se encaixam nas características da persona da empresa, de melhorar a comunicação com o público e aumentar a credibilidade da marca.

Por isso, além de ser um material informativo e bem estruturado, ele também precisa:

Ter uma linguagem que concorde com as particularidades do público; Sanar dúvidas sobre o mercado; Possuir formatos variados; Explorar o uso de palavras-chaves assertivas; Estar de acordo com as técnicas de SEO, entre outros.

Além disso, é preciso saber direcionar os materiais produzidos digitalmente, para cada um dos estágios do funil de vendas. De modo a garantir que os leads tenham mais chances de passar para o estágio seguinte, se tornando mais propensos a finalizar a compra.

Atraia o público-alvo

Atualmente, a conquista do público-alvo deixou de estar relacionada exclusivamente com a apresentação de um ótimo produto, que tenha qualidade e seja eficiente.

Cada vez mais as pessoas têm buscado se relacionar comercialmente com empresas que confiam e que possuam valores semelhantes aos seus.

Assim, é preciso construir uma relação de proximidade com o cliente para além dos interesses de vendas, impactando o inconsciente dessas pessoas com boas memórias, apelo emocional e experiências positivas.

Essas ações de atração tem um impacto tão profundo na aquisição de novas vendas e no aumento do ticket médio das instituições, que até o curso tecnico de gestão financeira acaba abordando a sua indispensabilidade e como realizar essa tática com sucesso.

Monitore com frequência o comportamento dos clientes

O avanço tecnológico e as plataformas digitais concedem uma facilidade muito maior na aquisição de dados e métricas que descrevam com maior exatidão o real comportamento dos consumidores.

No entanto, para manter-se a par das necessidades e desejos dessas pessoas é crucial garantir que as informações obtidas estejam sempre atualizadas e completas.

Desta forma, será possível aliar esses dados com as estratégias de neuromarketing e conseguir encontrar melhores formas de atrair novos clientes e de conquistar resultados mais satisfatórios.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog It Business Fórum, site voltado para a veiculação de conteúdos relevantes sobre negócios, startups e estratégias para pequenas, médias e grandes empresas.

Última atualização da matéria foi há 3 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content