Sua Página
Fullscreen

YouTube, Google e Facebook: ganhos

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

O YouTube, o Google e o Facebook são algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo, com bilhões de usuários em todo o mundo. Eles oferecem serviços e produtos diferentes, mas todos eles têm uma coisa em comum: a publicidade. Essas empresas geram grande parte de sua receita com anúncios pagos, que são exibidos em suas plataformas. Mas afinal, quanto essas empresas ganham com publicidade?

O Google é o maior provedor de pesquisa do mundo, e também é proprietário do YouTube, a maior plataforma de compartilhamento de vídeos do mundo. Em 2020, o Google gerou US$146,9 bilhões em receita, sendo que cerca de 80% dessa receita veio da publicidade no Google Search, Google Maps, Google Play e YouTube. O Google Ads é a principal plataforma de publicidade da empresa, que permite que anunciantes escolham palavras-chave para exibir seus anúncios nas páginas de resultados de pesquisa. O YouTube oferece anúncios em vídeo, que podem ser exibidos antes ou durante os vídeos, ou até mesmo como banners em sua página inicial. O Google oferece diversas opções de anúncios para seus anunciantes, como anúncios em texto, display e vídeo, o que aumenta a diversidade de fontes de receita da empresa.

O Facebook, por sua vez, é a maior rede social do mundo, com mais de 2,8 bilhões de usuários ativos mensais em todo o mundo. Em 2020, a empresa gerou US$84,2 bilhões em receita, sendo que cerca de 98% dessa receita veio da publicidade. O Facebook Ads é a plataforma de publicidade da empresa, que permite que anunciantes escolham entre diversos formatos de anúncios, como anúncios em imagem, vídeo, carrossel e história. O Facebook também oferece anúncios em sua rede de aplicativos, como Instagram, Messenger e Audience Network. Com tantos usuários e uma grande variedade de opções de anúncios, o Facebook é uma das empresas que mais lucram com publicidade no mundo.

O YouTube, como mencionado anteriormente, é a maior plataforma de compartilhamento de vídeos do mundo e pertence ao Google. Em 2020, o YouTube gerou US$19,8 bilhões em receita, sendo que a maior parte dessa receita veio da publicidade em vídeo. O YouTube oferece diversos formatos de anúncios em vídeo, como anúncios in-stream, que são exibidos antes ou durante um vídeo, ou anúncios out-stream, que são exibidos fora do vídeo em si, como banners ou pop-ups. O YouTube também oferece anúncios em display e em sobreposição, que são exibidos sobre o vídeo. Com mais de 2 bilhões de usuários ativos mensais e uma grande quantidade de conteúdo disponível, o YouTube é uma das maiores fontes de receita do Google.

Em resumo, o Google, o Facebook e o YouTube geram a maior parte de suas receitas com publicidade. Cada uma dessas empresas oferece diversas opções de anúncios para seus anunciantes, o que aumenta a diversidade de fontes de receita. Além disso, todas essas empresas têm uma grande base de usuários, o que torna seus serviços e produtos ainda mais atraentes para os anunciantes. Essa grande quantidade de usuários também significa que essas empresas têm acesso a uma grande quantidade de dados dos usuários, o que permite que eles segmentem seus anúncios para públicos específicos e, assim, maximizem o retorno sobre o investimento de seus anunciantes.

É importante ressaltar que essas empresas são altamente lucrativas e, muitas vezes, são alvo de críticas por causa de questões relacionadas à privacidade e ao uso indevido de dados dos usuários. No entanto, a publicidade é a principal fonte de receita dessas empresas e é improvável que isso mude no curto prazo.

Última atualização da matéria foi há 1 ano


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights