Sua Página
Fullscreen

Mk+ Academy agora é Escola Técnica de Educação Digital

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Com 12 anos de experiência no mercado de educação, a Mk+ Academy agora é uma escola de nível técnico. A instituição recebeu no dia 27 de abril de 2023 a autorização da Secretaria de Estado e Educação do Distrito Federal para o curso técnico de nível médio em programação de jogos digitais na modalidade presencial.

Atualmente, a escola disponibiliza, ainda, outros cursos presenciais para crianças, jovens e adultos, abrangendo diferentes áreas como edição de vídeo, design gráfico e criação de jogos em 2D e 3D. Além de campeonatos on-line de e-sports.

A metodologia de ensino digital desenvolvida pela Mk+ inclui abordagens de maker e gamificação na educação, contando com uma equipe de professores multidisciplinar, mais de 30 mil alunos em 60 unidades franqueadas localizadas em shoppings pelo Brasil. A escola também é direcionada para o desenvolvimento cognitivo, aprimoramento de habilidades sociais e aprendizagem pedagógica de pessoas com TDAH, autismo, dislexia e déficit de atenção, entre outros transtornos. 

Segundo Pathrícia Cardoso, CEO da MK+Academy, o mercado está em expansão, assim como a demanda por novos cursos focados no mercado digital, principalmente de jogos. “Temos como objetivo preparar crianças e jovens para o mercado de trabalho, além de fornecer conhecimentos específicos no mundo dos jogos digitais. A educação digital é uma realidade e, além de tudo, uma tendência”, afirma.

Jogos digitais em alta

Nos últimos anos, os jogos digitais e o mundo virtual entraram ainda mais em evidência. De acordo com uma análise de dados do setor, realizada pelo portal Gente Globo, em 2022 cerca de 75,5% da população declarou ter o costume de jogar jogos digitais. Além de ser uma alternativa de diversão, algumas pessoas se profissionalizam na área, como jogadores profissionais ou, até mesmo, desenvolvedores.

O público infantil representa uma parcela significativa desse aumento. Segundo um estudo realizado pelo Giga Gloob, crianças de 2 a 8 anos têm acesso a diferentes devices de entretenimento cada vez mais cedo, devido a globalização tecnológica. Nesse sentido, o estudo também afirma que os pais buscam e escolhem opções mais seguras, que seguem a faixa etária da criança.

Leia ou ouça também:  Um papo com Rodrigo Russano da Nimo TV

A CEO da Mk+ comenta que, na instituição, os jogos digitais são projetados com visualização e instruções claras, o que pode facilitar a compreensão para crianças com dificuldades de comunicação. “Alguns jogos são interativos com outros jogadores, seja online ou em um ambiente multiplayer físico. Essa dinâmica incentiva a socialização, colaboração e trabalho em equipe”, complementa.

A especialista ainda menciona que os jogos de realidade virtual simulam situações do mundo real, como visitas a supermercados ou interações sociais, podendo permitir que as crianças pratiquem habilidades sociais e comportamentais diversas em um ambiente de aprendizagem. 

Para saber mais, basta acessar:
http://www.instagram.com/mkparkshopping
https://mkhero.com.br/

Última atualização da matéria foi há 11 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights