Sua Página
Fullscreen

Costureira criou uma marca fitness de sucesso

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

“Feito com amor e carinho, gostaria que olhassem como se fosse uma arte, porque é assim que eu trato”. Essa é a descrição que a costureira e empresária Madalena Martins faz das roupas que confecciona. Natural de Crixás, interior de Goiás, mudou-se para Brodowski bem pequena, com dois anos de idade, junto aos seus pais e sete irmãs, todas costureiras. De família humilde, aos 15 anos começou a trabalhar em uma empresa de confecção têxtil para ajudar em casa e hoje, possui mais de 30 funcionários em sua confecção denominada Via Oculta. A profissão de costureira, celebrada no dia 25 de maio é uma ocupação frequente nas famílias brasileiras. De acordo com a Associação Brasileira do Vestuário (Abravest), existem 1,3 milhão de profissionais costureiros no país, sendo que 87% são mulheres. A categoria é responsável por movimentar R$ 4,5 bilhões por ano, o que corresponde a 5% do faturamento total do setor de vestuário. E foi com a costura que Madalena viu sua vida mudar. Depois de casada e já com duas filhas pequenas, ela decidiu que não queria mais costurar para os outros, se arriscou, empreendeu e com 26 anos investiu todas as suas economias em quatro máquinas de costura, e na sala de casa mesmo começou a confeccionar. “Eu não dormia direito a noite pensando se conseguiria pagar as prestações das máquinas de costura que eram bem caras na época, mas foi a melhor decisão da minha vida”, conta Madalena.

Madalena, como a arte da costura entrou em sua vida?

Não consegui estudar. Tive que trabalhar ainda criança com os meus 12 anos. Tinha um sonho em ser professora, estudei por um tempo a noite, mas acabava dormindo na sala de aula, pois, o serviço era pesado. Fui trabalhar na lavoura e não completei o ensino médio. Quando completei 15 anos entrei numa fábrica têxtil, como auxiliar de costura, me apaixonei pela profissão e logo nos meus primeiros 15 dias de empresa já estava trabalhando nas máquinas. Pedi para a encarregada que queria ser costureira, ela viu meu esforço, me deu a oportunidade e agarrei como um troféu.

Você também trata seu ofício como arte?

Sim, arte de formar tecidos em desejos, sonhos. Um pintor quando prepara um quadro tem o cuidado de não borrar sua arte, na costura se errarmos dependendo do erro não tem concerto, pode manchar a nossa arte.

Quando empreender se tornou um sonho natural?

Desde criança já me via empreendendo. Minha mãe era revendedora de cosméticos e ela não tem leitura. Eu a ajudava a demonstrar os folhetos, entregava os produtos e recebia o dinheiro dos clientes, isso com 9 anos, então aos 15 anos, quando percebi que a costura floresceu em mim, desejei ter está profissão, então sempre ficou na minha mente: “vou montar minha indústria minha marca própria” e graças a Deus depois de muitas lutas este sonho se realizou.

Quais os maiores obstáculos na hora da realizar o seu empreendimento?

Contratar mão de obra especializada e o acesso a crédito e apoio ao empreendedor.

Como esses obstáculos foram superados?

Nestes citados na última resposta formei vários, todos os meus colaboradores, e até hoje sempre tem alguém na equipe aprendendo. Quanto ao crédito depois de alguns anos já tendo faturamento as portas se abriram um pouco, mas sei que para aqueles que estão começando é um desafio árduo.

Em que momento você notou que a confecção começava a tomar a forma que imaginava?

Quando eu consegui fazer um salão pra minha empresa, um belo prédio que seria o cartão de visita da cidade na época. Foi muito gratificante e um divisor de águas, pelo resultado que tinha chegado. Conquistar este espaço com certeza me incentivou ainda mais a lutar e correr atrás de mais evolução e progresso para a Via Oculta.

Depois desse crescimento houve uma queda. Como isso foi revertido?

Foi um momento muito ruim da minha vida, surgiu um sentimento de incapacidade, mas graças a Deus sem desistir e com muita garra, lutei como nunca e mergulhei em cursos junto ao Sebrae. Com a conquista de mais conhecimento mudei o jeito de administrar, mudamos a gestão e aprimoramos nosso funcionamento operacional, o layout da produção e assim conseguimos superar esta fase.

Por que o nome Via Oculta?

Via: de seguir em frente, ser determinado. Oculta: porque às vezes seu caminho precisa ser oculto para chegar ao sucesso. O nome representa muito na nossa jornada e agora chegamos ao patamar de poder mostrar nossas operações e marcar o mercado têxtil do país.

Os principais produtos da sua empresa estão na linha underwear e fitness. Fale um pouco do momento atual desses dois segmentos.

A underwear é um produto que vende em qualquer época do ano, então apostamos na constância comercial desse produto, oferecendo qualidade e preços justos, é um segmento que proporciona um crescimento em vendas on-line. Fitness está em alta, uma boa parte da população está focando em exercícios físicos, a pandemia mexeu com o psicológico de muitos, e estão vendo na atividade física uma forma de reverter esta situação e sem contar que é ótimo pra saúde como um todo. Então, o momento é oportuno, vejo esta área com otimismo.

Quais os principais diferenciais da sua marca?

Nossos tecidos de compreensão, o diferencial do material está em sua composição, que utiliza dos avanços da tecnologia para alcançar um resultado que o destaque das peças fitness comuns. As tradicionais roupas para academia apresentam modelagens justas que até as deixam parecidas com a proposta da alta compressão, mas fica só na aparência mesmo. O bacana desse modelo de tecido é que ele funciona com o atleta. Um material altamente tecnológico e inteligente, feito com poliamida e minerais bioativos que auxiliam a circulação do sangue e a oxigenação. Também usamos fios e linhas da costura também de poliamida.

O que vislumbra para a Via Oculta durante 2022?

Ter a marca e nosso trabalho reconhecidos nacionalmente, aumentar as vendas online e crescer nossa grade de lojas físicas na região.

Última atualização da matéria foi há 2 anos


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Tags:
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights