Sua Página
Fullscreen

Dia Nacional da Saúde é comemorado em 5 de agosto

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

O Dia Nacional da Saúde, segundo o Ministério da Saúde, foi criado para promover a educação sanitária e despertar a consciência do valor da saúde, além de homenagear e recordar a vida e a obra do médico e sanitarista Oswaldo Gonçalves Cruz, nascido em 5 de agosto de 1872, responsável pelo combate e erradicação das epidemias da febre amarela, peste bubônica e a varíola no Brasil. Foi ele também o fundador do Instituto Soroterápico Federal, em 1900, transformado em Instituto Oswaldo Cruz oito anos depois.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu, em 1946, saúde como um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas como a ausência de doença ou enfermidade. A percepção do conceito de qualidade de vida também tem muitos pontos em comuns com a definição de saúde.

“A busca por uma vida mais saudável tem que ser diária e vai muito além de, simplesmente, não estar doente. A base de uma vida saudável está no equilíbrio do corpo e da mente, olhando para o que comemos, nos atentando à necessidade de praticar exercícios físicos, de ter tempo para descansar e desfrutar do lazer”, afirma o Dr. Rizzieri Gomes, médico cardiologista, focado na mudança do estilo de vida (MEV) de seus pacientes.

O médico ainda dá dicas de cuidados que contribuem para uma vida mais saudável:

  • Alimentação balanceada: não é preciso radicalizar e cortar tudo que se gosta de comer, mas escolher com consciência, pois a escolha do que comer interfere diretamente na vida da pessoa. Quando pensada de maneira adequada, trazendo nutrientes necessários, dá força e disposição para o dia a dia;
  • Exercícios físicos: manter-se ativo traz benefícios, com inúmeras vantagens. Sair da inércia e se movimentar é essencial para aumentar a vitalidade da pessoa, reduzir o estresse e manter a mente funcional. Escolher o exercício apropriado para cada pessoa (caminhar, nadar, correr, praticar ioga, meditação, esportes coletivos ou qualquer outro) é o primeiro passo;

  • Hidratação: sem água o corpo não funciona. A ingestão do líquido ajuda na digestão, circulação, fortalece os músculos, contribui com o cérebro e até mesmo com o funcionamento do coração;

  • Descanso: dormir não é apenas uma necessidade de descanso mental e físico. Durante o sono ocorrem vários processos metabólicos que, se alterados, podem afetar o equilíbrio de todo o organismo a curto, médio e, mesmo, a longo prazo. Sendo assim, a qualidade do sono está diretamente ligada a qualidade de vida e a promoção da saúde;

  • Check-ups: é preciso ir ao médico regularmente para prevenir enfermidades, fazer exames, vacinar-se, cuidar bem de si mesmo.

Leia ou ouça também:  Gaúcha Deb Xavier fala de empreendedorismo

Além disso, o médico ressalta que “a busca da mudança do estilo de vida é uma trajetória. Lembre-se de onde você está e onde quer chegar. Isso é o reflexo das mudanças que você pode fazer por você e pela sua vida. A saúde é algo que você não consegue mensurar, nós só percebemos quando a doença bate à nossa porta”, completa. 

Última atualização da matéria foi há 10 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights