Anúncios
Sua Página
Fullscreen

Sarit Larisch inova contra o câncer de mama

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

A renomada cientista israelense, Sarit Larisch, estará no Brasil para apresentar pela primeira vez sua recente pesquisa sobre a descoberta de pílulas que eliminarão o câncer de mama. Nascida na Romênia e criada desde pequena em Israel, a Dra. Larisch tem 63 anos e é chefe dos Departamentos de Biologia e Ciências Médicas da Universidade de Haifa. Ela recebeu seu B.Sc. em Biologia pela Universidade Hebraica de Jerusalém e M.Sc. (summa cum laude) e Ph.D. do Lautenberg Center for General and Tumor Immunology, Hebrew University-Hadassah Medical School, Jerusalém. “Temos uma nova estratégia para a prevenção do câncer de mama”, comenta a cientista. “Embora o tratamento de pacientes diagnosticados no começo dessa doença seja crítico para a sobrevida a longo prazo, atualmente não existem medicamentos ideais que interrompam o desenvolvimento do tumor nesse estágio inicial.” O estudo da Dra. Larisch dá uma abordagem completamente nova para interromper a progressão do câncer de mama; usando pequenas moléculas que podem reverter especificamente as células CM em estágio inicial de volta ao seu estado normal. O ineditismo vem da proteína ARTS, que fornece um “ponto de verificação” essencial impedindo que as células normais se tornem cancerígenas. Nas células mamárias “pré-cancerosas” em estágio inicial, o ARTS é inativado.

Sarit, quais descobertas a levaram a desenvolver uma nova estratégia para a prevenção do câncer de mama?

Cada célula do nosso corpo contém um mecanismo de “autodestruição” que é ativado quando as células não estão funcionando bem ou têm danos graves. Um denominador comum na maioria dos tipos de câncer é que eles escapam da morte, tornando-se “imortais”. Essas células cancerosas podem ser seletivamente destruídas ao restaurar sua sensibilidade à morte celular.

Anúncios

Descobri uma proteína chamada ARTS. A ARTS é necessária para iniciar o programa de morte celular nas células. De fato, descobrimos que muitos tipos de câncer perdem a expressão da ARTS, evitando assim a morte celular e se transformando em células cancerosas. Restaurar a expressão da ARTS nessas células forçou-as a se autodestruírem seletivamente.

Agora identificamos pequenas moléculas que imitam a função da ARTS. Essas moléculas “miméticas de ARTS” entram nas células e podem matar seletivamente uma ampla variedade de células cancerosas. Atualmente, estamos desenvolvendo essas moléculas para criar uma nova classe de terapias anti-câncer potentes e abrangentes.

Qual é a importância da proteína ARTS no processo de reversão do tumor que sua equipe descobriu?

Descobrimos que células mamárias normais que perdem a função da proteína ARTS podem ser transformadas em células cancerosas de mama. Isso sugere que a presença de ARTS nas células é importante para evitar/suprimir a transformação das células em células cancerosas. Portanto, investigamos se restaurar a função da ARTS no estágio inicial do câncer de mama (ou células pré-cancerosas) impedirá a progressão dessas células para o câncer de mama avançado. Surpreendentemente, descobrimos que pequenas moléculas que imitam especificamente a função da ARTS podem reverter as células pré-cancerosas para características de células normais. Sugerimos, portanto, que especificamente nos estágios iniciais do câncer de mama, a ARTS pode desempenhar um papel particularmente importante na supressão do câncer. Assim, o tratamento com a molécula pequena mimética de ARTS “reprograma” as células pré-cancerosas para seu estado normal.

Como as pequenas moléculas usadas em seu estudo conseguem reverter as células pré-cancerosas da mama para seu estado normal?

Anúncios

Ainda estamos investigando o mecanismo pelo qual essas pequenas moléculas revertem as células pré-cancerosas da mama para o estado normal. Nesta fase, descobrimos que enzimas específicas induzidas por essas moléculas podem promover a reprogramação dessas células de volta ao estado normal.

Quais são os eventos moleculares específicos que sua equipe está investigando para entender o fenômeno da reversão do tumor?

Estamos investigando o envolvimento de várias proteínas e enzimas principais que desempenham um papel nas vias de morte celular, para saber se estão envolvidas no processo de reversão/reprogramação. Como a inibição da morte celular e a regulação positiva de proteínas específicas da morte celular podem promover a transformação em câncer, estamos estudando se alterações nessas proteínas específicas também podem reverter as células.

Por que é crucial interromper o desenvolvimento do tumor nos estágios iniciais do câncer de mama?

O tratamento de pacientes diagnosticados nos estágios iniciais do câncer de mama é fundamental para a sobrevivência de longo prazo dos pacientes. No entanto, atualmente não há medicamentos preventivos seguros e ideais para interromper a progressão do câncer nessa fase. Mulheres com pré-câncer/estágios iniciais do câncer de mama ou mulheres com mutação no gene BRCA1/2 que têm um aumento significativo na probabilidade de desenvolver câncer de mama, são geralmente submetidas a cirurgias profiláticas ou monitoradas com frequência. Essas estratégias não são ideais e acarretam enormes custos financeiros, emocionais e sociais. Oferecemos uma abordagem revolucionária alternativa que pode interromper a progressão do câncer de mama e transformá-lo em uma doença controlável por medicamentos.

Quais são as características das moléculas patenteadas que sua equipe está desenvolvendo para futuros medicamentos preventivos?

Anúncios
Leia ou ouça também:  O que é o PROS do ex-vereador Eurípedes Júnior

Essas pequenas moléculas imitam a função da ARTS ao modular proteínas que são o alvo da ARTS em sua função de promover a morte celular e suprimir o câncer.

Como a reversão do câncer de mama por meio de medicação pode tornar a doença controlável?

O HIV/AIDS e a Hepatite C costumavam ser doenças letais não muito tempo atrás. Hoje em dia, esses pacientes são tratados com medicamentos e sobrevivem. Da mesma forma, nossa visão é transformar o câncer de mama em uma doença controlável por medicamentos.

Quais são as semelhanças entre a reversão do tumor no câncer de mama e o tratamento de outras doenças crônicas?

Como as mudanças em estágios iniciais do câncer (alterações pré-cancerosas) ocorrem em muitos outros tipos de câncer, como câncer de pele e câncer de cólon, nós hipotetizamos que os resultados de nosso projeto podem ser aplicados para prevenir a progressão em muitos tipos de câncer.

Por que a ARTS é considerada um interruptor mestre para a morte celular e a prevenção da formação do câncer?

Nosso laboratório descobriu que a ARTS é importante para iniciar o programa de morte celular. Se a ARTS não é expressa corretamente, as células não podem passar pelo processo de “autodestruição” e podem se transformar em células cancerosas. Estudos que realizamos com amostras de pacientes com câncer e com camundongos mostraram que a perda de ARTS por si só é suficiente para transformar células normais em células cancerosas. Portanto, a ARTS funciona como uma poderosa proteína supressora de tumor, que impede a formação de câncer.

Quais são as possíveis implicações dessa abordagem inovadora para o cuidado geral e a qualidade de vida das mulheres com alto risco de desenvolver câncer de mama?

Neste momento, não há uma terapia preventiva ideal e eficaz que possa alvejar seletivamente o crescimento do câncer de mama pré-canceroso e outras pacientes com risco de desenvolver câncer de mama, como portadoras das mutações BRCA1/2. Consequentemente, há uma grande necessidade de medicamentos que previnam o desenvolvimento do câncer de mama. Propomos uma abordagem revolucionária para a prevenção do câncer de mama, revertendo as células pré-cancerosas em estágio inicial para suas características normais, interrompendo assim a iniciação/progressão do câncer de mama.

Anúncios

Esperamos que os resultados de nossa pesquisa tenham os seguintes impactos:

• Prevenção do início do câncer de mama. Além de salvar vidas, nossa estratégia pode reduzir enormes custos médicos, públicos e pessoais.

• Prevenção do tratamento doloroso de pacientes com lesões em estágio inicial e portadores de mutações BRCA1/2. O tratamento atual para mulheres envolve cirurgia local seguida de radioterapia com ou sem terapia endócrina, ou remoção total da mama no caso de portadores de mutações BRCA1/2. Oferecemos uma opção de tratamento alternativa, evitando possível progressão para o câncer de mama e tratamento excessivo com abordagens invasivas.

• Propomos desenvolver uma tecnologia radicalmente nova para interromper a progressão do câncer de mama em seus estágios iniciais por meio de “terapia de reversão”. Nossa tecnologia visa especificamente alvejar células pré-cancerosas de mama e revertê-las para um estado “normal” inofensivo.

Nossas pequenas moléculas patenteadas podem fornecer a base para o desenvolvimento de uma nova classe de medicamentos preventivos que ofereçam uma nova opção de tratamento para pacientes de alto risco em estágios pré-cancerosos e portadoras de mutações BRCA1/2.

Por que você decidiu dedicar sua carreira à pesquisa no campo da biologia e ciências médicas, especificamente no estudo do câncer e suas terapias?

Desde muito jovem, eu “sabia” que me tornaria uma cientista, mesmo antes de entender o significado dessa palavra. Não era um desejo, era um “conhecimento” de que eu me tornaria uma cientista. Mais tarde, fui atraída pela empolgação de pesquisar, projetar e realizar experimentos para descobrir “conhecimentos” ainda desconhecidos. A descoberta da ARTS me colocou em uma missão. Uma missão de ajudar pacientes, mulheres, a terem mais e melhores opções para prevenir o câncer de mama.

Última atualização da matéria foi há 12 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
Voltar ao Topo
Skip to content
Verified by MonsterInsights