Sua Página
Fullscreen

Vitória de Rogério Marinho preocupa Lula

Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

O candidato à presidência do Senado Federal, Rogério Marinho (PL-RN) afirma ter de 40 a 42 votos a seu favor, o que garante sua vitória contra o senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), candidato que tem o apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do Partido dos Trabalhadores.

Segundo Paulo Ramirez, cientista político e professor da ESPM, a escolha de Marinho como representante do Senado seria um fôlego para o bolsonarismo, que vem perdendo força política com o ataque às instituições em 8 de janeiro, o cartão corporativo e a crise dos Yanomamis. “Lula terá mais dificuldade para aprovação de projetos, inclusive em questões que são prioridade do governo como as reformas tributária e da previdência, além das pautas ambientais.”

Sobre a eleição para a Câmara dos Deputados, Ramirez vê com a sucessão de Arthur Lira (PP-AL) como presidente da casa prováveis negociações e a despreocupação de um possível pedido de impeachment do presidente Lula.

Quem é Rogério Marinho?

Rogério Simonetti Marinho é um economista e político, filiado ao Partido Liberal. É senador da República pelo estado do Rio Grande do Norte desde 2023, além de ter sido secretário especial da Previdência de 2019 a 2020 e ministro do Desenvolvimento Regional de 2020 a 2022, durante o governo Jair Bolsonaro.

Devido à pandemia de COVID-19 no Brasil e seus impactos econômicos, Rogério Marinho, junto com outros ministros, formularam um programa de recuperação econômica chamado “Pró Brasil”, que levaria a um aumento dos gastos públicos do governo. O plano foi criticado por Paulo Guedes, por considerá-lo “fiscalmente irresponsável”, o comparando ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), lançado em janeiro de 2007 durante o segundo mandato do Governo Lula e continuado no Governo Dilma. Segundo Guedes, o PAC teria “afundado o Brasil”, com desperdício de recursos públicos em obras que não foram concluídas. Para ele, seria necessário investimento privado para executar o programa proposto por Marinho.

Sobre a ESPM:

A ESPM é uma escola de negócios inovadora, referência brasileira no ensino superior nas áreas de Comunicação, Marketing, Consumo, Administração e Economia Criativa. Seus 12 600 alunos dos cursos de graduação e de pós-graduação e mais de 1 100 funcionários estão distribuídos em cinco campi – dois em São Paulo, um no Rio de Janeiro, um em Porto Alegre e um em Florianópolis. O lifelong learning, aprendizagem ao longo da vida profissional, o ensino de excelência e o foco no mercado são as bases da ESPM.

Última atualização da matéria foi há 5 meses


Compartilhe este conteúdo com seus amigos. Desde já obrigado!

Facebook Comments

Espaço Publicitário:
* * * * * * * * * *
Tags:
Voltar ao Topo
Skip to content