Open Banking transforma os negócios no Brasil

A BizCapital é uma fintech 100% brasileira que nasceu em 2016 com um propósito muito claro: transformar soluções financeiras em ferramentas para que a pequena empresa possa evoluir e impactar positivamente o máximo de vidas possível. Em quase 6 anos, a fintech fez mais de 12.000 empréstimos para micro e pequenos empreendedores, abrindo oportunidades para que milhares de empresas pudessem prosperar, gerar empregos, aquecer a economia e, no final do dia, inspirar outros profissionais a desenvolverem seus negócios com mais estímulo, maturidade e visão de futuro. Hoje, a Biz oferece empréstimo PJ, conta 100% digital. São produtos criados pra simplificar a vida do empreendedor e ajudá-lo a vencer com tecnologia e transparência. “Quando lançamos a Biz, a frase que mais ouvimos de investidores e de amigos do mercado financeiro era “Vocês nunca vão conseguir avaliar crédito tão bem quanto os grandes bancos. Eles têm muito mais informações que vocês”. Essa provocação realmente fazia sentido. Apesar da nossa visão de usar múltiplas fontes de dados, parecia difícil conhecer a fundo nossos clientes sem processar todas as transações de pagamentos. Para tentar contornar essa limitação, começamos a pedir que nossos clientes enviassem extratos pela nossa plataforma. É uma operação relativamente simples. Bastava entrar no Internet Banking da conta e baixar um arquivo PDF”, afirma Francisco Ferreira, CEO da BizCapital.

Francisco, como avalia o Open Banking até o momento?

A implementação está a todo vapor, mas podemos dizer que ainda é um estágio inicial diante de tudo que ainda será entregue e também das inúmeras possibilidades que serão viabilizadas. Os próximos anos serão transformadores. O mercado vai virar de ponta cabeça e a abertura do sistema vai beneficiar consumidores e novos entrantes com propostas inovadoras.

O que esse sistema tem de inovador para você e que poucos se atentaram?

No final do dia, além de garantir mais clareza sobre riscos e potenciais de cada cliente, poderemos ter acesso a informações que nos permitirão oferecer soluções cada vez mais customizadas.

Podemos dizer que o Open Banking é revolucionário?

Acredito que o Open Banking vai gerar uma profunda transformação no sistema como conhecemos hoje. Justamente pela facilidade de compartilhamento de informações a poucos cliques e tudo que pode ser oferecido em consequência disso.

Como a BizCapital tem tirado proveito dessa nova tecnologia?

Ao longo de 2021, começamos a nos preparar para todas as mudanças que o Open Banking (agora Open Finance) trará para o mercado. Se o volume que processamos todos os meses já é relevante, a gente acredita que ele irá multiplicar por, pelo menos, 10, quando todo o arcabouço do Open Finance criado pelo Banco Central estiver funcionando a pleno vapor.

Essa transformação já é sentida pelos clientes da BizCapital?

O que o cliente vai sentir é a melhora em cada solução oferecida. O Open Banking vai nos permitir entender melhor a dinâmica do mercado para preparar nossas ofertas e serviços de pagamentos. A gente não quer que os clientes gastem muito com tarifas. E, a partir desses números, podemos planejar melhor os produtos e serviços financeiros da nossa plataforma e da nossa conta digital (BizConta).

Qual a grande transformação que todos sentiremos quando esse sistema estiver trabalhando a todo vapor?

A grande transformação é que empresas como a Biz não só terão acesso às mesmas informações que todos os bancos, como elas serão capazes de processar dados oriundos de Todos os bancos. As empresas brasileiras poderão compartilhar essas informações com poucos cliques para ter acesso a uma oferta muito maior de produtos e serviços financeiros a preços muito mais atraentes.

Vamos falar um pouco mais sobre a BizCapital. Como a fintech está situada em seu campo de atuação até aqui?

A Biz nasceu monoproduto, em 2016, com oferta de crédito empresarial e o propósito de oferecer recursos para que o empreendedor brasileiro possa prosperar e impactar positivamente a economia do país, sem burocracias, letras miúdas ou blá-blá-blá. Em 2018, entendemos que precisávamos ser muito mais relevantes para as PMEs brasileiras. Oferecer apenas crédito PJ não seria suficiente. Hoje, a Biz é um sistema de soluções criado para simplificar a gestão e a vida da pequena empresa – e isso é feito com ofertas de capital de giro, produtos de microcrédito pré-aprovado, conta digital e esforços contínuos de educação financeira.

Quais os grandes diferenciais da Biz em sua visão?

A Biz joga no time da pequena empresa porque sabe, por experiência própria, como pode ser desafiador empreender no Brasil. Por isso, temos um jeito único de fazer negócios. A gente acredita em quem “vai lá e faz” e traz resultados com impacto positivo para o país. E, principalmente, porque estamos aqui, com as ferramentas que o empreendedor precisa para vencer o jogo e levar seu negócio a um novo patamar.

Por que esse diferencial é fundamental para uma empresa que pretende oferecer crédito de uma forma rápida e segura?

Quando a Biz diz que é feita de empreendedor para empreendedor, é um reflexo da vida real, de quem sabe exatamente como é desafiador abrir, manter e evoluir negócios no Brasil. Sabemos que os empreendedores não têm tempo a perder, então oferecemos crédito de forma rápida e segura. Tudo feito pelo celular ou computador, com resposta em minutos.

O que norteia as ações da fintech além desse diferencial?

O nosso propósito é dar aos empreendedores brasileiros acesso aos recursos para prosperar e impactar positivamente, juntos, o máximo de vidas possível.

Compartilhar:
Voltar ao Topo
Skip to content