Sua Página
Fullscreen

Resultados positivos em uma unidade prisional

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

O professor Felipe de Paula, da Universidade Federal do Sul da Bahia – UFSB, inovou ao conduzir um teste peculiar em seu curso. Propôs aos alunos uma reflexão livre sobre o impacto da arte e da comunicação na sociedade contemporânea, indagando como esses elementos influenciam nossos valores. O contexto do teste envolvia uma dinâmica remota, permitindo consultas, e uma turma heterogênea, com metade dos alunos provenientes da unidade prisional de Itabuna.

A dinâmica do teste: uma jornada reflexiva e inclusiva

Na dinâmica proposta pelo professor Felipe de Paula, os alunos tiveram a liberdade de explorar suas ideias de forma autêntica. O diferencial estava na diversidade da turma, com a participação ativa de pessoas em privação de liberdade da unidade prisional de Itabuna. Essa abordagem inclusiva visava analisar como diferentes perspectivas poderiam enriquecer a discussão sobre a influência da arte e da comunicação nos valores contemporâneos.

Surpreendentes resultados: a expressão profunda através das palavras

Ao corrigir os textos resultantes do teste, o professor observou uma qualidade surpreendente, especialmente entre os alunos da unidade prisional. Os textos revelaram elaboração cuidadosa, profundidade e reflexão, proporcionando um espaço único para desabafos, demonstrações de emoção e uma preocupação profunda com as relações humanas na modernidade. Essa surpreendente expressão demonstrou uma busca por conexões genuínas em meio a uma realidade cada vez mais distante devido à influência das mídias.

Ressocialização e educação: um caminho crucial para a transformação

Eduardo Fialho, presidente do Sindicato Nacional das Empresas Especializadas na Prestação de Serviços em Presídios e em Unidades Socioeducativas – SEMPRE, destaca a importância do processo de ressocialização como um caminho crucial para interromper o ciclo de violência criminal. Nas unidades prisionais que adotam a cogestão, exemplos de recuperação, formação e reinserção efetiva são evidentes, apontando para a possibilidade de ampliação desses resultados transformadores.

Educação como ferramenta de transformação: oportunidades para novas trajetórias

Fialho enfatiza que a educação representa uma oportunidade única para traçar novas trajetórias, possibilitando o desenvolvimento, crescimento e a manifestação da intelectualidade. Ao proporcionar espaço para expressão de opiniões e ideias, a educação emerge como uma força transformadora, introduzindo uma nova forma de enxergar o mundo. Este aspecto ressalta a necessidade de investimentos contínuos em programas educacionais inclusivos, visando ampliar os horizontes e promover a verdadeira reinserção na sociedade.

A experiência conduzida pelo professor Felipe de Paula na UFSB não apenas explorou a influência da arte e da comunicação na sociedade contemporânea, mas também destacou a importância da inclusão e da educação como instrumentos poderosos de transformação. Os resultados surpreendentes observados na expressão dos alunos da unidade prisional reforçam a ideia de que a ressocialização, aliada à educação, pode gerar impactos positivos significativos, rompendo ciclos e abrindo portas para novas possibilidades de crescimento e desenvolvimento.

Última atualização da matéria foi há 1 mês


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content