Sua Página
Fullscreen

SoulCode oferece cursos na área de tecnologia

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Carmela Borst já foi vice-presidente da Oracle e acaba de deixar o cargo de VP de Marketing e Comunicação para a América Latina da multinacional AON para se dedicar à SoulCode (onde, atualmente, é CEO). Sua trajetória é pautada ao conceito de Tech for Good, tecnologia para o bem, ativista social, suas causas são a educação, diversidade e combate à pobreza, há anos rodava o mundo em regiões como Vale do Silício, França, Inglaterra, Portugal e Singapura entre vários outros estudando formatos inovadores de educação tecnológica, para atender o déficit de profissionais da área. A SoulCode Academy oferece cursos na área de tecnologia 100% gratuitos, onlines e ao vivo para pessoas de todo o Brasil. A missão da SoulCode é gerar empregos, promover a diversidade e impacto social por meio da educação e da tecnologia. Um diferencial da edtech, é que a SoulCode oferece a muitas pessoas a chance de ressignificação e mudança de carreira, já que não é preciso ter conhecimento prévio de programação para participar do curso. Além disso, a edtech também possui parcerias com grandes empresas (como TNT, Delloite, Raízen, dentre outros), que, na maioria das vezes, incorpora os alunos ao seu quadro de funcionários, gerando, assim, impacto social e transformando vidas. Vale reforçar que a SoulCode, também, tem um grande foco em diversidade, ou seja, em todas as turmas há mulheres, negros e pardos, pessoas mais velhas, etc.

Carmela, por que uma edtech neste momento como meio de atuação?

O Brasil vive a maior dicotomia entre vagas de tecnologia e pessoas sem emprego. Atualmente temos 13 milhões de desempregados e mais de 700 mil vagas abertas. A SoulCode nasceu em dezembro de 2020, em meio há maior pandemia das últimas décadas, em face à alta demanda de profissionais capacitados na área de programação. O projeto foi idealizado por profissionais renomados do setor de tecnologia, após anos de estudos e visitas às escolas de programação mais conceituadas da Europa e Estados Unidos.

O que você traz para a SoulCode que é oriundo de suas experiências em grandes empresas?

São mais de 20 anos de carreira na área de tecnologia, tendo passado por grandes empresas internacionais. Trago para a SoulCode toda essa bagagem tecnológica e o DNA de transformação das vidas das pessoas através da tecnologia, da aplicação dos pilares de ESG, impacto social e diversidade. Todas as nossas turmas de bootcamp sempre têm metade das vagas ocupadas por mulheres, por exemplo, pois, acreditamos que essa diversidade é que torna a SoulCode tão diferenciada no mercado nacional de edtechs.

Fale um pouco mais sobre a SoulCode.

A SoulCode Academy é uma edtech brasileira que tem como propósito a educação tecnológica, iniciação e inclusão digital, impacto social, diversidade e empregabilidade. O projeto nasceu em dezembro de 2020, em face à alta demanda de profissionais capacitados na área de programação, e foi idealizado por profissionais já renomados do setor de tecnologia. Após anos de estudos e visitas às escolas de programação mais conceituadas da Europa e Estados Unidos, eu, juntamente, com o Fabricio Cardoso, a Juana Pinkalsky e o Silvio Genesini, criamos a SoulCode, para oferecer cursos 100% gratuitos na área de tecnologia. Chamados de Bootcamps, os cursos são intensivos, com mais de 600 horas de aulas online e ao vivo.

Leia ou ouça também:  Pérolas impactou 10 mil mulheres com programas

Quais os pilares da edtech?

Nos baseamos nos pilares do Tech for Good, ou seja: Educação, Diversidade, Saúde, Longevidade e Sustentabilidade.

E os seus maiores diferenciais?

Há alguns, sendo que os principais são:

– Os alunos dos bootcamps da SoulCode não pagam nada em nenhum momento, nem mesmo depois de formados e empregados.

– Além dos conhecimentos técnicos da carreira, a edtech oferece aos alunos (chamados de Soulcoders) aulas de inglês, sessões de desenvolvimento de soft skills (abordando temas como linguagem corporativa, autoestima e senso de comunidade) e mentoria com profissionais consagrados no mercado.

– Temos uma grande diversidade em nossas turmas, com mulheres, pretos e pardos, 60+, indígenas, PCDs, etc. Para se ter uma noção, de todos os alunos que passaram pela edtech, 52,61% são mulheres e 42,84% são pretos ou pardos.

Quais empresas são parceiras da SoulCode atualmente?

Atualmente temos como parceiros: TNT, Deloitte, Raízen, Pag Seguro, PagBank, UOL, Accenture, It Lean, Global Hitts, Capgemini, Niteo, Voltz, Google, GFT, Leega e Zurich, entre outros.

Alunos podem ser contratados por essas empresas?

Sim, a SoulCode faz a ponte para a empregabilidade, tanto que hoje o índice de empregabilidade dos formados da SoulCode ultrapassa os 90%.

Como a diversidade é vista pela organização?

É uma de nossas principais bases de atuação, é ter diversidade de alunos em todos os bootcamps.

Essa diversidade interfere diretamente na diretriz e no planejamento anual da SoulCode?

Sim, com certeza! Quando falamos de impacto social, estamos efetivamente usando a régua da diversidade como pilar essencial de cada bootcamp.

O impacto social causado pelas ações da empresa está no ritmo que você considera ideal?

Esperamos sempre oferecer mais e mais diversidade, inclusão social e inclusão tecnológica. Este ano pretendemos formar até 1200 pessoas e, para o ano que vem, formaremos mais de 5 mil pessoas em todo o território nacional.

Última atualização da matéria foi há 2 anos


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Tags:
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights