Anúncios
Sua Página
Fullscreen

Tendências para o design cenográfico em 2023

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

O design de entretenimento foi responsável por gerar várias experiências e momentos inesquecíveis no ano que passou. E em 2023 isso não será diferente! Como forma de transformar as nossas emoções em ambientes físicos ou virtuais, o design cenográfico une os saberes de três grandes áreas do conhecimento: arquitetura, design e marketing. Como resultado, são criadas cenografias que excitam a mente e atraem até mesmo os mais desatentos.

E como esta época do ano é perfeita para pensarmos nas próximas tendências do setor que nos acompanharão no decorrer do ano, além das ações que estarão em alta nesse universo, a Deza Abdanur, arquiteta e sócia-proprietária do Studio Panda, listou cinco movimentos para o design de entretenimento em 2023.

1- Sustentabilidade

Anúncios

A sustentabilidade está em voga no mundo todo, inclusive no universo dos eventos. Já temos consciência que não podemos esperar mais para agir em defesa do meio ambiente.

Quem fizer isso em 2023 certamente ganhará destaque e reconhecimento, uma vez que os stakeholders e o público geral está mais exigente quanto ao posicionamento efetivo e prático das empresas em relação ao meio ambiente. Em consequência, há um impacto no valor da marca no mercado, seja ele positivo por conta de ações em prol da sustentabilidade, seja negativo pela falta delas.

Como as cenografias geram muitos resíduos, o design de entretenimento tem o desafio de propor soluções criativas e efetivas para diminuir a quantidade de lixo gerada e aprender a reutilizar os itens que compõem os cenários.

2 – Cores

Cores estão sempre em destaque, mas certos tons se sobressaem a cada ano que passa. As cores impactam as emoções e os sentidos humanos e o design de entretenimento usa muitas delas a seu favor em seus projetos. A título de exemplo, os colorblocks são muito requisitados nos projetos e isso vai continuar em 2023.

Anúncios

Diversas pesquisas revelam as cores do ano segundo tendências de moda, design de interiores, estilo de vida, tecnologia e demandas da sociedade no momento. Para a Pantone, a cor do ano é Viva Magenta, um vermelho com fundo rosa vibrante, que simboliza a força. Para a WSGN é a Digital Lavender, um lilás claro que remete à cura e à serenidade. Essas cores podem contribuir como referência para as instalações cenográficas do novo ano.

3- Formatos

Assim como no design gráfico e no design de interiores, existem alguns formatos que vão ser muito demandados em 2023 nos projetos cenográficos.

As formas naturais e orgânicas que remetem à natureza são a grande pedida da vez. A intenção é criar experiências visuais que lembram a natureza e seus elementos como pedras, folhas e flores. Existe uma busca por uma sensação acolhedora e envolvente por meio desses formatos.

4- Eventos Híbridos

O Phygital (físico e digital) veio pra ficar. E os eventos fazem parte dessa revolução.

Anúncios

O conceito híbrido deu certo, pois um mesmo evento se torna capaz de atender a diferentes perfis de pessoas. Quem pode e gosta de participar de acontecimentos fisicamente, assim o faz, quem prefere a experiência online e remota, também consegue acompanhar a transmissão do mesmo evento e interagir simultaneamente. É o melhor dos dois mundos!

Leia ou ouça também:  Importante é ter cota em tudo para Goya Lopes

Graças à inovação e a tecnologia, conseguimos oferecer eventos com a mesma qualidade tanto no ao vivo quanto no digital. O design de entretenimento pode agir nos dois formatos e oferecer grandes momentos a todos os participantes, abusando de tecnologia e criatividade para isso.

5- Interatividade

A interatividade é capaz de proporcionar experiências diferenciadas e engajar o público, por isso, é tão bem-quista em eventos. Como consequência, ela é um elemento perfeito para compor projetos cenográficos, permitindo a participação ativa dos participantes.

Ela consegue atrair e reter a atenção dos participantes e potencializa os momentos de troca, sendo ideal para networking e relacionamento entre marca e público de interesse. A interatividade e a sensorialidade podem tornar o evento mais digno de ficar na memória. No final do dia, elas geram entretenimento.

Diferentes formas de interação podem aparecer nos ambientes e instalações instagramáveis, por exemplo. Eles vão continuar aparecendo nos briefings devido a força que as mídias sociais têm com o público e esses espaços devem ser usados a favor da marca, mas é preciso inovar. Portanto, podem ser usados novos formatos, novas cores e diferentes formatos de interação com o intuito de se diferenciar na multidão.

Esses são alguns elementos que definitivamente estarão presentes nos projetos de Design de Entretenimento de 2023 e não podem passar despercebidos pelos designers e arquitetos.

Sobre Deza Abdanur:

Arquiteta, apaixonada por design, cinema e artes transformou seu senso estético em um grande diferencial para o mercado de cenografia para eventos corporativos e virtuais, segmento em que atua há 15 anos. É sócia-fundadora do Studio Panda e sócia da Guilt.

Anúncios

*Com participação da jornalista Larissa Zerbini.

Última atualização da matéria foi há 9 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
Tags:
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights