Sua Página
Fullscreen

Em alerta: 2 milhões de empresas fechadas

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

O potencial empreendedor brasileiro é indiscutível. Conforme o Monitor Global de Empreendedorismo (Global Entrepreneurship Monitor – GEM), em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e a Anegepe (Associação Nacional de Estudos em Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas), o Brasil somou 90 milhões de empreendedores ou potenciais empreendedores em 2023. Contudo, esse cenário otimista coexiste com uma realidade menos promissora: o alto número de empresas que fecharam suas portas no mesmo período.

O panorama dos negócios no Brasil em 2023

No decorrer do ano de 2023, o Brasil testemunhou o encerramento de aproximadamente 2,1 milhões de empresas, conforme dados do Mapa de Empresas do Governo Federal. Esse número alarmante traduz-se em uma média de quatro negócios extintos a cada minuto no país, representando um aumento de 25,7% em relação ao ano anterior.

A dualidade do empreendedorismo brasileiro

Apesar de ocupar a segunda posição entre os países com maior potencial empreendedor, perdendo apenas para a Índia, o Brasil enfrenta um desafio significativo: a manutenção e sustentabilidade dos negócios. Bruno Darolt, CEO e fundador da BD Consultoria, aponta que o país ainda enfrenta obstáculos que dificultam o crescimento e a longevidade das empresas.

Fatores determinantes para o fechamento de empresas

Diversos fatores contribuem para o encerramento das atividades empresariais no Brasil. Além das questões relacionadas à capacitação, planejamento e gestão, é importante considerar o impacto das variáveis políticas e econômicas no ambiente de negócios.

Desafios enfrentados pelos empreendedores brasileiros

O empreendedor brasileiro, muitas vezes, enfrenta dificuldades para se manter atualizado e competitivo em um mercado em constante evolução. Nesse contexto, a capacitação e a adoção de estratégias de gestão são essenciais para a sobrevivência e o sucesso dos negócios.

Leia ou ouça também:  Dois milhões de cirurgias plásticas em 2024

A importância da capacitação e gestão estratégica

Para Bruno Darolt, é fundamental que os empreendedores invistam em sua capacitação e na implementação de tecnologias que possam fornecer dados relevantes para embasar suas decisões. A gestão estratégica do negócio deve ser priorizada desde o seu surgimento, visando garantir sua sustentabilidade e crescimento a longo prazo.

Situação preocupa

O fechamento de mais de 2 milhões de empresas em 2023 no Brasil evidencia a urgência de medidas que promovam o desenvolvimento e a sustentabilidade do empreendedorismo no país. Capacitação, planejamento e gestão estratégica são elementos-chave para enfrentar os desafios e garantir o sucesso dos negócios em um ambiente empresarial cada vez mais competitivo e dinâmico.

Última atualização da matéria foi há 1 semana


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights