Anúncios
Sua Página
Fullscreen

A eficiência do chamado squad as a service

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Com o modelo “Squads as a service”, a CBYK, triplicou o seu faturamento em 2021. Esse crescimento é observado desde que dois jovens visionários assumiram o comando da empresa durante a pandemia, em março de 2020. De lá, até junho do ano passado, a CBYK teve um aumento do faturamento de 300%. O número de colaboradores pulou de 40 para quase 300, e a empresa está com 150 vagas abertas. Com um modelo ágil e quase 50% do time em squads – equipes multidisciplinares como serviço, a empresa quer desmistificar a visão de muitos empresários de que a transformação digital é complicada, e quer ajudar as empresas nessa transformação, sobretudo pela necessidade de automatização de processos acelerada por conta da pandemia. O modelo de squad da CBYK oferece respostas de melhora de mais de 30% de alta na performance do time. Com esse modelo de negócios a empresa vem atendendo os setores de serviços, financeiro, indústria, turismo, agronegócios, educação e saúde. Os bons resultados da empresa também estimularam a mudança recente de escritório, que hoje é três vezes maior. A empresa mudou algumas estruturas físicas, para deixar o ambiente mais disruptivo e optou por muitas salas de reuniões como pequenos casulos de tamanhos diferentes para remotamente a equipe poder conversar com clientes espalhados pelo mundo. “Entendemos que para inovar é necessário liberdade”, afirma Fabrício Visibeli, sócio da CBYK.

Por que as empresas ainda têm uma visão de que a transformação digital é complicada e complexa?

Atualmente muito se fala em transformação digital e esse termo acaba sendo simplificado ou mal compreendido por diversas empresas que buscam se tornarem mais competitivas através da modernização, mas é importante a compreensão de que transformação digital não é apenas a digitalização dos processos ou investimento em tecnologia, é necessário a adaptação da cultura organizacional e do mindset das pessoas que colaboram nessa organização.

Anúncios

Existem metodologias e frameworks que são capazes de estruturar o alinhamento da organização a objetivos como é o caso dos OKRs (objetivos e resultados) e também o empoderamento, descentralização de decisões e desenvolvimento contínuo apoiados no Management 3.0, além de processos como Design Thinking e Lean Inception que ajudam na busca por novos produtos e serviços olhando para as necessidades dos stakeholders envolvidos e assim, capturar as necessidades reais do contexto que atualmente tem um alto nível de volatilidade.

Quais as principais mudanças que você colocaria como mais importantes nos últimos 10 anos quando se fala do seu setor de atuação?

Nosso setor de atuação é definido como “Soluções de TI”, que está em rápido e contínuo desenvolvimento e tanto as empresas quanto os profissionais desta área necessitam de uma alta capacidade de adaptabilidade, uma vez que, até mesmo o básico de como o trabalho é realizado continua evoluindo. Essas características tornam ainda mais simples entender o motivo das metodologias e frameworks como o Scrum, Kaban e Extreme Programming buscarem abraçar as mudanças constantemente, diferente do PMI que foi por muitos anos a forma como o trabalho era planejado e controlado.

São três grandes mudanças que temos no radar e elas são contínuas nos últimos 10 anos. A primeira é o fortalecimento das metodologias e frameworks ágeis que viabilizam a criação de soluções de grande entrega de valor para os clientes e alta adaptabilidade.

A segunda é a expansão do trabalho remoto que está sendo capaz de quebrar barreiras geográficas e viabilizar equipes de alta performance atuando de qualquer lugar do globo e a terceira é o amadurecimento das tecnologias e frameworks web e mobile trazendo muito mais qualidade na experiência do usuário ao interagir com as soluções.

Anúncios

Que tendências se cumpriram em sua visão?

Acreditamos que o trabalho remoto é uma realidade que está quebrando paradigmas e as empresas que souberem tirar o melhor dessa opção sairão na frente em relação aos seus concorrentes. Olhando para tecnologia, estamos sempre em constante evolução e a web3, por exemplo, com o blockchain vem ganhando cada vez mais força e deve se integrar fortemente às novas soluções de TI em um futuro próximo.

Como enxerga as oportunidades que são oriundas do mercado de TI?

O mercado de TI tem grande relevância no desenvolvimento de diversos setores e impacto direto na economia dos países. A todo momento as organizações estão enfrentando novos desafios e para solucionar essas dores é necessário a descoberta de novas formas de entregar valor, e entregar ainda mais valor do que os concorrentes, que em nosso contexto atual podem estar em qualquer parte do mundo. Nessa situação, a preocupação das empresas de TI está muito mais voltada para a escassez de mão de obra qualificada, o que é um problema mundial e não apenas local, uma vez que novos projetos e oportunidades continuam surgindo a todo momento.

Leia ou ouça também:  Empresas aumentam investimentos em comunicação para 2023

Fale um pouco mais sobre a CBYK.

Somos uma empresa que entrega serviços de desenvolvimento de software de forma simples e descomplicada.

Anúncios

Quais os grandes pilares da consultoria?

Acreditamos que o desenvolvimento de software é algo artesanal e, por isso, utilizamos modelos de Squads e não mais de fábricas, e vimos o quanto isso agrega valor nas entregas e nos projetos. Somos um time de quase 300 pessoas incríveis, atuando em modelos de Squads dedicados para realizar a entrega desses projetos sob demanda, personalizados, modelos de sustentação e de inovação tecnológica.

O que é o modelo Squads as a service que está linkado na empresa?

Nosso objetivo não é apenas entregar um sistema, mas sim entregar a solução necessária que atenda completamente as necessidades de negócio e mantenha nossos clientes em evolução contínua, e para que isso funcione de forma efetiva, utilizamos o modelo Squads as a service com equipes multidisciplinares e adaptativas, focadas em construir exatamente o que irá agregar valor e se adaptar quanto antes, sempre que a situação exigir.

Como isso ajuda na chamada transformação digital?

Empresas são diferentes e enfrentam desafios distintos na transformação digital. Devido a essas características, nós da CBYK, prezamos pela utilização de Squads multidisciplinares que são a estruturação de equipes com especialistas capazes de atenderem a determinadas necessidades e essas equipes são flexíveis para se modificarem de acordo com a evolução da tecnologia.

A transformação tem tido a proporção que esperava até aqui?

Durante situações complicadas algo de bom surge. Isso ocorre em situação de guerra e também em pandemias. No caso da pandemia do Covid-19, ocorreu uma aceleração de um movimento que vinha sendo tratado de forma lenta, e muitas organizações se viram forçadas a se adaptarem e buscarem a transformação digital, sem a possibilidade de postergar devido às circunstâncias. Com isso os sinais dessa evolução durante os últimos dois anos estão evidentes na sociedade atual e foi um movimento global.

Qual o papel da liberdade criativa para uma empresa de TI como é a CBYK?

Anúncios

Entendemos que para inovar é necessário liberdade para assumir riscos controlados. Diante disso, liberdade criativa é necessária para construção de verdadeiras soluções, tentar resolver todos os problemas com um grupo seleto de pessoas. Não delegar e empoderar todos os participantes a contribuir, limita os resultados, além de criar a situação em que problemas já identificados durante o desenvolvimento passam a ser ignorados, devido à postura executora das pessoas que estão em um cenário de comando e controle.

Última atualização da matéria foi há 2 anos


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights