O que é vídeo marketing: conheça essa estratégia

Todo mundo já deve ter ouvido dizer que uma imagem vale mais que mil palavras, o que, aliás, é bastante verdadeiro. Mas, hoje essa afirmação pode ser facilmente aplicada ao vídeo marketing, que vale mais do que mil imagens. De fato, com a correria do dia a dia e a disseminação da internet e dos meios digitais de comunicação, as pessoas têm tido cada vez menos paciência para ler algo. Assim, quando uma marca sabe usar o audiovisual, ela sai na frente. Basta imaginar o caso de uma empresa especializada em limpeza de vidros que utiliza uma gravação de qualidade para mostrar como é a prática do seu serviço. Mostrando em vídeo quais os resultados finais que podem ser esperados. Depois, compare isso com uma outra empresa que fizesse apenas um panfleto ou mesmo uma página na internet, porém apenas com textos ou com imagens. Obviamente, a empresa que lançou mão do vídeo marketing chamará muito mais atenção. Há várias razões para isso ser assim, o que é importante detalharmos para tornar o assunto mais claro.

A primeira razão é que o cérebro humano sempre foi assim, antes mesmo de surgirem a esfera digital ou a tecnologia de captação de áudio e vídeo. Por exemplo, séculos atrás já havia uma diferença brutal entre você simplesmente descrever uma paisagem ou levar a pessoa até o local. Na segunda hipótese, ela poderia andar pelo local, tocar os elementos e seus sentidos todos seriam ativados. É aí que está o ponto central do marketing que se utiliza do vídeo, é o mais perto que se pode chegar no sentido de atingir pessoas remotamente. Um vídeo é capaz de fazer uma pessoa ativar a memória, lembrando-se até do cheiro e do gosto do que está na tela. Portanto, é possível ativar gatilhos sentimentais, como quando um vídeo mostra a importância de você utilizar equipamentos de proteção individual. O marketing pode mostrar a pessoa trabalhando segura, e de noite, chegando em casa e abraçando seu filho.Além de todos esses fatores psicológicos que sempre estiveram presentes, mesmo antes da tecnologia surgir para apelar a eles, também há o fato de que a internet tem se tornado um local de concorrência e correria crescentes. Quer dizer, são centenas ou mesmo milhares de empresas que precisam disputar a atenção do cliente em potencial, que geralmente passa o dia todo correndo o dedo no seu feed de notícias, procurando algo interessante para ler, assistir ou comprar.

Portanto, uma marca que conhece seu público e entende do mercado sabe que ela tem poucos segundos para chamar a atenção e tentar fazer sua venda. Bem como, evidentemente, ela sabe que isso pode atingir melhor termo por meio do audiovisual. Por esse motivo específico e abrangente é que decidimos elaborar este conteúdo que explica melhor o universo do vídeo marketing. O que implica explicar não apenas o que ele é, mas também suas vantagens e benefícios de médio e longo prazo. Até porque, hoje qualquer empresa pode desfrutar desse tipo de estratégia, seja para falar de serviços como o dos curso de conserto de celular, seja para tratar de venda de produtos populares no varejo, em uma loja de bairro, por exemplo. Inclusive, traremos vários exemplos assim, pautados em segmentos e nichos reais do mercado, como modo de ilustrar a parte teórica e torná-la mais assimilável. Assim, qualquer um pode entender o assunto e dar os primeiros passos na direção certa. De tal modo que, se o interesse mais urgente e legítimo do leitor é o de compreender como exatamente o vídeo marketing pode mudar a realidade de sua empresa, fortalecendo a marca e aumentando as vendas, então é só ele seguir até a última linha deste texto.

O que é essa estratégia?

Como vimos, o vídeo marketing nada mais é do que a aplicação de recursos audiovisuais ao universo de marketing e comunicação de uma empresa, seja qual for seu setor. Naturalmente, tudo isso surgiu na esteira do cinema e do universo do entretenimento, que logo mostrou para as grandes marcas o potencial que isso tinha de impactar as multidões. Depois, é preciso lembrar que apenas grandes multinacionais eram capazes de publicar tais produções, sobretudo no sentido de que depois elas seriam distribuídas ou transmitidas pela televisão, um gasto que apenas grandes empresas podiam bancar. Com a disseminação da internet e da tecnologia isso mudou, sendo que hoje qualquer pessoa pode fazer excelentes vídeos com o uso do seu smartphone. Portanto, negócios que costumam começar aos poucos, como lavagem de sofá a domicílio, encontram nisso tudo a grande oportunidade de crescer aos poucos e já lançar mão de recursos que realmente podem fazer a diferença em sua história. Lembrando que o vídeo marketing não se limita apenas à criação de peças ou campanhas de venda, como pode parecer em um primeiro momento. Na verdade, ele pode ser explorado em qualquer etapa do funil de vendas, desde o topo em que a marca tenta captar leads e oportunidades, passando pela prospecção e qualificação desses contatos, até o pós-venda e a fidelização dos clientes. Sendo assim, colocando de modo mais claro, você pode usar vídeos para:

Explicar seu produto; Mostrar o dia a dia da empresa; Trazer cases de sucesso; Lives, webinars e demais transmissões; Reviews da sua solução aplicada; Criação de conteúdos frequentes.

Enfim, são diversos tipos de usos e aplicações que comportam o apelo do audiovisual, tornando todas essas frentes bem mais dinâmicas, significativas e assertivas. Também é digno de nota que isso passa por duas modalidades fundamentais do marketing, que são as de inbound e de outbound, que hoje até as pousadas em Campos do Jordão precisam entender, pois é algo universal. É justamente nesse sentido que o vídeo marketing cruza todo o funil de vendas, do pré-venda ao pós-venda. Embora isso exija que a empresa já tenha domínio sobre seu funil e também sobre sua identidade verbal e visual, o que detalharemos abaixo.

Reforce a identidade da marca

Uma dica muito bacana para quem vai começar a aplicar o vídeo marketing é dar alguns passos atrás e fortalecer sua identidade de marca, tanto no sentido verbal quanto visual. A parte verbal nada mais é do que a cultura da empresa, sua filosofia e os famosos pilares de missão, visão e valores, como algo que dá um norte para todos. Isso vai desde os donos e diretores até os funcionários que estão na operação. Ao reforçar isso, uma empresa de segurança para eventos já pode começar, inclusive, a produzir vídeos institucionais. Assim ela conta melhor sua história ao mesmo tempo em que começa a produzir peças e ações de marketing, tudo ao mesmo tempo. Depois vem a parte visual, que consiste em reforçar seu logotipo ou slogan e sua tipografia, a paleta de cores e tantos outros elementos que diferenciam sua marca. Tudo isso vai determinar a linha de captura, criação, edição e finalização do seu vídeo marketing, pois cada peça precisará puxar para o seu estilo, reafirmando a marca e aproveitando-se disso para fazer associações na cabeça do cliente.

A definição dos seus canais

Outra estratégia da qual não podemos deixar de falar é esta, sobre a definição de canais ou veículos pelos quais seus vídeos vão circular no dia a dia. Afinal, existe uma grande diferença em simplesmente gravar um vídeo institucional e deixá-lo no site da empresa ou pagar para que ele atinja mais gente nas redes sociais. De fato, quando uma empresa de impermeabilizações de fachadas aprende essa diferença, ela começa a obter resultados consideravelmente diferentes. Nesses termos, uma dica de ouro é listar seus planos e planejamentos de vídeo marketing já com base nisso, reservando o orçamento necessário e até a mão de obra que vai ser exigida para executar com eficiência esse aspecto. Os pilares centrais hoje são as redes sociais, os marketplaces e plataformas de venda, os aplicativos e seu próprio site, além de e-mail marketing e afins.

Parte técnica e parte prática

Por fim, quando a estratégica remete ao modo como colocar a mão na massa, você precisa se conscientizar de que “menos é mais”, como se diz hoje em dia. Portanto, uma empresa da área de consultórios pediatras precisa ir logo ao ponto, escrevendo scripts bem práticos, recorrendo a equipamentos acessíveis, que depois poderão ser mais profissionais, e começando logo. O grande segredo é fazer algo de uma vez, depois você vai ajustando e melhorando. Ao fazer isso, você concretiza a parte mais importante, que é produzir, divulgar e receber feedbacks do seu público, que vai dar o caminho para um crescimento sustentável.

Considerações finais

Sendo assim, se a imagem era o que havia de melhor até alguns anos ou décadas atrás, hoje o marketing exige o audiovisual, como modo de impactar o público. Com os conceitos e conselhos práticos que trouxemos acima, fica mais fácil entender o que é o vídeo marketing e conhecer tudo sobre essa estratégia. Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content