Sua Página
Fullscreen

PETRONAS quer dobrar o número de colaboradoras

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

A PETRONAS Lubrificantes Brasil, marca referência em lubrificantes e fluidos para motores no Brasil e no mundo, acaba de anunciar que se tornou signatária dos Princípios da ONU de Empoderamento das Mulheres (Women’s Empowerment Principles, em inglês). A iniciativa desenvolvida pela ONU Mulheres e pelo Pacto Global da ONU, estabelece diretrizes para a promoção de equidade de gênero, políticas que incentivem a liderança feminina e programas de educação profissional para mulheres, mentorias, entre outros pontos. A empresa anunciou também o compromisso de dobrar o número de colaboradoras até 2027, na região Américas.

Integrante de um setor tradicionalmente masculino, a companhia possui 20% das posições ocupadas por mulheres no Brasil, apresentando uma tendência de investimento cada vez mais crescente. “Atualmente, é possível perceber que o número de mulheres contratadas em programas Porta de Entrada (estágio e aprendiz) já chega a superar em, no mínimo 10%, o número de contratações masculinas”, comemora Tatiana Villefort, diretora de Recursos Humanos da companhia.

Além de ter aumentado o número de contratações femininas nesses programas, a PETRONAS evoluiu também no quesito promoções. “Das 22 promoções listadas para janeiro deste ano, 50% foram de mulheres. Para efeito de comparação, em 2019, esse número era de apenas 15%”, lembra Villefort.

A executiva afirma ainda que a mudança é resultado das práticas internas com foco na promoção da equidade e da diversidade, fator determinante para construir um ambiente mais inclusivo, garantindo o desenvolvimento das potencialidades de cada colaborador. As medidas implantadas ao longo dos últimos quatro anos tendem a aumentar com a participação do grupo de signatárias da WEPs. “A adesão aos princípios de empoderamento feminino da ONU veio como uma consequência natural do investimento que vem sendo feito em políticas de igualdade de gênero. Atualmente, temos o grupo de afinidades, programas de mentoria, desenvolvimento e liderança feminina, além de alinhamentos para contratação intencional de mulheres”, reforça Villefort, que reafirma a ousada meta da empresa de aumentar de 20% para 40% o número de colaboradoras até 2027, na região Américas.

Ainda que a caminhada da empresa rumo ao protagonismo feminino esteja no início, a diretora reforça que os números brasileiros são exemplo para o restante da América. “Nossa unidade no Brasil é uma referência em termos de iniciativas para promover a diversidade, a equidade, a inclusão e, principalmente, dando ênfase ao desenvolvimento, assistência e encorajamento feminino”, finaliza.

Desafios femininos em setores majoritariamente masculinos

Para Danielle Ferrari Silva, supervisora de produção na PETRONAS Lubrificantes Brasil, o setor industrial, como um todo, ainda não está completamente adaptado à presença feminina, especialmente em cargos de liderança.

No entanto, Danielle reforça que tem percebido avanços no que diz respeito à maior participação das mulheres em posições de liderança no segmento. Na PETRONAS, por exemplo, o público feminino tem alcançado cada vez mais destaque. A supervisora conta que tem visto surgirem políticas consistentes que encorajam as mulheres a buscarem as esferas mais altas da corporação.

Ações em favor das mulhers

Leia ou ouça também:  Empresa varejista lança banco digital próprio

Além de ter se tornado signatária dos Princípios de Empoderamento das Mulheres, a PETRONAS investe em programas de desenvolvimento, liderança e ações de diversidade e inclusão. Um exemplo é o grupo de afinidade “Elas por Elas”. Liderado por mulheres, o objetivo é promover reflexões sobre temáticas como exaustão na pandemia, empregabilidade, violência doméstica, entre outros. Em julho de 2021, a PETRONAS aderiu também ao benefício da empresa cidadã, que prorroga por mais 60 dias a licença-maternidade, que é de 180 dias, e por mais 15 dias a duração da licença-paternidade, que atualmente é de cinco dias.

Women’s Empowerment Principles

O Women’s Empowerment Principles (Princípios da ONU de Empoderamento das Mulheres, em português) é uma plataforma da ONU Mulheres e do Pacto Global da ONU, que aponta diretrizes para proporcionar orientações sobre formas de empoderamento e promoção de igualdade de gênero em empresas e comunidades. A cartilha prioriza áreas como liderança corporativa de alto nível; igualdade de gêneros; empoderamento econômico; e desenvolvimento profissional de mulheres.

Sobre a PETRONAS Lubrificantes Brasil:

A PETRONAS Lubrificantes Brasil (PLB) é a divisão de fabricação e comercialização de lubrificantes da PETRONAS Lubricants International, responsável por atender às necessidades dos clientes na América Latina. A PLB tem uma das mais modernas fábricas, localizada em Contagem, Minas Gerais, com capacidade de produção de 220 milhões de litros por ano. Apoiada por uma ampla rede logística e centros de distribuição em Contagem, Curitiba, Recife e São Paulo, a PLB está comprometida em atender as demandas de lubrificantes industriais e automotivos na América Latina.

Sobre a PETRONAS Lubricants International (PLI):

A PETRONAS Lubricants International (PLI) é o segmento global de fabricação e comercialização de lubrificantes da PETRONAS, a empresa nacional de petróleo da Malásia. Fundada em 2008, a PETRONAS Lubricants International fabrica uma gama completa de lubrificantes automotivos e industriais e comercializa em mais de 90 mercados globalmente. Com sede em Kuala Lumpur, a PLI tem mais de 30 escritórios de marketing em 27 países, administrados por escritórios regionais situados em Kuala Lumpur, Turim, Belo Horizonte, Chicago e Durban.

*Com participação da jornalista Jessica Maia.

Última atualização da matéria foi há 5 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Voltar ao Topo
Skip to content